conecte-se conosco


Várzea Grande

Fiscalização é intensificada para cumprimento de medidas

Publicado


Legenda:

As equipes de fiscalização da Prefeitura Municipal de Várzea Grande – composta pelos agentes da Secretaria de Defesa Social, Meio Ambiente, Procon, Código de Postura e Guarda Municipal – têm atuado em todas as regiões da cidade. As ações que contam com a parceria das Polícias Civil e Militar, têm por objetivo evitar aglomerações e fazer cumprir as medidas adotadas pelo Decreto Municipal e pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19.

O secretário de Defesa Social, Alessandro Ferreira da Silva, informa que diariamente as equipes percorrem os bairros, principalmente aqueles que mantêm locais com registros de não cumprimento de medidas, para fazer as rondas habituais.

“Desde o ano passado, quando foi registrado o primeiro caso de coronavírus na cidade, temos trabalhado de forma a conscientizar as pessoas para que mantenham distanciamento social. A fiscalização se torna mais ou menos intensa de acordo com as medidas impostas pelos decretos municipais”, explicou.

De acordo com o secretário, no mês de janeiro a equipe da Vigilância Sanitária – pasta que integra a Secretaria de Defesa Social – registrou 73 notificações e 9 infrações. Em fevereiro, foram 53 notificações e 41 infrações, e, neste mês de março a equipe registrou apenas notificações verbais.

Leia mais:  Várzea Grande vacina idosos de 65 anos acima e atende mais de 5 mil pessoas em três dias

Alessandro Ferreira disse ainda que os locais que descumprem medidas restritivas são acionados com Processos Administrativos Sanitários que serão julgados, em momento oportuno.

“As infrações, que vão de advertência a multa de até 1.000 UPFs nos casos de infrações gravíssimas, estão previstas na Lei Complementar 3863/2012, conforme o Código Sanitário do Município”, disse o gestor acrescentando que não é interesse do município penalizar ninguém, mas sim chamar a atenção da população para o problema que essa pandemia vem causando em todo o mundo. 

O comandante da Guarda Municipal, Álisson Baracat, disse que o órgão de segurança municipal, tem atuado, juntamente com as polícias Civil e Militar, em ações preventivas e ostensivas, também no cumprimento dos decretos municipais.

“Somente no mês de março realizamos mais de 500 fiscalizações em todas as regiões da cidade”, comentou.

Já o presidente do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, Sílvio Fidelis, disse que com a abertura do comércio local, as equipes de fiscalização estarão atentas aos protocolos de segurança a exemplo do número reduzido de pessoas no local, o uso de máscara de proteção e de álcool em gel.

Leia mais:  Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação

“Não podemos abaixar a guarda em nenhum momento, por isso é necessário que todos façam a sua parte. O momento ainda requer conscientização das pessoas, até que toda a população seja devidamente vacinada”, completou.  

Comentários Facebook

Várzea Grande

Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos

Publicado


Legenda:

O prefeito Kalil Baracat anunciou que a Saúde Municipal, vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos na próxima semana. A decisão foi tomada após conversas com o secretário de Saúde Gonçalo de Barros, nesta sexta–feira (9), durante vacinação da Guarda Municipal ocorrida no Ginásio Poliesportivo ‘Fiotão’. Neste sábado, na parte da tarde serão vacinados os demais servidores públicos das Forças de Segurança Pública como as Polícias, Militar e Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e profissionais do sistema prisional.

Nesta tarde foram vacinados 137 Guardas Municipais, que atendem os critérios do Ministério da Saúde e do Estado. Amanhã dia 10 de março serão vacinados 182 agentes de segurança do Estado, lotados no município de Várzea Grande, no drive thru do Centro Universitário – UNIVAG, para dar celeridade no

O prefeito Kalil Baracat, havia garantido a vacinação à categoria, por entender que estes profissionais estão diretamente envolvidos nas ações de Saúde e de fiscalização, como transporte de vacinas, fiscalização de medidas protetivas, ações em conjunto com a Vigilância em Saúde, blitzes de trânsito e no cumprimento dos Decretos Municipais que estabelecem regras a serem seguidas na pandemia,  e também já havia a autorização do Ministério da Saúde, quando modificou os critérios de priorização, de quem deve ser vacinado, ou por categoria, ou por idade.

