conecte-se conosco


MUNDO

Maduro convoca protesto mundial contra bloqueio imposto pelos EUA

Publicado

RTP* – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, convocou para sábado ((10) uma jornada mundial de protesto contra a decisão dos Estados Unidos (EUA) de congelar todos os ativos do governo venezuelano em território norte-americano.

“Uno-me ao apelo feito pelo Grande Pólo Patriótico e pelo Congresso Bolivariano dos Povos e faço-o meu, a uma grande jornada mundial de protesto contra o bloqueio de Donald Trump, no sábado, 10 de agosto”, disse.

Nicolás Maduro falou em Caracas, no Panteão Nacional, durante atos que marcaram os 200 anos da Batalha de Boyacá, que representou o fim do domínio espanhol sobre a Nova Granada, atual Colômbia.

“Os povos do mundo protestam contra Donald Trump? Já basta de bloqueio e agressão à Venezuela”, afirmou.

O presidente vnezuelano pediu a máxima mobilização popular, de todos os setores produtivos do país, das instituições do Estado e dos militares para condenar o bloqueio, as agressões e a ingerência norte-americana nos assuntos internos do país.

Maduro pediu que o protesto seja feito também por meio das redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Leia mais:  Papa abre Sínodo dizendo que Amazônia precisa do fogo de Deus

“Mil formas de protesto em Maracaibo, Caracas, Cumaná, em Puerto Ordaz [localidades venezuelanas]. Mil formas de protesto no mundo, em Washington, Madri, Bogotá e mil formas de protesto nas redes sociais e que conheça a verdade de tudo”, disse.

“Façamos livre a Venezuela e vejamos como a América Latina toma o caminho à liberdade”, acrescentou.

Os Estados Unidos congelaram todos os ativos do governo venezuelano, uma decisão anunciada pela Casa Branca na segunda-feira (5) que traduz uma escalada das tensões com o presidente Nicolás Maduro.

A proibição aos norte-americanos de fazer quaisquer negócios com o governo da Venezuela também entrou em vigor imediatamente.

Segundo o ministro venezuelano de Relações Exteriores, Jorge Arreaza, a decisão de Washington “põe em risco os processos petrolíferos da Venezuela”, ao dificultar “a importação de partes e peças” e a obtenção de diluentes e o transporte internacional.

Arreaza garantiu, no entanto, que a Venezuela continuará “firme” na construção de novos caminhos alternativos.

“Perante esses ataques já estamos preparados. Criamos caminhos alternativos porque não cederemos em nenhuma situação”, assegurou.

Leia mais:  Papa abre Sínodo dizendo que Amazônia precisa do fogo de Deus

*Emissora pública de televisão de Portugal

Comentários Facebook

MUNDO

Papa abre Sínodo dizendo que Amazônia precisa do fogo de Deus

Publicado

por

ABr – O papa Francisco disse neste domingo (6), durante a missa de abertura da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan Amazônica, celebrada na Basílica de São Pedro, no Vaticano, que a Amazônia precisa do fogo de Deus e não do fogo ateado por interesses.

“O fogo ateado por interesses que destroem, como o que devastou recentemente a Amazônia, não é o do Evangelho. O fogo de Deus é calor que atrai e congrega em unidade. Alimenta-se com a partilha, não com os lucros.”

Na celebração, Francisco disse ainda que o fogo de Deus é também amor que ilumina, que aquece e dá vida; e não aquele que se “alastra e devora”.

“Quando sem amor nem respeito se devoram povos e culturas, não é o fogo de Deus, mas do mundo. Contudo quantas vezes o dom de Deus foi, não oferecido, mas imposto! Quantas vezes houve colonização em vez de evangelização! Deus nos preserve da ganância dos novos colonialismos.”

O papa pediu que o Espírito de Deus inspire o Sínodo para que renove os caminhos da Igreja Católica na Amazônia. “Reacender o dom no fogo do Espírito é o oposto de deixar as coisas correr sem se fazer nada. E ser fiéis à novidade do Espírito é uma graça que devemos pedir na oração. Ele, que faz novas todas as coisas, nos dê a sua prudência audaciosa; inspire o nosso Sínodo a renovar os caminhos para a Igreja na Amazônia, para que não se apague o fogo da missão.”

Leia mais:  Papa abre Sínodo dizendo que Amazônia precisa do fogo de Deus

O Sínodo da Amazônia ocorre até o dia 27 deste mês, com o tema Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral. A celebração de abertura do evento religioso começou com a entrada de 185 padres sinodais, sendo 58 do Brasil. Estavam presentes também representantes de comunidades indígenas.

*Com informações do Vatican News

Comentários Facebook
Continue lendo

MUNDO

Japoneses vão às compras antes do aumento do imposto sobre o consumo

Publicado

Várias pessoas no Japão têm corrido para lojas a dois dias do planejado aumento do imposto sobre o consumo, que pulará de 8% para 10%.

Lojas foram tomadas por consumidores no último fim de semana antes do reajuste. Muitos querem comprar tanto artigos de luxo quanto produtos de uso diário.

A loja de departamento Tobu, em Ikebukuro, um distrito de Tóquio, ficou lotada neste domingo (29). Clientes compraram grandes quantidades de produtos como loções e cremes hidratantes.

A seção de cosméticos chegou a prolongar uma campanha especial de pontos para o seu programa de fidelidade. As vendas de cosméticos da loja de departamento subiram 32% em setembro deste ano em comparação ao mesmo mês em 2018.

As vendas de roupa de cama aumentaram 50%, impulsionadas por fortes vendas de edredons que custam 700 dólares. Já as vendas de joias subiram cerca de 67%, catapultadas por colares de pérolas que custam aproximadamente dois mil dólares.

Fonte: EBC
Comentários Facebook
Leia mais:  Papa abre Sínodo dizendo que Amazônia precisa do fogo de Deus
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262