Connect with us

AGRONEGÓCIO

Empresas parceiras atualizam instrutores credenciados sobre novas tecnologias

Published

on


O avanço da tecnologia exige uma atualização constante no mercado de trabalho e neste mês de janeiro, instrutores credenciados ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) tiveram a oportunidade de aprofundar os conhecimentos nas novas tecnologias disponíveis. Consequentemente, estarão mais capacitados para as 10 mil ações educacionais previstas pela instituição neste ano.

As atualizações foram ministradas por empresas parceiras do Senar-MT, que atuam nos polos tecnológicos da instituição no estado. Em Acorizal, instrutores da área de bovinocultura participaram de treinamento sobre produção de silagem e conheceram equipamentos responsáveis pelo corte de capim e mistura de rações, pela empresa parceira Nogueira Máquinas Agrícolas.

A capacitação reuniu cerca de dez instrutores credenciados. Para a zootecnista e instrutora Cleide Lis Ribeiro dos Santos, a maior dificuldade dos profissionais é trabalhar com a ensiladeira. “Essa capacitação só veio agregar no conhecimento que a gente já tem sobre produção de silagem. É um diferencial fazermos uma prática de ensilagem e estarmos capacitados para trabalhar com a ensiladeira e o maquinário. Foi de extrema valia aprendermos sobre cada funcionamento”, destaca.

Leia mais:  CNA e Federações debatem Programa Nacional de Crédito Fundiário

Joelson Antônio Silva aprendeu a dar manutenção em equipamentos como a colhedora de forragem e o vagão forrageiro. “Eu já tinha conhecimento, mas agora aprendi a regular, configurar e dar manutenção nos equipamentos. Assim, podem ajudar a solucionar esses problemas em campo”, destaca.

CT Sorriso

Dos dias 10 a 14 de janeiro, a empresa parceira Husqvarna ofertou capacitação a seis instrutores de operação e manutenção de máquinas e equipamentos, no Centro de Treinamento (CT) de Sorriso. Foram utilizados os equipamentos para mecanização agrícola, floresta e área verde. Dentre eles estão motocultivador e acessórios (sulcador, revolvedor de solo), pulverizador, atomizador, motobomba, motosserras a combustão e a bateria, podador de galho a bateria, roçadeira a bateria e cortador de grama de alta produtividade Giro Zero.

 “O objetivo é fortalecer essa parceria e levar esse conhecimento para os instrutores e consequentemente aos produtores rurais. Assim eles poderão utilizar melhor cada equipamento e melhorar o desempenho na propriedade”, afirmou Valsoir Amancio, especialista de serviço da empresa parceira.

Paulo Figueiredo, consultor técnico da Husqvarna, destacou que os benefícios afetarão também os pequenos produtores. “É um prazer dar esse pontapé inicial em 2022 para dar conforto ao usuário e mecanização à pequena propriedade”.

Leia mais:  BOI/CEPEA: Preços médios de machos e fêmeas atingem diferença recorde
Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook

AGRONEGÓCIO

Encontro analisa mercado da borracha natural e importância do Índice de Preço de Importação

Published

on

Brasília (17/05/2022) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) realizou, na terça (17), a live “Mercado de Borracha Natural: 2 anos do Índice de Preço de Importação”, na terça (17). O indicador é divulgado mensalmente pela CNA em parceria com o Instituto de Economia Agrícola (IEA).

O encontro foi moderado pela assessora técnica da CNA, Eduarda Lee, e teve como debatedores a pesquisadora da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA Regional), Elaine Piffer; a co-coordenadora do Projeto de Índice de Preço de Importação no Instituto de Economia Agrícola (IEA), Marli Oliveira, e o heveicultor (produtor de borracha) João Favero Neto.

Segundo Eduarda, o Brasil chegou a ser o maior produtor mundial de borracha natural até meados da década de 50, mas após forte declínio da produção, crescimento da atividade em outros continentes – principalmente Ásia –, e perda da competitividade, passou a responder por pouco mais de 1% da produção mundial, tornando-o dependente do mercado externo.

