Connect with us

AGRONEGÓCIO

FRANGO/CEPEA: Diferença entre os valores das carnes de frango e de boi é a 2ª maior da série

Published

on

 

Cepea, 21/1/2022 – Enquanto os preços da carne de frango estão em queda nesta parcial de janeiro (até o dia 20), os da proteína bovina estão em alta. Diante disso, dados do Cepea mostram que, na média parcial deste mês, a diferença entre as cotações do frango inteiro resfriado e da carcaça casada bovina, de 15,48 Reais/kg, é a 2ª maior de toda a série histórica do Cepea, iniciada em 2004. Segundo levantamento da Equipe de Boi do Cepea, apesar da fraca demanda doméstica por carne bovina, devido ao fragilizado poder de compra da maior parte da população brasileira, a oferta restrita de animais para abate mantém os preços da proteína em alta. Por outro lado, para o frango, a demanda vem diminuindo desde outubro, pressionando as cotações. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Leia mais:  CNA discute revisão do padrão oficial de classificação da soja

AGRONEGÓCIO

Aftosa: Fórum festejará 15 anos de área livre sem vacinação em SC

Published

on

Um dos maiores avanços da pecuária catarinense foi a histórica conquista do status de área livre de aftosa sem vacinação para Santa Catarina.  Para comemorar os 15 anos desse acontecimento, a CIDASC com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) promoverá o 5° Fórum Catarinense de Prevenção a Febre Aftosa, na próxima terça-feira (24 de maio), a partir das 9:00 horas da manhã, no Plenarinho da Assembleia Legislativa (ALESC), em Florianópolis.

O evento também poderá ser acompanhado à distância, pois será transmitido pela TV ALESC e disponibilizado em plataformas digitais, inclusive Youtube.

O Fórum é parte dos esforços da FAESC e do Governo para a conscientização sobre doença, seus impactos e a importância da prevenção.

O presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC José Zeferino Pedrozo assinala que a vigilância e a prevenção da Febre Aftosa devem ser permanentes para redução dos riscos de introdução da doença.

Desde 2007, quando a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), em Paris, reconheceu Santa Catarina como área livre de aftosa sem vacinação, a FAESC destacou e valorizou todos os atores que participaram dessa conquista. O Estado de Santa Catarina, em razão de um sério e perseverante trabalho dos produtores rurais, das agroindústrias e do Governo catarinense, criou, manteve e aperfeiçoou um notável sistema de defesa e vigilância sanitária animal que se tornou um paradigma nacional com reconhecimento internacional.

Leia mais:  CNA discute revisão do padrão oficial de classificação da soja

O dirigente enfatiza a atuação especial que teve a CIDASC – Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – na estruturação e fundamentação de todo o processo que culminou com aprovação da OIE.

“Santa Catarina tornou-se uma ilha de sanidade em todo o País porque, paralelamente à produção de alimentos cárneos, opera um avançado e competente sistema de vigilância, fiscalização e controle sanitário que monitora todas as fases da produção pecuária. Esse sistema foi estruturado arduamente e exigiu sacrifícios, investimentos, estudos e pesquisas da sociedade, tornando-se, portanto, um patrimônio dos catarinenses, dos produtores rurais, do Governo e das agroindústrias”, manifesta Pedrozo.

Participação no 5º Fórum Catarinense de Prevenção a Febre Aftosa pode ser confirmada pelo link: https://forms.gle/owiQ2m9Vv8niQ1gn9.

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook
Continue Reading

AGRONEGÓCIO

CNA divulga os finalistas da primeira etapa do Concurso de Queijo Artesanal

Published

on

Brasília (19/05/2022) – O Prêmio CNA Brasil Artesanal Queijos divulgou, na quarta (18), os 15 finalistas da primeira etapa do concurso que passaram pela avaliação técnica da comissão julgadora.

Doze dos 15 selecionados são de Minas Gerais, dos municípios de Airuoca, Alagoa, São Roque de Minas, Andrelândia, Virgínia, Formiga, São Brás do Suaçuí, Itanhandu e Tapira. Os outros dois são de Arapoti (PR) e Iraceminha (SC).

A etapa foi realizada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), que reuniu 12 especialistas para selecionar as amostras por meio de avaliação sensorial, em caráter eliminatório e classificatório.

Produtores de 13 estados cadastrados no Programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais da CNA enviaram mais de 60 queijos que foram classificados quanto ao aspecto global, cor, textura, odor, aroma, consistência e sabor, sensorialmente de acordo com as premissas da ciência de Análise Sensorial.

De acordo com Paulo Henrique Costa Paiva, engenheiro de alimentos e pesquisador da EPAMIG/Instituto de Laticínios de Cândido Tostes, que foi um dos coordenadores da avaliação sensorial dos queijos:

Leia mais:  CNA define ações para irrigação em 2022

“Mesmo com diversas inciativas semelhantes ocorrendo nesse primeiro semestre em todo o Brasil, houve uma boa participação de amostras em todas as categorias. Os jurados elogiaram bastante a qualidade dos produtos de forma geral.”

Ao todo, a iniciativa visa premiar os produtos artesanais inscritos em três categorias: queijos artesanais com tratamento térmico; queijos artesanais com 30 a 180 dias de maturação; e queijos artesanais com adições/aromatizados/condimentados.

A degustação classificou 15 queijos artesanais para as etapas seguintes, cinco por categoria. Essa etapa tem peso de 40% na nota final geral.

Os 15 queijos classificados serão avaliados por júri popular que irá selecionar os produtos conforme análise sensorial, por meio de uma escala hedônica, metodologia científica que tem a função de analisar a aceitação dos consumidores por determinados produtos por meio de uma avaliação que contém uma escala de respostas previamente estabelecida.

Essa etapa será realizada no dia 8 de junho, em Brasília, e terá peso de 50% na nota final geral do concurso.

Leia mais:  Brasil volta a tarifar importação de muçarela de fora do Mercosul

A Comissão Organizadora do prêmio também avaliará a história do produto, item com peso de 10% na nota final geral das amostras participantes. Os resultados e a premiação serão divulgados posteriormente. Além da Epamig, o Sebrae também é parceiro do Sistema CNA no prêmio.

Para conhecer quem são os finalistas, acesse: https://www.cnabrasil.org.br/e…

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262