conecte-se conosco


MT

Abertura do projeto “Prata da Casa” – edição de Natal movimenta Assembleia Legislativa

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Hoje (3) teve abertura oficial da última edição do ano do “Prata da Casa”, projeto que disponibiliza espaço para os servidores da Assembleia Legislativa apresentarem seus talentos em artesanato e gastronomia. O evento, que começou ontem (02.12), acontece no saguão principal da ALMT, das 08 as 17 horas, e segue até sexta-feira.

O presidente da aLMT, deputado Eduardo Botelho (DEM) participou da cerimônia oficial de abertura e destacou a importância do evento para valorizar os servidores, além de promover a integração. “Este é um evento que dá destaque as outras aptidões dos servidores, que aqui apresentam o resultado de trabalhos artesanais. Ao mesmo tempo é uma oportunidade proporcionar um momento de confraternização”, destacou.

Coordenado pelo Instituto Memória do Poder Legislativo (IMPL) a exposição busca apresentar e valorizar outros talentos dos servidores que atuam na Casa. “Além de servir a instituição e a sociedade, muitos servidores do Legislativo estadual também se dedicam a trabalhos manuais por vocação e/ou como forma de complementar renda. E esse é um espaço para divulgar estes talentos”, destacou a superintendente do IMPL, Mara Visnadi.

Leia mais:  Mato Grosso registra 24.804 casos e 921 óbitos por Covid-19

Nesta edição estão montados 20 estandes. Na parte de gastronomia está sendo comercializado sanduíche natural, salgados, bolos, doces, queijo, mel, cucas, entre outros, com preços que variam entre 4 e 23 reais.

Já na parte de artesanatos, os servidores podem adquirir diversos produtos como enfeites, chinelos, oratórios, toalhas bordadas, camisetas bordadas, porcelanas, bonecos em crochê e outras coisas. Os valores variam entre R$ 10 e 200. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou no cartão, com a possibilidade de se parcelar os valores mais altos.

A expositora Marisa Alves de França Antunes participa pela primeira vez da feira e já comemora os bons resultados de divulgação e venda dos alimentos fit e detox que produz. “Essa á primeira vez comercializo os meus produtos pessoalmente. Até então meu trabalho era nas redes sociais, mas essa oportunidade ajuda a divulgar e impulsiona as vendas” afirma satisfeita. Há dois anos ela deu inicio a produção de polpas de frutas para sucos detox e depois vieram os temperos e condimentos, tudo focado numa alimentação mais saudável.

Leia mais:  Mato Grosso registra 23.506 casos e 896 óbitos por Covid-19

Com a proposta de arrecadar fundos para uma entidade de apoio a pacientes em tratamento de câncer na Santa Casa, a servidora Elvira Maria Palma de Arruda Costa trouxe camisetas bordadas para vender. “Essa uma oportunidade de divulgar os trabalhos que a associação voltada para generosidade, amor e solidariedade realiza e ajuda a arrecadar recursos para dar continuidade aos atendimentos que, ao longo dos 8 anos de existência, já alcançou mais de 20 mil pacientes”, fala com orgulho.

Além das exposições para quem realiza criações nas áreas de gastronomia e artesanato, o evento também oportuniza a participação artística dos servidores com apresentações musicais. “Visite e prestigie esse evento genuinamente produzido pela Casa” convida a superintendente do IMPL.

Prata da Casa: é um evento cultural realizado pelo Instituto Memória. Ele já faz parte do calendário cultural da Casa Legislativa, que acontece quatro vezes por ano, próximas as datas comemorativas ao dia das mães, dos pais, dos servidores público e encerra com o Natal.

Comentários Facebook

MT

Confira a lista de municípios com classificação de risco muito alto de contaminação

Publicado

por

Indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (09.07) o Boletim Informativo n°123 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 8) que 32 municípios do Estado configuram na classificação com risco “muito alto” para o novo coronavírus: Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis  Sorriso, Lucas do Rio Verde, Cáceres, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Pontes e Lacerda, Sinop, Peixoto de Azevedo, Barra do Garças, Querência, Nova Mutum, Guarantã do Norte, Sapezal, Colíder, Tapurah, Campo Novo do Parecis, Vila Bela da Santíssima Trindade, Mirassol D’Oeste, Chapada dos Guimarães, Canarana, Porto Esperidião, Jaciara, General Carneiro, Vila Rica, Poconé, Matupá, Pedra Preta, Rosário Oeste e Alto Garças.

Por Carlos Celestino – Ainda de acordo com informações contidas no boletim, os municípios que estão na classificação de risco “alto” para a disseminação do coronavírus são: Cláudia, Poxoréo, Nossa Senhora do Livramento, Campo Verde, Feliz Natal,  Ribeirão Cascalheira, Campinápolis, Nobres, Comodoro,  Santo Antônio do Leste, São José dos Quatro Marcos, Vera, Barra do Bugres, Nova Lacerda, Novo Mundo, Araputanga, Arenápolis, Juscimeira, Diamantino, Água Boa, Ipiranga no Norte, Nova Olímpia, Nova Santa Helena, Nova Ubiratã, Barão de Melgaço, Juruena, Paranaíta, Nova Xavantina, Porto dos Gaúchos, Terra Nova do Norte, Alto Paraguai, Nova Brasilândia, São Félix  do Araguaia, Conquista D’Oeste, Lambari D’Oeste, Nova Marilândia, Novo São Joaquim, São José do Xingu, União do Sul, São Pedro da Cipa, Tabaporã, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, São José do Rio Claro, Castanheira, Denise, Brasnorte, Reserva do Cabaçal, Itaúba, Porto Estrela, Alto Taquari, Cocalinho, Nortelândia, Tesouro, Figueirópolis D’Oeste, Araguaiana, Jauru, Nova Maringá, Novo Horizonte, Vale de São Domingos e Santa Terezinha.

Leia mais:  Confira a lista de municípios com classificação de risco muito alto de contaminação

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT  disponíveis neste link.

O Governo de Estado publicou novo decreto restringido ainda mais as medidas que devem ser adotadas pelos municípios, com base na classificação de risco para prevenir a disseminação da Covid-19. O Decreto n° 532 foi publicado na edição extra do Diário Oficial de 24 junho. O documento altera as tabelas de classificação de risco, criando uma terceira tabela. Para saber mais informações clique AQUI.

Veja a tabela de classificação de risco por município

Comentários Facebook
Continue lendo

MT

Mato Grosso registra 26.396 casos e 961 óbitos por Covid-19

Publicado

por

Há 240 internações em UTI e 381 em enfermaria; taxa de ocupação está em 98,4% para UTIs está e em 55,9% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (09.07), 26.396 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 961 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. 

Por Ana Lazarini – As 40 mortes mais recentes envolveram residentes de Cuiabá, Pontes e Lacerda, Várzea Grande, Sinop, Alta Floresta, Poconé, Rondonópolis, Nossa Senhora do Livramento, Campinápolis, Cáceres, Poxoréu, Campo Novo do Parecis, Porto Esperidião, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Colíder.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (5.920), Rondonópolis (1.973), Várzea Grande (1.964), Sorriso (1.192), Lucas do Rio Verde (1.131),  Tangará da Serra (1.027), Primavera do Leste (1.004), Sinop (800), Nova Mutum (655), Pontes e Lacerda (608), Campo Verde (472), Cáceres (455), Colíder (368), Barra do Garças (352), Confresa (349), Sapezal (327), Campo Novo do Parecis (325), Querência (292), Peixoto de Azevedo (288) e Matupá (272).

Leia mais:  Mato Grosso registra 23.506 casos e 896 óbitos por Covid-19

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Nas últimas 24 horas, surgiram 1.617 novas confirmações no Estado. A área técnica ainda esclareceu que foram corrigidas 25 ocorrências de duplicidade no sistema. Além disso, três casos anteriormente notificados em Tangará da Serra foram reposicionados para Nova Marilândia; e outro de Cuiabá foi corrigido para Várzea Grande. As mudanças consideraram o município de residência dos pacientes.

Dos 26.396 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.036 estão em isolamento domiciliar e 11.660 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 240 internações em UTI e 381 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 98,4% para UTIs e em 55,9% para enfermarias.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 51,3% dos diagnosticados são do sexo feminino e 48,7% masculino; além disso, 7.073 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 27.455 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.398 amostras em análise laboratorial.

Leia mais:  Funcionários estaduais de Mato Grosso receberão salários amanhã (10)

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262