conecte-se conosco


MT

Frente Parlamentar sem apoio da Assembleia está fadada ao insucesso

Publicado


Foto: Ronaldo Mazza

*Por Faissal Calil

Como outros estados da região Centro-Oeste, Mato Grosso vive índices desiguais e extremos de desenvolvimento socioeconômico. De um lado temos os municípios onde predomina o agronegócio, com índices reconhecidos de desenvolvimento econômico. Do outro lado, temos municípios cheios de potencialidades e recursos naturais que se encontram estagnados por falta de um plano de desenvolvimento, por falta de investimentos do poder público e privado, por falta de iniciativas com capacidade de promover um desenvolvimento mais justo e equânime para todos os municípios mato-grossenses.

Para resolver este contraponto de crescimento intermunicipal criamos em 2019, a Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Rio Cuiabá, iniciativa que tem como objetivo a implementação de um plano de desenvolvimento piloto, com capacidade de promover a expansão socioeconômica sustentável dos municípios da antes denominada baixada cuiabana. Região que incluiu 13 municípios e possui uma população estimada pelo IBGE, no último censo, de 1.041.000 mil habitantes, ou seja, 31.84% da população de Mato Grosso.

Planos de desenvolvimento semelhantes ao que propomos implantar no Vale do Rio Cuiabá já foram desenvolvidos em outras regiões do Brasil, por intermédio de parcerias envolvendo governos, pequenos empreendedores, lideranças comunitárias e o Sebrae. Conhecemos no Rio Grande do Sul o Projeto Líder, programa iniciado em 2015 que trouxe um crescimento socioeconômico considerável  para 43 municípios das regiões da Campanha, Fronteira Oeste e Sul. Um trabalho que promoveu cadeias produtivas, o empreendedorismo, a capacitação profissional, a aplicação de tecnologias inovadoras, a geração de emprego e renda, entre outros benefícios para comunidades e municípios envolvidos no projeto.

Leia mais:  Conjuv divulga lista de entidades deferidas para escolha de representantes da sociedade civil

Desde o início de meu mandado abri mão de privilégios como a verba indenizatória (VI) e o carro oficial a que tenho direito como deputado estadual para que estes recursos economizados – mais de 438 mil reais de VI em 2019 – pudessem ser aplicados em projetos sociais e em iniciativas que gerassem benefícios para população. 

No ano passado solicitamos à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa recursos na ordem de 200 mil reais, para elaboração de um plano de desenvolvimento para região do Vale do Rio Cuiabá. Plano que deveria ser elaborado com a participação do Sebrae, entidade que se comprometeu em doar mais 200 mil reais para custear o referido trabalho. 

Para minha surpresa os recursos que solicitamos para iniciarmos um trabalho tão importante para o desenvolvimento do Estado e de municípios como Cuiabá, Várzea Grande, Barão de Melgaço, Nobres, Poconé, Santo Antônio do Leverger, Jangada, entre outras importantes localidades da região, foi negado para Frente Parlamentar para o Desenvolvimento do Vale do Rio Cuiabá. Em contrapartida, vimos 1 milhão e quatrocentos mil reais da Assembleia Legislativa ser destinado para um evento natalino.

Leia mais:  Conselho da Juventude prorroga escolha de membros representantes da sociedade civil

Apesar da arbitrariedade ocorrida, neste ano que se inicia queremos renovar nossa vontade de continuar lutando para que as iniciativas fundamentais para desenvolvimento dos municípios de nosso estado sejam priorizadas. Acreditamos que o plano de desenvolvimento macroeconômico que lutamos para realizar em 2019 é o primeiro passo para viabilizarmos recursos para região, é o primeiro passo para estimularmos as potencialidades de cada município, sejam elas o turismo, a agricultura familiar, a produção de frutas tropicais, a industrialização do algodão produzido no estado, a piscicultura, o extrativismo, o comércio, os serviços, a economia criativa ou qualquer outra atividade que precise de apoio para se desenvolver.

Acreditamos que planejar também é o primeiro passo para assegurar os resultados esperados, é encontrar alternativas compartilhadas de ações para promover o futuro de prosperidade tão desejado pela nossa sociedade. Acreditamos que é possível a construção de um modelo de desenvolvimento que possa incluir e impulsionar de forma justa e igualitária todos os municípios de Mato Grosso. Em 2020 vamos continuar lutando pelos seus direitos, pela sua cidadania!  

*  Faissal Calil é deputado estadual pelo PV na Assembleia Legislativa de Mato Grosso e coordenador-geral da Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Rio Cuiabá    

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

MT

Governador aponta ‘virada de página’ com inauguração do COT UFMT

Publicado


Mais uma obra remanescente da Copa do Mundo de 2014, retomada e concluída pela atual gestão, foi entregue nesta terça-feira (28.01). Durante todo o dia, o Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT) foi palco de uma extensa programação esportiva e no início da noite o Governo do Estado realizou a entrega oficial à universidade.

Na oportunidade, o governador Mauro Mendes relembrou os esforços para a retomada não só das obras da Copa, mas de outras que estavam paralisadas em todo o estado e falou da expectativa para diversas entregas que serão realizadas ao longo de 2020.

“O COT era uma das responsabilidades que foram assumidas na época da Copa de 2014 e seis anos depois estamos finalizando esta e tantas outras obras que estão pendentes, não só ligadas à Copa, mas que estavam paralisadas em todo o estado. Vale ressaltar que retomamos mais de 200 obras no ano passado e este ano se Deus quiser iremos avançar muito para Mato Grosso virar esta página”, pontuou Mendes.

E foi justamente este rigor na retomada das obras paralisadas, que o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, lembrou como uma das primeiras determinações do governador ao assumir a gestão: retomada as obras, regularizar os pagamentos e dar andamento às tratativas com as empresas responsáveis.

“E não foi só isso. Quero lembrar que juntamente com a entrega da Avenida Parque do Barbado, esta região mudou todo seu perfil, foi mais valorizada. E Cuiabá deve reconhecer a perseverança e o modo de trabalhar deste governo, já que trabalhamos com resultados. A avenida e o COT eram obras que estavam jogadas e que hoje são entregues por esta gestão para a nossa cidade”, comemorou o secretário da Sinfra-MT.

Leia mais:  Conselho da Juventude prorroga escolha de membros representantes da sociedade civil

Com um investimento de R$ 17,1 milhões e uma área construída de 5,4 mil metros quadrados, o COT UFMT tem capacidade para 1.500 pessoas. O complexo esportivo conta com uma pista de atletismo, construída seguindo padrão internacional estabelecido pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT), um campo de futebol que possui quatro torres de iluminação com refletores, além de banheiros, inclusive para pessoas com deficiência, salas de aula, camarotes, lanchonete, sala antidoping, auditório, elevador com acessibilidade e um mirante.

Para o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, toda esta estrutura e investimento dará mais visibilidade ao atletismo mato-grossense. “Essa entrega alça Mato Grosso como um dos estados de ponta na questão do esporte, especialmente no atletismo, que é o esporte que mais traz medalhas para os países olímpicos. Mato Grosso então passa a figurar entre a elite do esporte nacional”, disse Kardec.

O COT da UFMT passa a ser administrado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que em um primeiro momento será utilizado pela faculdade de Educação Física, como explicou a reitora da universidade, Myriam Serra.

“Nós estamos recebendo o COT e a partir de hoje nós começamos a dialogar na comunidade acadêmica, principalmente a faculdade de Educação Física, para que a gente possa administrar este espaço que é da comunidade, que é da UFMT e de Mato Grosso. Este é um espaço excelente e Mato Grosso e o Brasil ganham muito com este complexo”, ressaltou a reitora.

Leia mais:  Infração de trânsito pode ser aplicada por diversos órgãos do sistema nacional de trânsito

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, elogiou a iniciativa do governo e voltou a lembrar do apoio e parceria entre Executivo e Legislativo em prol do cidadão mato-grossense. “O governador Mauro Mendes tomou uma decisão de primeiro retomar essas obras que estavam paralisadas há muito tempo, o que na minha opinião é uma atitude correta, pois trata-se de um governo de resultados. A Assembleia Legislativa está pronta para trabalhar lado a lado com este governo”, pontuou Botelho.

Na oportunidade, o empresário Robério Garcia, da Engeglobal, responsável pela obra, apontou as principais diferenças entre a atual e as outras gestões.

“O governador com esta forma peculiar de gerenciar, ao assumir o Governo quis concluir estas obras e a equipe deste governo repactuou o contrato, efetuou os pagamentos em dia, acabou com a indústria de multa e hoje estamos aqui nesta festa belíssima e esta obra é um exemplo para o Brasil”, finalizou o empresário.

Também estiveram presentes no evento o senador Jayme Campos e o ex-governador Julio Campos, os deputados estaduais Max Russi, Paulo Araújo, Valmir Moretto e Wilson Santos. Além dos secretários de Saúde, Gilberto Figueiredo, de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, de Agricultura Familiar, Silvano Amaral, de Ciência e Tecnologia, Nilton Borgato, o chefe de gabinete do governador, Alberto Machado, procurador-geral do Estado, Francisco Lopes, o controlador-geral do Estado, Emerson Hideki e o comandante da Polícia Militar, coronel Assis.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MT

Animais silvestres voltam ao habitat com ajuda do Corpo de Bombeiros Militar

Publicado


No último fim de semana, o Corpo de Bombeiros Militar trabalhou no resgaste de quatro animais silvestres, três serpentes e um tamanduá, vistos em zonas urbanas de cidades de Mato Grosso. A corporação também retornou os animais para o seu habitat natural.

No sábado (25.01), o Corpo de Bombeiros Militar em Tangará da Serra, capturou uma cobra cascavel. O réptil estava escondido em meio a um amontoado de madeiras em uma residência próxima ao Aeroporto Municipal da cidade. na casa estavam idosos e crianças, que ligaram pa o número 193 solicitando ajuda. A cobra media aproximadamente 1,5m.

Em Alta Floresta, também no sábado, moradores viram uma cobra na rua GS e ligaram para os Bombeiros solicitando a captura do animal. Uma equipe foi até o local e encontrou o animal sobre um gramado na área do passei público. Com tamanho aproximado de 1,3 m e coloração avermelhada, a cobra foi identificada como uma jiboia arco-iris. O animal se mostrou hostil durante a captura, sendo necessário utilizar gancho de captura de cobra, pinção de captura de cobra e caixa de transporte e contenção provisória.

Leia mais:  Infração de trânsito pode ser aplicada por diversos órgãos do sistema nacional de trânsito

Em Juína os bombeiros foram acidonados para captura um tamanduá mirim e uma jiboia, que estavam em uma residência na zona urbana da cidade, no domingo (26). Os dois animais foram levados para uma área de floresta.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262