conecte-se conosco


Cuiabá

Mais de 140 casais se inscrevem para o Casamento Social

Publicado

José Ferreira

Clique para ampliar

A procura de pessoas que desejam regularizar o estado civil, mas não tem condições de arcar com as despesas financeiras foi grande no primeiro dia das inscrições do Casamento Social Cuiabá 300 Anos. Mais de 140 inscrições já foram realizadas.

As unidades dos Centros de Referências de Assistência Social (Cras) estão sendo os pontos de atendimentos dos casais que desejam realizar o sonho de casar no papel, de forma gratuita.

Essa é uma ação da Prefeitura Municipal de Cuiabá, por meio da Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano juntamente com o Núcleo da primeira-dama, tendo como público alvo famílias de baixa renda, de até um salário mínimo.

Segundo levantamento, mais de 140 inscrições foram realizadas ao longo desta segunda-feira (10). “Em algumas unidades, como por exemplo, dos bairros Getúlio Vargas, Osmar Cabral e Tijucal, as inscrições já foram encerradas, pois para cada uma das 14 unidades, foram liberadas 22 vagas”, disse a primeira-dama Márcia Pinheiro. As inscrições seguem até o dia 01 de julho. Após o período das inscrições e coleta dos documentos exigidos, os pedidos serão encaminhados para o Cartório que fará a análise se as documentações apresentadas estão em conformidade.

Leia mais:  Idosos e PCDs devem identificar veículos com cartão de estacionamento em vaga especial

Durante o processo de realização, o projeto oferecerá curso de formação, em que os casais recebem orientações sobre diversos temas, incluindo a importância das relações familiares para a formação de seus membros, afetividade e sexualidade, planejamento familiar e a saúde da família. Além ainda das roupas, maquiagens, fotografia, convites e até as alianças.

O Cartório do 3º Serviço Notarial da Comarca de Cuiabá que irá oficializar o ato por meio de uma cerimônia coletiva. Ao todo, serão 300 casais que desejam regularizar o estado civil e não têm condições de arcar com as despesas financeiras. A cerimônia do Casamento Social Cuiabá 300 anos será realizada no dia 03 de agosto, às 17 horas, no Hotel Fazenda Mato Grosso.

“O casamento faz parte dos sonhos de todo casal. Entretanto, muitos não têm condições de bancar com as despesas da cerimônia no civil, mas por meio desse projeto social irão poder concretizar o sonho. Nós, enquanto poder público temos o dever de oferecer condições que propiciem o bem-estar das famílias, trabalhando a favor da inclusão social e no fortalecimento dos vínculos”, concluiu Márcia Pinheiro.

Leia mais:  Pista da Av. das Torres será estendida para garantir mobilidade durante obra

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Cuiabá

Professores da rede pública de Cuiabá participaram do encontro nacional de Matemática

Publicado

por

Jorge Pinho

Cerca de 150 professores da rede pública municipal de Ensino participaram esta semana do 13º Encontro Nacional de Educação Matemática (ENEM), que teve como tema, a “Educação Matemática com as Escolas da Educação Básica: Interações entre pesquisa e salas de aula”. Dividido em três eixos, Práticas Escolares, Pesquisa em Educação Matemática e Formação de Professores, o evento teve como objetivo, contribuir para melhorar os processos de ensinar e de aprender matemática nas Escolas da Educação Básica do Brasil.

Cerca de 4 mil pessoas, entre estudantes, pesquisadores, professores, mestres e doutores no assunto compartilharam suas experiências, novos métodos de ensino da Matemática e participaram de uma feira com 74 experimentos selecionados, mostrando atividades diferenciadas e aplicações da Matemática para a Educação Especial, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Médio e Superior.

Segundo Márcio Rodrigues que é professor da Unemat, e coordenador local do 13º Encontro Nacional de Educação Matemática, essa é a primeira vez que Mato Grosso sedia um evento de tamanha importância para a ciência, pesquisa, ensino, qualificação e aprendizado de novas tecnologias da Matemática. O encontro também marcou as comemorações dos 300 anos de Cuiabá.

“O encontro de educação em Matemática congregou professores da Educação Básica, alunos da graduação, pedagogia, e pesquisadores de todos os estados brasileiros. Também participaram mais de 15 países, entre eles, da América do Sul, a Argentina e a Venezuela, entre outros no que é o maior encontro sobre o assunto do Brasil”, disse ele anunciando que a próxima edição do evento, a 14º, já tem cidade escolhida, será em Natal, no Rio Grande do Norte, em 2022.

Leia mais:  Inscrição de processo seletivo para conselheiros tutelares é prorrogada até as 16h desta segunda-feira (15)

A Sociedade Brasileira de Educação Matemática é quem organiza todos os encontros. Sem fins lucrativos a entidade reúne professores das universidades para promover ações como essas. “Encontros como esses, servem para compartilhar experiências”, explicou Marcio Rodrigues avaliando que ao final, essa troca de conhecimentos, impacta positivamente no aprendizado das crianças.

