conecte-se conosco


MT

Mauro Mendes anuncia que vai reformar Hospital Regional de Barra do Bugres

Publicado

Anúncio foi feito pelo governador  nesta segunda-feira (25.05)

O Governo do Estado vai reformar a estrutura física do Hospital Regional de Barra do Bugres (165 km de Cuiabá), que atende pacientes de pelo menos dez municípios da região Oeste de Mato Grosso.

Por Lucas Rodrigues – O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes, na tarde desta segunda-feira (25.05), após reunião com o vice-governador Otaviano Pivetta; o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo; e os prefeitos Raimundo Nonato (Barra do Bugres), Eliane Lins (Denise) e Rafael Machado (Campo Novo do Parecis).

“Decidimos que o Governo do Estado de Mato Grosso, em parceria com o Consórcio Intermunicipal da região, fará uma grande reforma no Hospital Regional de Barra do Bugres. Nos próximos 60 dias, faremos um grande planejamento e todo o projeto, que vai ficar a cargo da Secretaria de Estado de Saúde e da nossa equipe de engenharia”, explicou o governador.

Mendes agradeceu aos prefeitos das localidades e aos deputados da base na Assembleia Legislativa pela articulação constante em concretizar a ação.

Leia mais:  Mauro Mendes firma cooperação para facilitar parcerias comerciais com a China

“Faremos uma grande reforma naquela unidade, com dignidade e qualidade, para fornecer um serviço de saúde de qualidade para aquela importante região”, afirmou.

De acordo com o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, todo o planejamento para a obra deve ser finalizado em até 60 dias, e vai englobar não só a melhoria da estrutura física, mas também a aquisição de equipamentos mais modernos para atendimento à população.

“O que vamos fazer agora é o planejamento de como podemos fazer esse investimento na modernização, sem necessariamente paralisar as atividades. Nossa equipe vai fazer o projeto junto com o Consórcio para tornar o hospital mais moderno, no nível de requinte que estamos fazendo nos demais hospitais do Governo do Estado”, reforçou Figueiredo.

Para o prefeito de Barra do Bugres, Raimundo Nonato, a obra é “um sonho” da população de toda a região que é atendida pelo hospital.

“Essa obra é de uma importância muito grande para nós. Barra do Bugres todinha está na expectativa. Esse hospital é um sonho de todo mundo e esse sonho a gente sente que será realizado. E estamos muito contentes com o governador, porque não é só esse projeto. Muitas outras coisas estão sendo realizadas no município. Em tão pouco tempo já fez muito e tenho certeza que vai fazer muito mais”, destacou.

Leia mais:  Quarta-feira (20): Mato Grosso registra 203.734 casos e 4.877 óbitos por Covid-19

O Hospital Regional de Barra do Bugres atende pacientes de ao menos outros dez municípios: Tangará da Serra, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Nova Marilândia, Santo Afonso, Arenápolis, Denise, Nortelândia e Porto Estrela.

Desde o ano passado, o Governo de Mato Grosso tem investido em reformas em diversas unidades hospitalares em todas as regiões do Estado. Há obras em andamento nos hospitais regionais de Sorriso, Sinop, Alta Floresta e Colíder.

Além disso, foram criados 147 novos leitos exclusivos para o coronavírus na Santa Casa, em Cuiabá, e a reforma e ampliação do Metropolitano, em Várzea Grande, que agora possui 278 leitos para o atendimento de pacientes com Covid-19.

Comentários Facebook

MT

Novo presidente e vogais da Junta Comercial tomam posse

Publicado

Três novas entidades passam a integrar o conselho de vogais da Jucemat, que tem a partir de agora 14 cadeiras

O Governador Mauro Mendes deu posse ao novo presidente e aos vogais da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat) nesta quarta-feira (20.01), no Palácio Paiaguás. O contador Manoel Lourenço Silva assume a autarquia com a missão de avançar ainda mais na desburocratização e melhoria da prestação de serviços. 

Por Lorena Bruschi – Três novas entidades passam a integrar o conselho de vogais da Jucemat, que tem a partir de agora 14 cadeiras com a participação da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Mato Grosso (FCDL/MT), Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (FACMT) e Organização e Sindicato das Cooperativas Brasileiras (OCB/MT).

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, ressalta a importância da participação de novas entidades no conselho consultivo da autarquia para somar com a experiência, e a vivência, de setores importantes da economia, que são usuários do sistema da Jucemat.

“Quero mais uma vez agradecer ao presidente, e aos vogais que tomaram posse aqui hoje, por terem aceitado essa missão de estar junto conosco para contribuir com o desenvolvimento do estado. Queremos que a Junta continue no caminho de modernização e eficiência do serviço público que estamos trilhando, e possa prestar um serviço cada vez melhor aos empreendedores de Mato Grosso”, afirma o governador.

Leia mais:  Seduc assina ordem de serviço para concluir obras de escola estadual

O novo presidente, Manoel Lourenço Silva, avalia a importância continuar evoluindo os serviços e torná-los cada vez mais automáticos e digitais. “O nosso foco será trazer os empresários para perto da Jucemat, e estarmos juntos, para que eles se sintam seguros que podem contar com a Junta. E para que possamos evoluir em termos de digitalização e que os empresários que querem abrir uma empresa tenham o registro de forma fácil, e que mais portas se abram em Mato Grosso”.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda, a Jucemat presta um papel estratégico para o desenvolvimento de um ambiente que atrai novos negócios, que consequentemente, gera desenvolvimento econômico para o estado.

“A Junta Comercial é um orgulho mato-grossense, uma referência nacional, vem prestando um grande serviço ao cidadão. Esse processo de informatização que começou na gestão da presidente Gercimira, e que vai ter uma continuação agora com a nova gestão, vai facilitar a vida do cidadão, de quem quer empreender, e do cidadão que precisa das informações da Junta Comercial”, avalia.

Novos vogais

Foram nomeados como representantes da FCDL/MT como titular Luiz Fernando Medeiros Lima, e como suplente Caio Henrique Moreira Ramon; da FAC/MT titular Mariza Aparecida Bazo, e suplente Rita de Cássia Matos; da OCB/MT como titular Valéria Grecco Teixeira, e como suplente Carlos Alberto de Oliveira Paes.

Leia mais:  Mato Grosso firma parceria com o Google para melhorar ensino público

Também foram empossados como representantes do governo o novo presidente e Normar Sueli, como titulares, e Carlos Alberto do Prado e Gledisson Fleury, como suplentes. O Conselho de Regional de Administração (CRA/MT) indicou como vogal suplente Lécio Victor Monteiro da Silva Costa.

O colégio de vogais empossado tem mandato de quatro anos e representa a opinião da sociedade organizada dentro à Junta Comercial, onde são responsáveis pelo julgamento de processos em decisão colegiada, entre outras ações.

Outros órgãos e entidades que possuem participação no colégio são: a União, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), o Conselho Regional de Administração de Mato Grosso (CRA-MT) a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio), Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), o Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRC-MT), Conselho Regional de Economia (Corecom-MT).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MT

Quarta-feira (20): Mato Grosso registra 203.734 casos e 4.877 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (20.01), 203.734 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.877 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.609 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 203.734 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.868 estão em isolamento domiciliar e 188.925 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 292 internações em UTIs públicas e 332 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 72,68% para UTIs adulto e em 38% para enfermaria adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (44.801), Várzea Grande (13.692), Rondonópolis (13.543), Sinop (10.816), Tangará da Serra (8.986), Sorriso (8.899), Lucas do Rio Verde (8.244), Primavera do Leste (6.253), Cáceres (4.753) e Nova Mutum (4.254).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia mais:  Mauro Mendes firma cooperação para facilitar parcerias comerciais com a China

O documento ainda aponta que um total de 172.557 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 413 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última terça-feira (19.01), o Governo Federal confirmou o total de 8.573.864 casos da Covid-19 no Brasil e 211.491 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.511.770 casos da Covid-19 no Brasil e 210.299 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quarta-feira (20.01).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia mais:  Novo presidente e vogais da Junta Comercial tomam posse

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262