Connect with us

GERAL

Amanhã, 21, é o último dia de inscrição para mais de 200 mil vagas para o Censo 2022

Published

on

Terminam na próxima sexta-feira (21), às 16h, as inscrições para o processo seletivo do Censo Demográfico 2022 com mais de 200 mil vagas temporárias para recenseador e agente censitário. As vagas estão distribuídas em 5.297 municípios do país. As inscrições devem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), empresa responsável pela seleção. A taxa de inscrição pode ser paga até o dia 16 de fevereiro. Candidatos de baixa renda inscritos no CadÚnico e doadores de medula óssea podem solicitar isenção da taxa.

São oferecidas 183.021 vagas para recenseador. Para concorrer, os candidatos precisam ter o ensino fundamental completo. Os recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações nos mais de 70 milhões de domicílios do país. O profissional ganha por produção. Clique aqui para simular a remuneração.

Há ainda 18.420 vagas de agente censitário supervisor (ACS) e 5.450 de agente censitário municipal (ACM), ambas exigem ensino médio completo. Os salários são de R$ 1.700 e R$ 2.100, respectivamente. O ACM gerencia o trabalho do posto de coleta, enquanto o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo.

As vagas de agente censitário têm inscrição única. Ao candidato com melhor classificação na prova, será oferecida a vaga de ACM. Os demais terão direito às vagas de ACS, de acordo com a ordem de classificação.

Os candidatos podem se inscrever nos dois processos seletivos, já que as provas dos recenseadores serão realizadas no turno da manhã e a dos agentes censitários à tarde.

No ato da inscrição, os candidatos devem escolher a área em que desejam trabalhar. Essas áreas podem corresponder a um ou mais bairros, ou a comunidades. Em quatro estados (Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul) há mais de mil vagas específicas para favelas (aglomerados subnormais). O IBGE propõe que os candidatos se inscrevam para áreas próximas das suas residências, assim já estarão ambientados à região de trabalho.

Taxa de inscrição deve ser paga até 16 de fevereiro

A taxa de inscrição para recenseador é de R$ 57,50, e de R$ 60,50 para agente censitário, e deve ser paga até 16 de fevereiro.

Leia mais:  Onda de frio avança para o Sudeste e Centro-Oeste, com quedas de 5ºC

Os processos seletivos para o Censo 2022 permitem a solicitação da isenção do pagamento da taxa de inscrição para pessoas de baixa renda, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), e doadoras de medula óssea. As orientações para solicitação da isenção estão no edital.

IBGE preparou apostila para as provas que serão aplicadas em abril

As provas serão aplicadas no dia 10 de abril, em todos os municípios onde houver vagas. Ao se inscrever, o candidato também poderá optar por fazer a prova em local diferente daquele que escolheu para trabalhar. As provas serão aplicadas presencialmente seguindo os protocolos sanitários de prevenção da Covid-19 que constam no edital. O candidato que descumprir as medidas de proteção será eliminado do processo seletivo.

As provas para ACM e ACS terão duração de 3 horas e 30 minutos e, para recenseador, duração de 3 horas. Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte a aplicação das provas, no site da FGV. O resultado final está previsto para 20 de maio.

Os candidatos a recenseador serão selecionados por uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. A prova será aplicada na parte da manhã.

Já os candidatos a agente censitário municipal e supervisor farão prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, no turno da tarde, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos.

“O conteúdo da prova está detalhado no edital. Disponibilizamos também uma apostila de conhecimentos técnicos, preparada pelo IBGE, para que o candidato tenha acesso às informações necessárias para responder às questões sobre a operação censitária. A apostila e o Código de Ética do IBGE estão disponíveis no site da FGV”, afirma o coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros.

Devolução da taxa de inscrição

O IBGE reforça que as inscrições para os processos seletivos de 2020 e 2021 não serão válidas para a seleção do Censo 2022. O pedido de reembolso da taxa de inscrição dos processos seletivos cancelados pode ser feito no site do IBGE, clicando aqui.

Leia mais:  São Paulo entrega etapa de ampliação do Novo Museu do Ipiranga

Outro processo seletivo do Censo

O IBGE também recebe até o dia 2 de fevereiro inscrições para outro processo seletivo do Censo, com 180 vagas temporárias para agente censitário de pesquisas por telefone e 12 vagas para supervisor censitário de pesquisas e codificação. As oportunidades são para o município do Rio de Janeiro. As inscrições devem ser feitas no site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan).

Para a função de agente censitário de pesquisas por telefone, o candidato precisa ter o ensino médio completo e um ano de experiência comprovada em teleatendimento ou telemarketing ativo ou receptivo, nos últimos cinco anos. O salário é de R$ 998,00 para uma jornada diária de 4h30, totalizando 27 horas semanais, divididas em três turnos, incluindo finais de semana e feriados. A taxa de inscrição é R$ 20.

Já para concorrer às vagas de supervisor censitário de pesquisas e codificação, o candidato deverá ter concluído o ensino superior em qualquer área. A taxa de inscrição é de R$ 41 e o salário de R$ 4.200 para jornada 40 horas semanais, que pode incluir finais de semana e feriados, sendo oito horas diárias, num expediente das 8h às 21h30, a critério da gerência.

As provas, com 60 questões de múltipla escolha, serão aplicadas no dia 20 de março, no município do Rio de Janeiro. O conteúdo consta no edital.