“Eles foram imunizados por iniciativa da prefeitura, que têm autonomia para realizar a gestão da Campanha de Vacinação. Porém em conversas com o Governo do Estado, que autorizou a vacinação das Forças de Segurança Estadual, houve a garantia da reposição deste quantitativo utilizado para vacinar a nossa Guarda Municipal e os agentes de segurança do Estado com lotação na cidade. O Ministério da Saúde vai estabelecendo critérios de prioridades e nossas equipes da Saúde vão ajustando conforme as novas normas ditadas. A nossa campanha está dentro do que estabelecem as regras nacionais do Programa Nacional de Imunização – PNI, e em muitos estados, as forças de segurança estão sendo vacinadas, e agora chegou a vez deles. Gostaria de vacinar a todos ao mesmo tempo, mas as doses vêm de forma fracionada, e assim vamos avançando. Uma notícia boa é que na próxima semana já vamos abrir cadastro para os idosos de 60 anos acima. A ordem é não deixar doses paradas e avançar na campanha”, disse o chefe do Executivo Municipal.

Leia mais:  Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação

O secretário de Defesa Social, Coronel Alessandro Ferreira da Silva, disse que foram vacinados os profissionais da corporação que estão realmente envolvidos com as ações da Saúde Municipal na contenção da Pandemia do novo coronavirus, são os que realmente trabalham na ponta e atuam em conjunto com os programas e projetos da Saúde na proteção das pessoas, e ainda, os que estão fazendo escolta e vigilância as vacinas e ações de vacinação. Todo esse processo de logística a Guarda Municipal tem acompanhado, desde a proteção do Centro de Distribuição, bem como a condução e a chegada dos imunizantes nas unidades em que ocorre a vacinação, para que não haja desvio e nenhuma ilegalidade, justamente para que o cidadão destinado a ser imunizado, receba a vacina de forma correta”, destacou o secretário Alessandro Ferreira, reafirmando que a Guarda Municipal vacinada melhora a qualidade de vida no trabalho, mais desempenho e dá mais segurança e tranquilidade psicológica, no exercício de funções ordinárias da corporação.

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo de Barros, disse que para vacinar a Guarda Municipal, o município se ateve ao que estabelece o Ministério da Saúde por ordem de prioridade. A vacinação foi realizada aos Guardas Municipais envolvidos nas ações de vacinação contra a Covid-19 e nas ações de implantação e monitoramento das medidas de distanciamento social, com contato direto com o público, independente da categoria.

Leia mais:  Kalil Baracat contesta números de doses recebidas em Várzea Grande

 “A vacinação foi exclusiva aos profissionais da ativa, com exceção daqueles que não atendem aos critérios médicos estabelecidos pelas autoridades de saúde, como gestantes, lactantes, ter tido a COVID-19 a 30 dias e os que estão afastados ou cedidos. Reconhecemos o papel da Guarda Municipal, no seu empenho e acompanhamento de todas as nossas ações que visam à contenção da doença em nosso território, eles são fundamentais na segurança das vacinas e no acompanhamento das ações de vigilância. Enquanto nossos profissionais de ponta já estão imunizados, é justo a imunização dos Guardas que trabalham no dia a dia frente a pandemia, junto com os servidores da Saúde”, disse Gonçalo de Barros.

O titular da Saúde lembrou que muito antes do Ministério da Saúde se manifestar quanto a prioridade para as forças de segurança, o prefeito Kalil Baracat já havia solicitado a Procuradoria Municipal uma análise da possibilidade legal de vacinar os mesmos como prioritários.

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação

Publicado


Legenda:

A Prefeitura de Várzea Grande em parceria com a Assembleia Legislativa vai abrir dois Polos de Vacinação em Várzea Grande, o que dobrará a capacidade de atendimento para vacinar as pessoas, dando celeridade ao processo de imunização de toda a população.

