conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso registra 38 mortes de vítimas femininas de janeiro a maio

Publicado

O número de homicídios envolvendo vítimas femininas em Mato Grosso, entre janeiro e maio de 2019, manteve-se igual ao mesmo período do ano passado, com 38 casos em cada ano. O levantamento, feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), é referente às mortes de mulheres, incluindo todas as motivações, e não apenas feminicídios.

O dia da semana que mais apresentou registros foi a sexta-feira, com oito casos, seguido de quarta-feira, com sete. No domingo, quinta-feira e sábado foram registrados cinco homicídios em cada dia, enquanto na segunda-feira e terça-feira foram quatro cada.

A arma de fogo foi o meio mais empregado, conforme o levantamento, com 39% dos casos. Arma cortante ou perfurante foi utilizada em 32% das mortes, seguida por “outros”, com 18%; arma contundente, com 8%, e força muscular, responsável por 3% dos casos.

Já quanto a motivação, a maioria dos casos foi identificada como passional (37%), enquanto em 29% as circunstâncias ainda serão apuradas. Envolvimento com drogas corresponde a 16% das motivações, vingança a 10%, rixa a 5% e álcool a 3% dos casos.

Leia mais:  Formação para assessores pedagógicos visa fortalecer educação indígena de MT

Os dados

A fonte dos dados é o Sistema de Registro de Ocorrências Policiais (SROP), que congrega todos os Boletins de Ocorrências da Polícia Militar (PM-MT) e Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

É importante reforçar que os números são referentes a homicídios envolvendo vítimas femininas, e nem todos os casos são identificados como feminicídios. Este levantamento específico será feito semestralmente pela Coordenadoria de Estatística da Sesp, pois trata-se de uma qualificadora que é averiguada ao longo da investigação criminal.

Fonte: GOV MT

Mato Grosso

PM recuperou e localizou mais de 2.400 veículos em todo estado

Publicado

por

A Polícia Militar de Mato Grosso recuperou e localizou 2.496  mil veículos no primeiro semestre de 2019 em todo o Estado. O dado leva em conta motocicletas, caminhonetes, carros de passeio e outros veículos, roubados ou furtados, que foram devolvidos aos seus proprietários.

O relatório divulgado pela Superintendência de Planejamento Operacional e Estatístico da Polícia Militar (SPOE) aponta que dos 2.496  mil veículos localizados ou recuperados por policiais militares, 1.102 são motocicletas, 1.148 automovéis, 107 caminhonetes entre outros  veículos.

O superintendente da SPOE, tenente-coronel Sebastião Carlos destaca que o grande número de veículos automotores recuperados é resultado da intensificação de ações preventivas e ostensivas. O tenente-coronel diz ainda que a população é também uma grande aliada, já que muitas pessoas repassam informações que colaboram no tempo resposta das ocorrências de roubo e furtos no estado.

Fonte: GOV MT
Leia mais:  Policiais abraçam projeto de doação de cabelos e mobilizam redes sociais
Continue lendo

Mato Grosso

Trilhas do Parque da Serra Azul são reabertas ao público

Publicado

por

Trilhas do Parque Estadual da Serra Azul, em Barra do Garças, foram reabertas ao público, de forma experimental, no dia 09 de julho. O local recebe os visitantes de terça-feira a domingo. A previsão é reabrir o parque em sua totalidade no segundo semestre de 2019.

As segundas-feiras são reservadas para a manutenção do parque e compensa da jornada de trabalho da equipe, por isso ele permanece fechado. 

A decisão de reabrir o parque foi tomada após uma reunião do Conselho Consultivo no dia 18 de junho. No encontro foram estabelecidos alguns limites para a conservação da área interna, como o limite de 30 ciclistas por dia. Para o acesso às caminhadas nas trilhas o número de pessoas é ilimitado. 

Durante a etapa experimental de reabertura, veículos automotivos só serão permitidos caso estejam transportando idosos, crianças e/ou pessoas com deficiência, com permissão de 10 carros por dia. 

Também poderão adentrar às vias internas do Parque três ônibus (40 lugares) e três vans (25 lugares) diariamente. É exigido que ao menos 70% da lotação do veículo esteja ocupada para caracterizar transporte coletivo.

Leia mais:  MTI renova parceria e mantém acesso à internet gratuita nos parques de Cuiabá

É necessário ter atenção aos horários para não permanecer no interior do parque após o entardecer. A maior parte da fauna da região tem hábitos noturnos e por esse motivo os horários de entrada levam em conta o tempo necessário para saída antes do pôr-do-sol.

Trilhas

De bioma cerrado, o Parque Estadual da Serra Azul possui a trilha das Cachoeiras com percurso estimado de 2,35 Km. O turista tem a opção de seguir na trilha contracorrente do Córrego Voadora ou na direção normal do fluxo da água.

Aos que desejarem subir, a entrada será via Clube da Usina e via Pé da Serra.

Caso se opte por descer, o visitante terá como ponto de partida a Unidade de Fiscalização e Monitoramento II (UFM II) (antiga Chácara da Prefeitura, porteira antes do Córrego Voadeira).

Horários

Os horários para entrada no Parque Estadual da Serra Azul são:

Escadaria da Fé – 06h às 11h e 15h às 18h
Guarita Principal (Estrada do Cindacta) – 07h às 15h horas (veículos 16h).
Clube da Usina (Área privada) – 08h às 15h.
Pé da Serra (Área privada) – 08h às 15h.

Leia mais:  Formação para assessores pedagógicos visa fortalecer educação indígena de MT

Horário de funcionamento das unidades administrativas da Gerência Regional do Parque Estadual da Serra Azul:

Centro de Atendimento ao Visitante (CAV) funcionará das 08h às 17h.
A UFM I (Mirante do Cristo) – 07h às 11h30 e das 15h às 18h30.
A UFM II (Porteira, “Chácara da Prefeitura”) – 08h às 15h.
Sala da Gerência (SEMA Av. Min. João Alberto) – 12h às 18h.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana