conecte-se conosco


Cuiabá

Diplomação do ‘Projeto Capoeira Digoreste’ oferta visibilidade e valorização da Cultura em Cuiabá

Publicado

Luiz Alves

A capoeira – expressão cultural brasileira milenar que mistura arte marcial, esporte, cultura popular, dança e música vem recebendo destaque na gestão Emanuel Pinheiro e com isso adquirindo novos adeptos. Um dos exemplos dessa valorização à cultura, segundo o mestre do Grupo Muzenza, Ivo Domingos de Arruda (popularmente conhecido por mestre Sombra) está na diplomação do projeto Capoeira Digoreste – criado pelo Fórum de Capoeira de Mato Grosso. 

O objetivo é fomentar em Cuiabá a cultura que é reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro.

“A capoeira está vivendo um de seus melhores momentos na gestão do prefeito Emanuel Pinheiro. Estávamos à mercê do esquecimento e agora, com o apoio que estamos recebendo, e essa diplomação é um exemplo claro dessa valorização, pois mais pessoas estão aderindo ao esporte”, explicou.

De acordo com o secretário de Cultura Esporte e Turismo de Cuiabá, Francisco Vuolo a diplomação, que foi realizada na no dia 02 de agosto, no Cine Teatro Cuiabá, veio em homenagem ao grande ato prestado por mais de 2 mil capoeiristas nos 300 anos da Capital e, sobretudo, em reconhecimento à importância e representatividade do Fórum de Capoeira.

Leia mais:  Audiência sobre mini-estádios se firma como espaço de diálogo entre poder público e sociedade

“A missão do prefeito Emanuel é valorizar e intensificar os bons projetos que tragam inserção social e que valorizam a cultura da nossa tricentenária  Cuiabá. Então, a nós estamos não apenas diplomando e coroando esse projeto, que vem para alavancar a cultura em nosso município, mas também homenageando os cerca de 300 tocadores e mais de 2 mil capoeiristas, inclusive de outros estados do país que em uma grande berimbalada realizou um grande ato de amor por Cuiabá”, finalizou.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Cuiabá

Prefeitura divulga concorrência pública para licitação do Contorno Leste

Publicado

por

Luiz Alves

A Prefeitura de Cuiabá publicou nesta quarta-feira (14) concorrência pública para empresas que queiram aderir ao processo licitatório de execução da Avenida Contorno Leste. A obra de 17,3 quilômetros, irá beneficiar 421 mil habitantes de 39 bairros das regiões Sul, Leste e Norte.

Em junho de 2019 o prefeito Emanuel Pinheiro sancionou o projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal, que garantiu a chegada de R$ 125 milhões, junto à Caixa Econômica Federal (CEF), recurso que será aplicado na construção da Avenida Contorno Leste. O certame contará com três lotes, sendo dois para a edificação da avenida e um para levantamento de duas pontes. O projeto contempla a implantação da rede de drenagem de águas pluviais, pavimentação, meio-fio e calçadas, no trecho que sai do Distrito Industrial chegando até a Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251).

Durante o seminário “Infraestrutura Rodoviária de Mato Grosso: Obras da BR-163/364 no trecho Cuiabá-ROO, com foco nas travessias urbanas de Cuiabá e Várzea Grande”, realizado em março de 2018, Pinheiro também compartilhou a grandiosa proposta do Contorno Leste, desenvolvida pela Prefeitura Municipal de Cuiabá, que compreende mais de 17 km, cruzando a cidade e integrando as regiões mais periféricas ao centro. O novo trajeto vai beneficiar diretamente cerca de 200 mil habitantes, valorizando as propriedades presentes na região e promovendo a geração de emprego.

Leia mais:  Prefeitura divulga concorrência pública para licitação do Contorno Leste

“O Contorno Leste, que também implicará no desenvolvimento econômico e social do município. Planejada dentro do espaço urbano, as longas pistas passarão por dentro de 39 bairros carentes, beneficiando mais de 420 mil pessoas. Será uma das maiores obras estruturantes da história da nossa Capital, permitindo a geração de renda, à medida que cria uma rota alternativa de mobilidade urbana, assim como o anel viário o fará. É mais uma forma de valorizar nossa cidade, permitindo que ela cresça ordenada e exponencialmente”, pontuou Pinheiro.

Na região Sul, serão beneficiados diretamente, os bairros: Distrito Industrial, Residencial Recanto do Sol, Residencial Marechal Rondon, Residencial Pascoal Moreira Cabral, Jardim Passaredo, Lagoa Azul, Loteamento Salvador Costa Marques, Condomínio Primor da Torres, Jardim Fortaleza, Vila Nova do Coxipó, Novo Milênio, São João Del Rey, Osmar Cabral e Brasil 21.

Da região Leste, serão beneficiados diretamente os bairros Altos da Serra, Doutor Fábio I, Doutor Fábio II, Recanto da Siriema.

Já na região Norte, os bairros diretamente beneficiados são: Morada da Serra, Jardim Brasil, Jardim Paraná, Três Barras, Jardim Umuarama, 1º de Março, João Bosco Pinheiro I, João Bosco Pinheiro II, São Tomé, Residencial Ana Maria, Serra Dourada, Residencial Pádova, Ouro Fino, Vila Nova, Altos da Colina, Novo Paraíso I, Novo Paraíso II, Aroeiras, Solar da Chapada.

Leia mais:  Semob implanta faixas de pedestres e semáforo em frente ao 9º BEC

Confira o edital para concorrer ao processo licitatório da Avenida Contorno Leste:

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Continue lendo

Cuiabá

Faixas exclusivas reduzem em até 30% o tempo de viagem no transporte coletivo; conheça regras

Publicado

por

Implantadas em 2017, as faixas exclusivas para ônibus garantiram agilidade ao transporte coletivo e reduziram o tempo de viagem de parte dos mais de 240 mil usuários do transporte coletivo de Cuiabá em até 30%. Embora a maior parte dos condutores já tenha se adaptado, a medida ainda deixa alguns com dúvidas relativas aos horários de funcionamento e proibições.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, veículos comuns estão autorizados a transitar pelas faixas após as 20h, em dias de semana e a partir das 14h de sábado, nos finais de semana. No total, são 14 km de faixas distribuídos entre as Avenidas Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), Tenente Coronel Duarte (Prainha), Getúlio Vargas e Isaac Póvas.

Nestes locais, foi possível manter o número de viagens com redução de até 15% da frota, graças a agilidade nas viagens. Assim, é possível remanejar veículos conforme as demandas das linha. “É uma ação com balanço extremamente positivo. O percurso do Terminal do CPA I até o Porto, que demorava de 45 minutos a uma hora, hoje é feito em 30 minutos”, diz.

Diante disso, a Pasta estuda a viabilidade de implantação nas avenidas João Gomes Sobrinho, Trabalhadores e Fernando Correa. “Nestes pontos a implantação ainda é avaliada pelos nossos setores de Trânsito e Transporte. Acreditamos que já há uma nova cultura em relação aos corredores, por isso a implantação em novos pontos seria mais tranquila do que foi em 2017”, comenta.

No período mencionado, foi realizada ostensiva campanha de conscientização e as autuações só passaram a ser aplicadas em 2018. É importante destacar que transitar na faixa ou via exclusiva regulamentada é infração gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O infrator está sujeito a multa de R$ 293 e perda de sete pontos na CNH.

O diretor de Transporte, Nicolau Budib, lembra que o monitoramento destes pontos é feito por meio de câmeras e também pela presença in loco dos agentes de trânsito. “Vale lembra que, além dos coletivos, também podem transitar pelas faixas exclusivas, a qualquer momento do dia, táxis com passageiros e veículos de emergência, como viaturas e ambulâncias”, finaliza.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Leia mais:  Semob implanta faixas de pedestres e semáforo em frente ao 9º BEC
Continue lendo

Política MT

Policial

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana