conecte-se conosco


MT

Botelho alerta sobre retorno às aulas e pede participação popular nas discussões

Publicado


Na iminência de retorno às aulas presenciais em Mato Grosso, a partir de fevereiro, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), defendeu cautela no momento em que o estado registra aumento no número de casos da Covid-19. Botelho voltou a manifestar a sua preocupação, nesta quarta-feira (13), nas suas redes sociais e garantiu que as comissões de Saúde e de Educação da Casa de Leis, presididas pelos deputados Dr. Eugênio (PSB) e Valdir Barranco (PT), respectivamente, farão uma análise mais aprofundada sobre a proliferação do coronavírus e os riscos para estudantes e profissionais dos núcleos escolares. 
Botelho explicou que é importante ouvir a sociedade organizada, especialmente alunos e professores, para ajudar o governo do estado a organizar o retorno das aulas presenciais de forma segura e proveitosa. As sugestões das comissões, que serão debatidas com a Secretaria de Estado de Educação, comandada pelo secretário Alan Porto, serão repassadas ao governo. 
Para Botelho, é preciso debater à exaustão o dilema de voltar ou não às aulas presenciais nos próximos dias. E destacou a posição do governo que abriu para o diálogo, ouvindo a população para fazer a análise sobre a importância das aulas presenciais com segurança e os riscos em detrimento à Covid-19. 
“Nós da Assembleia Legislativa colocamos a Comissão de Educação e a Comissão de Saúde para que juntas acompanhem essas questões, nos passem as orientações para que possamos sugerir ao governo e para a população. Todos devem dar a sua opinião porque está aumentando o número de casos de Covid. A minha opinião, nesse momento, é que devemos esperar um pouco para o retorno das aulas. Mas a opinião da maioria é que vai prevalecer”, esclareceu o parlamentar.

Leia mais:  Ouvidoria apura fechamento de unidades prisionais e constata ampliação de vagas no sistema
Fonte: ALMT

Comentários Facebook

MT

Outras duas pacientes de Rondônia chegam a MT e são internadas na UTI do Hospital Metropolitano

Publicado


Mais duas pacientes de Rondônia foram transferidas para Mato Grosso na madrugada desta quarta-feira (27.01). Duas mulheres, de 60 e 53 anos, foram transferidas de Porto Velho para Várzea Grande e deram entrada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Metropolitano.

Transportadas pela aeronave do Corpo de Bombeiros de Rondônia, as pacientes desembarcaram às 5h no Aeroporto Marechal Rondon e foram conduzidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) à unidade hospitalar. 

Até o momento, um total de quatro pacientes foram transferidos de Rondônia para Mato Grosso. Eles apresentaram quadro clínico de emergência, com a necessidade de atendimento imediato, sendo transportados após a disponibilização de leitos por parte do estado.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira (26.01), o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, disse que é preciso levar em consideração a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS) e ser solidário aos familiares e pacientes que anseiam pela assistência hospitalar.

“Dentro do princípio de que é o SUS, não existe leitos exclusivos de Mato Grosso, de São Paulo ou do Rio de Janeiro. Existem leitos do Sistema Único de Saúde e, neste momento, levando em consideração a nossa taxa de ocupação que está em 67% para UTIs adulto, temos que ser solidários com os estados que estão colapsados precisando de leitos”.

Leia mais:  Dois pacientes de Rondônia chegam a MT e são internados na UTI do Hospital Estadual Santa Casa
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MT

Mato Grosso registra 210.567 casos e 5.019 óbitos

Publicado

Terça-feira (26)

Há 273 internações em UTIs públicas e 307 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 67% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (26.01), 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.019 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Por Rose Velasco – Foram notificadas 1.563 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.696 estão em isolamento domiciliar e 196.826 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 273 internações em UTIs públicas e 307 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 67,92% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.776), Rondonópolis (14.034), Várzea Grande (13.898), Sinop (11.118), Tangará da Serra (9.225), Sorriso (9.077), Lucas do Rio Verde (8.440), Primavera do Leste (6.428), Cáceres (4.908) e Nova Mutum (4.421).

Leia mais:  Diretores das escolas estaduais têm até 31 de janeiro para prestar contas

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 181.247 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262