O compartilhamento de experiências muda a prática de ensino da Matemática, por isso é importante que o professor da Educação Básica e o pesquisador, tenham esse tipo de contato, para balizar ações  do educador na sala de aula. “Nós como professores, quando fazemos o curso de graduação, saímos com uma única compreensão; devermos ser eternos aprendizes, para continuar aprendendo e levando sempre coisas novas para os alunos”, destacou Marcio Rodrigues.

Novas experiências

Para a professora Laura Izabel Marques Vasconcelos, da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Profª Maria Dimpina Lobo Duarte, a experiência foi válida, e serviu para renovar e aprender novos conceitos.  A professora falou sobre os cursos oferecidos na Feira da Matemática, que vão contribuir para melhorar a prática pedagógica. “Acabei de sair de uma oficina de soroban (ábaco japonês), onde aprendi as quatro operações, de forma muito significativa. Nossos alunos aprendem o material para fazer as atividades em sala de aula”, comentou a professora Laura.

Rosélia Lanague, professora na EMEB Dep. Ulisses Silveira Guimarães, formada em Matemática e Pedagogia, disse que a experiência foi importante para os profissionais da rede que puderam participar e mostrou nas oficinas, maneiras diferenciadas e lúdicas do aluno aprender. “O que levo daqui são inovações tecnológicas na área de Educação que complementam o meu conhecimento, melhorando e vão melhorar minha atuação em sala de aula”, concluiu a pedagoga.

Leia mais:  Prefeito entrega praça no Três Barras e reforça compromisso de levar espaços de lazer à regiões mais distantes

A professora Juscelda Matana, que trabalha na graduação, pós-graduação e ensino fundamental, além de ser professora da rede, também se disse entusiasmada com as palestras. Para ela, o treinamento é único e um fato inédito para os professores em Cuiabá, não importando a profissão que o cidadão exerce, porque a matemática é fundamental na nossa vida. “Nós vivenciamos a Matemática a cada momento, a cada instante em nossas vidas, então devemos pensar no ensino da Matemática não só na escola”, disse ela.

A professora Cecilia Batista Campos, ensina a disciplina na rede básica e integra a equipe de formação da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá. Para ela, os debates e experiências foram importantes para formação dos professores, já que as tecnologias fazem parte da educação e da prática pedagógica. “Os ensinamentos aprendidos aqui vão enriquecer a pratica do professores e ajudar na metodologia em sala de aula”, terminou a docente.

Encontro

O Encontro Nacional de Educação Matemática é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, Regional Mato Grosso (SBEM), organizado pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), com apoio das prefeituras de Cuiabá e de Várzea Grande, por meio das secretarias municipais de Educação dos dois municípios. O evento foi aberto no domingo (14) e encerrado nesta quarta-feira (17).

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Continue lendo

Cuiabá

Consumidores já podem solicitar o bloqueio de ligações das empresas de telecomunicações

Publicado

por

Divulgação

O cadastro nacional “Não me Perturbe” entrou em vigor desde terça-feira (16) a fim de conter ligações indesejadas de prestadores de serviços de telecomunicações, a exemplo da telefonia móvel, fixo, TV por assinatura e internet. Entretanto, o sistema não se estende para empresas de outros setores.

O pedido de bloqueio deve ser efetuado na página www.naomeperturbe.com.br, preencher o formulário com nome, CPF, e-mail e o número de telefone e solicitar o bloqueio. A medida que foi determinada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em junho deste ano, possibilita ao consumidor realizar o bloqueio desse serviços de telemarketing com ofertas de produtos. “O Procon Municipal considera essa alternativa de bloqueio de chamadas indesejadas, uma grande conquista aos consumidores, que são incomodados em momentos e horários inapropriados, pois as empresas não estabelecem limites, ligando a qualquer hora do dia ou da noite, seja dia de semana, sábados, domingos e até mesmo em feriados”, disse o secretário adjunto de Defesa do Consumidor, Gustavo Costa.  

Leia mais:  Cata-treco amplia atendimento e chega a 120 bairros atendidos em seis meses

A suspensão das chamadas pelas empresas de telecomunicações deve ocorrer em até 30 dias, contados a partir da data de cadastramento. “É muito importante que o consumidor observe se o site que irá realizar o cadastro é o site oficial, pois do contrário irá repassar informações para pessoas com outras intenções, causando com isso um prejuízo e um desconforto ainda maior”, observou.

Caso o consumidor se cadastre na lista e ainda assim receba alguma ligação com ofertas das empresas selecionadas, é importante que deixe claro ao atendente o registro do seu número na lista “não me perturbe” e peça o protocolo da ligação indesejada. “Em posse dessas informações, o consumidor deve registrar a reclamação junto ao órgão de defesa para poder notificar a Empresa, dando um prazo para justificativa e até mesmo contestação da denúncia. Em casos de descumprimento por parte da Empresa, das notificações recebidas do Procon, a multa pode chegar ao valor de até R$ 3 milhões”, destacou Costa.  

O “Não Me Perturbe” consiste em uma base de dados centralizada, que coleta as informações dos usuários que não possuem interesse em receber este tipo de ligação. “O consumidor tem todo direito de escolher a opção de não ser perturbado”, conclui o secretário.

Leia mais:  Idosos e PCDs devem identificar veículos com cartão de estacionamento em vaga especial

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana