conecte-se conosco


CIDADES

Arsec apresenta relatório sobre os serviços de água, esgoto e transporte coletivo

Publicado

ASCOM/ARSEC

A Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) realiza no dia 12 de dezembro, às 9h, uma audiência pública no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT). O encontro contará com a apresentação do relatório de desempenho referente ao Ano 7 da Concessão e pesquisas de opinião dos serviços de água, esgoto e do transporte coletivo de Cuiabá.

De acordo com a Diretoria da Agência Reguladora, o objetivo é expor os resultados da evolução dos indicadores de desempenho e as metas do sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário de acordo com o contrato de concessão.

A pesquisa de opinião relativa aos serviços públicos prestados no abastecimento de água foi realizada no período de agosto a setembro de 2019 e a de transporte coletivo, executada no período de 2018 a julho de 2019.

Os trabalhos serão coordenados pelo diretor-presidente Regulador, Alexandro de Oliveira, pela diretora de Regulação e Fiscalização, Rosidelma Guimarães, e pelo diretor Regulador Ouvidor, Mário Milton Mendes.

Leia mais:  Nova edição da Nota Cuiabana terá sorteio especial de Natal

SERVIÇO

Assunto: Audiência pública

Local: Auditório da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT)

Horário: 9h

Data: 12 de dezembro

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook

CIDADES

Secretaria de Educação realiza pesquisa visando aprimorar as políticas de gestão na rede pública de ensino

Publicado

por

Jorge Pinho

A Secretaria de Educação de Cuiabá firmou cooperação com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para realizar uma pesquisa a fim de conhecer os indicadores de gestão de pessoas da rede pública municipal de Ensino. A pesquisa será conduzida por um comitê formado por gestores da Secretaria de Educação e pesquisadores do Núcleo de Processos, Projetos e Planejamento (N3P), da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da UFMT, com o objetivo de mapear a percepção dos profissionais da Educação em relação a temas como suporte organizacional, estresse, satisfação e desempenho no trabalho. 

A pesquisa faz parte do Projeto Avaliação de Indicadores Estratégicos na Gestão Pública Municipal de Mato Grosso que tem como objetivo mapear e analisar indicadores de desempenho capazes de subsidiar a gestão pública em várias áreas, entre elas, a de gestão de pessoas.

O secretário de Educação, Alex Vieira Passos, falou sobre a iniciativa que possibilitará a implementação de medidas para melhorar o desempenho dos servidores e a eficiência do serviço público. “Os resultados da pesquisa vão permitir a definição de indicadores que irão subsidiar os gestores nas tomadas de decisões e na elaboração e reelaboração de programas e projetos a fim de que sejam cumpridos os objetivos estratégicos que garantam a qualidade da educação básica, por meio de uma gestão participativa, humanizada e inclusiva. Essa é mais uma ação da gestão Emanuel Pinheiro, voltada para o bem estar do cidadão, a prestação de serviços de qualidade à população e a valorização do servidor”, salientou o secretário.

Leia mais:  Mais de dez mil pessoas compareceram na chegada do Papai Noel no ginásio Fiotão

O diagnóstico terá como público alvo todos os servidores da secretaria e unidades educacionais, que serão convidados a responder a um questionário, de forma voluntária. O resultado desse questionário será um mapa sobre a percepção dos profissionais da Educação em relação a aspectos que podem exercer grande impacto nos serviços prestados à comunidade e, ao mesmo tempo, em relação à qualidade de vida do próprio servidor.

A pesquisa será feita no período de 9 a 20 de dezembro. A coleta de dados terá a duração de 5 minutos, e será feita por meio de um questionário digital (google forms), com a garantia de sigilo das informações prestadas. Os dados serão compilados pelo N3P/UFMT e analisados pelo comitê da pesquisa, responsável pelo mapeamento das principais frentes de atuação para que a Prefeitura de Cuiabá implemente ações de melhorias nas Políticas de Gestão de Pessoas, da rede municipal de Ensino.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

Consultora da Unesco do Programa Criança Feliz esteve em Cuiabá para visita técnica

Publicado

por

Vicente Aquino

A coordenadora responsável pelo Programa Criança Feliz no Centro-Oeste, Lisane Marques, da Unesco esteve em Cuiabá para uma visita técnica e avaliação do trabalho que está sendo desenvolvido pela Prefeitura, nesta sexta-feira (06). O programa é uma parceria do Ministério da Cidadania em parceria com os municípios.

“O objetivo da visita é fazer o monitoramento, o acompanhamento e a execução do Programa, que é desenvolvido dentro da política de assistência social. Estamos acompanhando, conversando e avaliando todas as equipes de referência, pois o programa conta atualmente com mais de 21.000 visitadores. Essa avaliação permanente é necessária para que os apontamentos sejam feitos e os serviços melhorados”, explicou Lisane Marques.

Na oportunidade, a coordenadora conheceu in loco os serviços da equipe pertencente à Unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), do bairro Pedra 90, onde as famílias atendidas pelo Programa. “Fiquei muito satisfeita com o que pude presenciar. Um fator primordial para o sucesso do programa é o envolvimento de todos os componentes da equipe. Quem trabalha com esse programa tem que estar envolvido, conhecer a realidade de cada família para saber que tipo de suporte poderá ser ofertado. E isso ficou visível. Cuiabá está de parabéns. As famílias visitadas demonstraram satisfação pelo atendimento prestado”, comentou a representante da Unesco.

Leia mais:  Cuiabá tem projeto de investimento em saneamento aprovado por Ministério

Na Capital, o programa que é coordenado pela Secretaria de Assistência Social é realizado em sete das 14 unidades existentes dos Centros de Referência, sendo eles: Planalto, Pedra 90, CPA, Jardim União, Jardim Araçá, Pedregal e Jardim Nova Esperança. A metodologia utilizada é de visitas domiciliares realizadas nas residências das famílias cadastradas no Programa Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC), inserida no CRAS de referência em que o Programa Criança Feliz atua.

Durante a explanação, a coordenadora do Programa Criança Feliz em Cuiabá, Michelle Santos Machado informou que cerca de 986 crianças de 0 a 3 anos, 54 famílias contempladas com o auxílio do BPC e 94 gestantes estão sendo acompanhadas pelo programa. “Desde que assumi a coordenação sabia do grande trabalho a ser desempenhado, mas que, sem dúvida nenhuma, o retorno satisfatório estava garantido. Temos pela frente muitos desafios, mas estamos no caminho certo. Nosso objetivo é incluir cada vez mais famílias e melhorar a qualidade de vida dessa população”, disse ela.

“Aos poucos já estamos recebendo o retorno das famílias atendidas pelo programa em Cuiabá. A principal declaração é de que a vida delas mudou depois que começaram a receber a visita da equipe, e isso nos motiva a continuar e trabalhar ainda mais por essa nobre causa que é a primeira infância”, comentou.

Leia mais:  Mais de dez mil pessoas compareceram na chegada do Papai Noel no ginásio Fiotão

O secretário municipal de Assistência Social, Wilton Coelho agradeceu a visita, pois segundo ele, trocas de informações e novas orientações são fundamentais para o progresso do Programa. “Quem ganha com isso é a população que necessita do apoio e dos serviços ofertados pela administração pública. O nosso objetivo é trabalhar para oferecer qualidade de vida a população cuiabana. É com muita satisfação que podemos afirmar que o trabalho está tendo resultados positivos e fazendo a diferença na vida das pessoas”, concluiu o secretário de Assistência Social, Wilton Coelho.

PROGRAMA CRIANÇA FELIZ- O programa prioriza crianças e famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, como: gestantes, crianças de até 36 meses e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família; crianças de até 72 meses e suas famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada; crianças de até 72 meses afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção prevista no Art. 101, caput, incisos VII e VIII, da Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, e suas famílias.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262