IBGE vai visitar mais de 70 milhões de domicílios em 2022

Cerca de 213 milhões de habitantes, em mais de 70 milhões de domicílios, serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país em 2022. O Censo revelará as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo. Realizada a cada dez anos, a pesquisa é a principal fonte de referência sobre as condições de vida da população em todos os municípios do país.

Comentários Facebook

GERAL

Frio se intensifica no Rio de Janeiro; temperatura se aproxima de zero

Published

on

Com o avanço da tempestade subtropical Yakecan para a Região Sudeste, o Sistema Alerta Rio informa que um sistema de baixa pressão atua no oceano influenciando o clima na cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com o Centro de Operações Rio (COR), há previsão de rajadas de vento forte entre 52 quilômetros por hora (km/h) e 76 km/h, podendo ser muito forte, entre a tarde de hoje (19) e a madrugada de amanhã (20). A Marinha do Brasil emitiu um aviso de ressaca, alertando que ondas de 2,5 metros (m) a 4m podem atingir a orla da cidade até as 21h de amanhã.

As temperaturas continuam amenas, com previsão para hoje de mínima de 11 graus Celsius (°C) e máxima de 24°C. Amanhã a previsão de mínima sobe para 14ºC, com previsão de chuva fraca e isolada a qualquer momento.

No sábado (21), o transporte de umidade do oceano manterá o dia nublado e com chuva fraca e isolada durante a madrugada.

De acordo com a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura pode cair a 1ºC em Resende, no sudeste do Rio de Janeiro, município onde está localizada a comunidade de Visconde de Mauá, no alto da Serra da Mantiqueira, divisa com Minas Gerais.

Leia mais:  Defesa Civil emite alerta para ventos e ressaca no litoral paulista

Inmet

O Inmet emitiu um alerta laranja para o perigo que pode ser causado por ventos costeiros até o fim da manhã de hoje entre as regiões metropolitanas de Curitiba e do Rio de Janeiro.

Já a onda de frio avança para o Norte do país, com previsão de temperaturas 5º abaixo da média até a noite de amanhã. Sofrem os efeitos da frente fria os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, chegando ao sul do Tocantins e centro de Rondônia.

No Distrito Federal, a madrugada de hoje foi a mais fria da história, desde o início das medições em 1962, registrando o recorde de 1,4°C no Gama. Em Planaltina o frio chegou a 3,3°C, 4,3°C no Paranoá e 5,9°C no Sudoeste e Plano Piloto. O recorde anterior era de 1,6⁰C, registrado no dia 18 de julho de 1975.

Belo Horizonte também teve a manhã mais fria desde 1979, quando foi registrado 3,1°C no dia 1º de junho. Hoje a cidade registrou 4,4°C em Cercadinho e 6,7°C na Pampulha.

Em São Paulo, onde ontem uma pessoa em situação de rua morreu devido ao frio, foi registrada a menor temperatura máxima para maio desde 1961: 12,3°C.

Leia mais:  Inscrições para o Enem 2022 começam amanhã, terça-feira,10

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

GERAL

DF tem a temperatura mais baixa já registrada: 1.4ºC

Published

on

O Distrito Federal teve a mais baixa temperatura já registrada, desde que o início das medições feitas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em 1962. Hoje (19), às 6h da manhã, os termômetros registraram 1.4ºC no Gama, cidade-satélite localizada a cerca de 30 quilômetros do Plano Piloto.

Até então, a temperatura mais baixa havia sido registrada em julho de 1975, quando a capital federal registrou 1.6ºC, recorde que foi igualado nesta quinta-feira às 5h.

Após atingir 1.4ºC, a temperatura começou a subir e, às 7h, estava em 1.5ºC. Às 8h, a temperatura registrava 3.2ºC.

Segundo a meteorologista do Inmet, Andréa Ramos, a tendência é que a temperatura máxima em Brasília fique hoje similar à registrada ontem (18), entre 18ºC e 19ºC. Ela chama atenção para a baixa umidade do ar, que deve ficar por volta de 25%. “Não deixem de beber água”, sugere.

Alerta laranja

A baixa temperatura resultou no chamado “alerta laranja” para o DF, o que indica “perigo”, sugerindo que a população fique atenta para os efeitos que o clima pode causar para o corpo e ambiente. Esse tipo de alerta é geralmente utilizado nos casos de baixa umidade, chuvas intensas ou, no caso de hoje, em que a temperatura fica pelo menos 5 graus abaixo da esperada, com frio intenso.

Leia mais:  Inscrições para o Enem 2022 começam amanhã, terça-feira,10

A baixa temperatura resultou também em geada no sul de Goiás entre o final da madrugada e o início da manhã desta quinta-feira, o que, segundo a meteorologista, é algo “incomum” para essa época do ano na região.

“Acredito que o pico dessa massa de ar fria foi hoje. Vai continuar frio, mas a tendência é a temperatura começar a subir. A frente fria já passou pela Região Sul, fez incursão no Centro-Oeste, enfraqueceu e está se dissipando no norte da região. O que estamos vendo é a massa de ar frio da retaguarda dessa frente fria. A situação deve ir melhorando para, a partir de sábado (21) a temperatura ir ficando normalizada”, explicou à Agência Brasil, Andréa Ramos.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262