conecte-se conosco


MT

Mauro Mendes consegue equilibrar contas de Mato Grosso após quatro anos com deficit

Publicado

Mato Grosso volta ao equilíbrio financeiro, depois de quatro anos no vermelho

O Governo de Mato Grosso conseguiu fechar um ciclo negativo e, pela primeira vez depois de quatro anos, fechou as contas no azul, ou seja, gastou menos do que arrecadou.

Laice Souza – De acordo com o balanço, a receita de 2019 foi de R$ 20.745 bilhões e a despesa foi de R$ 19.875 bilhões, tendo um saldo positivo de R$ 870 milhões.

Na avaliação do governador Mauro Mendes, o resultado é reflexo de todas as medidas adotadas no decorrer do ano de 2019, que contribuíram para estancar o crescimento das despesas.

“Cortamos cargos, diminuímos o número de secretarias de 24 para 15, renegociamos contratos, reduzimos o custo da máquina pública e o crescimento da folha de pagamento, além do trabalho realizado pelos servidores públicos na contenção dos gastos e eficiência na prestação do serviço. O resultado é um Estado mais equilibrado e que está retomando o rumo do crescimento”, afirmou Mauro Mendes.

Leia mais:  Resolução emergencial limita público interno na Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Conforme os números oficiais, em 2015 o Estado arrecadou R$ 14.055 bilhões e teve uma despesa de R$ 14.353 bilhões, o que correspondeu a uma dívida que ficou sem pagar no valor de R$ 298 milhões. No ano seguinte, o saldo negativo entre despesas e receita ficou maior e alcançou R$ 386 milhões. Já em 2017, o governo arrecadou R$ 16.554 bilhões e gastou R$ 18.187 bilhões, saltando para R$ 1.633 bilhão de despesa contraída e não paga naquele ano.

Os números também comprovam que, em 2018, a relação entre receita e despesa foi mantida no negativo. Naquele ano, foram arrecadados R$ 18.112 bilhões, enquanto a despesa foi de R$ 18.680 bilhões, o que deixou uma dívida sem pagar de R$ 558 milhões.

“Com esse resultado positivo, é possível demonstrar que o trabalho realizado pelas nossas equipes e servidores está no rumo certo. Vamos continuar trabalhando muito nesse ano de 2020 para que seja possível desburocratizar a máquina pública, melhorar ainda mais a prestação de serviço especialmente nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e segurança”, destacou Mendes.

Leia mais:  “Precisamos salvar vidas sem arruinar vidas”, afirma Mendes

Ainda de acordo com ele, a melhoria da situação financeira já tem reflexos em prol da sociedade, como a reforma de seis hospitais (Regionais de Sorriso, Sinop, Alta Floresta, Rondonópolis, Metropolitano de Várzea Grande e o hospital Adauto Botelho); obras em 82 escolas, além da manutenção em outras 200 unidades; e a entrega de 64 obras de infraestrutura em dezenas de cidades e outras 119 obras em andamento, entre pontes, recuperação de rodovias e pavimentação asfáltica.

Comentários Facebook

MT

Mato Grosso convoca classificados no processo seletivo de três hospitais regionais

Publicado

por

Os convocados devem se apresentar entre os dias 27 de março e 1° de abril de 2020, no setor de Recursos Humanos da unidade de saúde para a qual foi convocado

Por Carlos Celestino – O Governo de Mato Grosso publicou na edição do Diário Oficial que circula nesta sexta-feira (27.03), o edital de convocação de 18 candidatos classificados no processo seletivo de três hospitais regionais.

Para o Hospital Regional de Alta Floresta estão sendo convocados: um (1) enfermeiro e quatro (4) técnico em enfermagem. Para o Hospital Regional de Sorriso, as vagas são: um (1) auxiliar em farmácia, sete (7) enfermeiro e um (1) maqueiro.

A terceira convocação é para o Hospital Regional de Cáceres, para os seguintes cargos: um (1) enfermeiro auditor, um (1) técnico em radiologia e um (2) enfermeiro. Para acessar o documento com o nome de todos os candidatos, clique aqui (página 23 e 24).

Os convocados devem se apresentar entre os dias 27 março e 1° de abril de 2020, no setor de Recursos Humanos da unidade de saúde para a qual foi convocado, das 8h às 11h e das 13h às 17h, para a entrega dos documentos obrigatórios, conforme consta no edital.

Leia mais:  Governo de Mato Grosso garante na Justiça que serviços essenciais sejam mantidos na capital

Comentários Facebook
Continue lendo

AGRONEGÓCIO

Decreto mantém atividades essenciais e comércio de itens da Agricultura Familiar em Mato Grosso

Publicado

por

Também está permitida a circulação de veículos em rodovias municipais e estaduais, destinados ao transporte de mercadorias e insumos

Diante do quadro de sério risco de infecção e contaminação pelo COVID-19, a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SEAF) vem manifestar sua preocupação com o Setor Produtivo de Mato Grosso e, apesar do panorama de insegurança e temeridade, reforçar a necessidade do cumprimento das medidas de contenção ao avanço da pandemia.

Por Naiara Martins – Recomendamos aos produtores que o momento requer cautela e prevenção, e que por isso, será necessário o empenho de todos no cumprimento de regras rígidas de prevenção e combate ao coronavírus.

Entre as principais medidas consolidadas pelo novo decreto do Governo do Estado, que circulou no Diário Oficial desta quinta-feira (26.03), está a necessidade da manutenção do isolamento social, seguida por uma série de providências, a fim de reduzir as chances de proliferação do vírus. O documento lista as atividades que poderão continuar a operar durante o período que durar a pandemia e também aquelas que ficarão restritas.

Leia mais:  Faissal apresenta emenda que proíbe corte de luz e água em razão do combate ao Coronavírus

Apesar do decreto prever a proibição de atividades praticadas ao ar livre, como o funcionamento de feiras e outros eventos que demandem aglomeração e reunião de pessoas, estão permitidas as atividades supermercadistas de pequeno, médio e grade porte, atacadista e pequeno varejo alimentício, padarias, restaurantes, cafés e congêneres, açougues e peixarias, desde que cumpram as regras para retirada no local ou na modalidade delivery. Também está permitida a circulação de veículos em rodovias municipais e estaduais, destinados ao transporte de mercadorias e insumos.

A comercialização de produtos da Agricultura Familiar está mantida, assim como a movimentação dos produtores para a retirada dos itens, além do acesso ao setor comercial. Os estabelecimentos comerciais deverão manter o controle de acesso para evitar aglomerações, e respeitar as regras de distanciamento mínimo de 1,5 metro, higienização das mãos e outras normas sanitárias de prevenção e combate ao novo coronavírus.

Bem como alguns órgãos públicos do Governo de Mato Grosso, a SEAF informa que mantém o atendimento ao público em horário reduzido, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

Leia mais:  Mauro Mendes decreta situação de emergência em Mato Grosso

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262