O acordo foi formalizado na manhã desta sexta-feira, 9 de abril, no Paço Couto Magalhães, Palácio Júlio Domingos de Campos no gabinete do prefeito Kalil Baracat, pelo vice-prefeito José Hazama, pelo primeiro secretário do Poder Legislativo de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho acompanhado pelos deputados membros da Comissão de Saúde, Dr. João e deputado Paulo Araújo, além dos secretários de Saúde e de Governo de Várzea Grande, Gonçalo Barros e Dito Loro, respectivamente.

“É um passo enorme que esta parceria está formalizando em prol de Várzea Grande e sua gente, mas para que ela tenha os resultados esperados é necessário que tenhamos as vacinas necessárias”, disse o prefeito Kalil Baracat, enaltecendo não apenas essa parceria mas todo o suporte e apoio que a Assembleia Legislativa na pessoa dos deputados Max Russi (presidente) e Eduardo Botelho (1º secretário) em nome de todos os deputados tem formalizado com Várzea Grande e com as demais cidades de Mato Grosso.

A parceria prevê a instalação de um Drive Thru no Parque Berneck, localizando na Avenida Governador Júlio Campos e um Ponto Fixo de Vacinação no Bairro Marajoara, dobrando assim a capacidade de atendimento de Várzea Grande na vacinação de seus moradores.

Leia mais:  Estado e Várzea Grande se unem para entregar até 100 mil cestas básicas à famílias vulneráveis

Essas duas estruturas funcionarão concomitantemente com o Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos, o Fiotão e a Clínica Médica do Centro Universitário Várzea Grande – UNIVAG, outra grande parceira da administração municipal sob o comando de Kalil Baracat.

“Aliás temos encontrado muita disposição do Governo Mauro Mendes, da Assembleia Legislativa, da bancada federal e da iniciativa privada como a UNIVAG que ajuda a cidade e a sua gente, tudo na busca de dias melhores e mais normais”, disse Kalil Baracat agradecendo o empenho e dedicação de todos que reforçam a atuação do pessoal da Saúde e da Segurança Pública Municipal que tem sido fundamental neste momento de pandemia da COVID 19.

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho sinalizou que o interesse maior do Parlamento Estadual é na medida do possível ajudar e consolidar um processo fundamental neste momento que é de vacinar as pessoas.

”Queremos e vamos participar de toda medida ou decisão que vise o bem estar da população como um todo, pois hoje muitos vivem momento de angústia por causa da pandemia da COVID 19”, disse Eduardo Botelho falando em nome de todos os deputados e do presidente Max Russi.

Botelho lembrou que à Assembleia Legislativo está inclusive devolvendo recursos de seu duodécimo para que o Governo Mauro Mendes possa ajudar ainda mais as cidades de Mato Grosso e confirmou que vão ainda reforçar a política estadual e municipal de distribuição de cestas básicas para famílias em risco de vulnerabilidade social.

Leia mais:  Mutirão virtual de renegociação de dívidas realizou 414 audiências

Médico e deputado estadual, Dr. João sinalizou que a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa está atenta e pronta para ajudar naquilo que for melhor para as cidades e Mato Grosso fazerem o enfrentamento à COVID.

“Temos reais possibilidade de ajudar e socorrer aqueles que mais necessitam e como Cuiabá e Várzea Grande estão no centro da pandemia da COVID 19, pois são procuradas por moradores de outras cidades, Estados e até mesmo países se faz necessário reforçar a capacidade destas cidades em atender a demanda seja ela da própria população ou de outras pessoas”, explicou Dr. João.

Já o deputado Paulo Araújo, servidor de carreira da Saúde Pública Estadual, sinalizou como fundamental e exemplar a atuação dos deputados no imediato socorro das gestões municipais. “Somos a mão do Estado de Mato Grosso que necessita saber os problemas para buscar e criar as soluções”, disse o parlamentar progressista para quem a crise só não é maior por causa da atuação em comum acordo com todos os entes envolvidos.

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros frisou como fundamental o apoio da Assembleia Legislativa na busca de soluções para os problemas que todos tem enfrentado por causa da pandemia. “Todos os esforçossão no sentido de atender aos anseios e vencer a agonia da população pela vida e pela retomada da normalidade”, explicou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262