“Esse gap entre produção e consumo tem sido encarado por muitos como uma oportunidade para uma nova alavancagem da produção brasileira, que já estima um crescimento expressivo da produção para os próximos anos. Além disso, o Brasil está a frente de outros países produtores no que se refere a índices de produtividade, boas práticas de produção e sustentabilidade”, afirmou a assessora da CNA.

Leia mais:  CNA e Federações debatem Programa Nacional de Crédito Fundiário

Atualmente, o setor movimenta R$ 28 bilhões anualmente e gera mais de 100 mil empregos diretos, concentrados principalmente nos estados de São Paulo e Goiás.

Elaine Piffer, que também é representante da CNA na Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Borracha Natural do Ministério da Agricultura, abordou pontos como a política de preço da borracha natural no Brasil, gargalos para expansão e manutenção dos seringais, além do cenário da borracha natural no País e oportunidades.

Marli Oliveira falou sobre a parceria entre o IEA e a CNA, iniciada em 2020, e a metodologia utilizada para o levantamento de informações e a definição do Índice de Preço de Importação. Ela explicou as etapas do estudo, diretrizes para aprovação, levantamento dos dados e resultados, como é feito o cálculo do indicador e maiores influenciadores na formação do preço de importação.

O produtor rural João Favero Neto, da região de Aparecida do Taboado (MS), contou como vem utilizando o índice – que serve de referência para as negociações entre heveicultores e os compradores de borracha natural – e o impacto na hora de negociar os produtos. Na sua opinião, o indicador tem transparência na composição e na rapidez das atualizações do dólar e da cotação da borracha no mercado internacional, e dá credibilidade por ser elaborado por duas instituições oficiais.

Leia mais:  É amanhã - Jornada CNA debate saúde e segurança

“Contribui muito na hora da comercialização, mas ainda temos um grande trabalho pela frente para colocar o nosso produto a um preço rentável, para a que a produção se torne viável e os custos sejam compensados”, disse.

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook
Continue Reading

AGRONEGÓCIO

Senar/SC oferece mais de 380 cursos gratuitos para o meio rural em junho

Published

on

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Santa Catarina (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faesc), acaba de anunciar mais uma boa notícia aos produtores e trabalhadores rurais do Estado. A lista do mês de junho com mais de 380 cursos gratuitos, promovidos em parceria com os Sindicatos Rurais do Estado, já está disponível no site http://www2.senar.com.br/Evento.

A programação tem por objetivo auxiliar no desenvolvimento da produção de alimentos de forma sustentável e promover avanços sociais no campo. As qualificações fazem parte dos programas de Formação Profissional Rural (FPR) e da Promoção Social (PS), realizadas mensalmente em todas as regiões do Estado. Serão beneficiados produtores e trabalhadores rurais que buscam aprimorar o conhecimento para aumentar a produtividade e promover inovações nas propriedades.

A programação na área de Formação Profissional Rural contempla cursos com foco para a agricultura, agroindústria, aquicultura, atividades de Apoio Agrossilvipastoril, atividades relativas à prestação de serviços, pecuária e silvicultura. Na Promoção Social são oferecidas capacitações nas áreas de alimentação e nutrição, artesanato, educação, organização comunitária e saúde.

Leia mais:  Saúde e segurança são fundamentais para o desenvolvimento do país, diz presidente da CNA

O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, ressalta que os cursos têm impactado  positivamente no aumento da produtividade no dia a dia no campo, bem como na  melhoria da qualidade de vida e renda dos produtores. “As capacitações ajudam a inovar e aperfeiçoar as mais diversas atividades do campo”.

O superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi, frisa que toda a programação atende as demandas levantadas pelos Sindicatos Rurais, cooperativas e parceiros do setor de cada região. “É uma satisfação perceber o quanto contribuímos com o desenvolvimento das propriedades, das famílias e toda a cadeia produtiva com cursos que acompanham as tendências do mercado”.

Interessados devem procurar o Sindicato Rural do seu município para inscrições. Confira programação completa: http://www2.senar.com.br/Evento com especificação de carga horária, local e data.

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262