conecte-se conosco


MT

Mauro Mendes destaca importância do Fethab para execução de obras no interior

Publicado

Governador afirmou que “ajudar as prefeituras é ajudar o cidadão”

O governador Mauro Mendes afirmou que o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), que foi renovado no início da atual gestão, tem sido fundamental para que o Estado possa retomar centenas de obras de infraestrutura no interior de Mato Grosso.

Por Lucas Rodrigues – Duas dessas obras foram anunciadas nesta quinta-feira (27.02), durante a assinatura de termos de cooperação entre o Governo e as prefeituras de Porto dos Gaúchos e Ipiranga do Norte.

Por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra), o Estado vai investir um total de R$ 56 milhões em prol das duas regiões, nas obras de pavimentação de 64,13 km na Rodovia MT-220, trecho do entroncamento da BR-163 até o entroncamento da MT-170, em Porto dos Gaúchos, e nas obras de pavimentação de 22,14 km na Rodovia MT-010, trecho do entroncamento da MT-484 até o entroncamento da MT-242, em Ipiranga do Norte.

Em contrapartida, os municípios deverão investir na limpeza e sinalização da área, bem como em obras complementares e no controle e recuperação ambiental. As obras em Porto dos Gaúchos devem ser concluídas em até de dois anos e em Ipiranga do Norte em até oito meses.

“O Fethab existe há 20 anos e nunca deu tanto retorno para o cidadão que vive no interior de Mato Grosso quanto agora. No ano passado demonstramos isso. Conseguimos restabelecer várias e várias obras. Esse ano vamos continuar muitas das que iniciamos, além de novas que receberão ordens de serviço e muitas serão licitadas. Teremos um grande programa de pontes do Governo e um grande programa de pontes em parcerias com os prefeitos. Porque ajudando as prefeituras estamos ajudando o cidadão. Estamos aqui abertos a ajudar todos os cidadãos e em todos os municípios. É uma nova metodologia de trabalhar, baixando o custo”, declarou.

Leia mais:  Mauro Mendes decreta situação de calamidade pública em Mato Grosso

Segundo Mendes, a aprovação do Fethab pela Assembleia Legislativa foi fundamental para que o Governo pudesse colocar mais de 200 obras em andamento por todo o Estado – muitas já concluídas ainda em 2019.

“É uma alegria grande ver essas soluções sendo pensadas e implementadas. É dever do Estado produzir uma sinergia para entregar resultados melhores para a nossa população. E ser bom é ser responsável, é ter coragem de tomar as decisões corretas, que muitas vezes são doloridas. Elas não são fáceis de tomar. Ano passado retomamos mais de 200 obras, porque o Governo teve a coragem de tomar decisões difíceis e necessárias e elas produziram um Estado mais equilibrado, que está pagando seus fornecedores literalmente em dia. É uma mudança de comportamento do Estado. Há muitos servidores envolvidos para isso acontecer, assim como a parceria da Assembleia Legislativa”, destacou.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Oliveira, as parcerias com os municípios tornam as obras mais econômicas ao Poder Público, uma vez que as prefeituras ficam responsáveis pela licitação de parte dos itens que compõem as obras.

Leia mais:  Confirmado primeiro caso de coronavírus em Mato Grosso

“Estamos fazendo obras de 64 km de porto dos gaúchos, lançando a obra por R$ 44 milhões. Com o deságio, essa obra pode sair por R$ 40 milhões, ou seja, R$ 600 mil por quilômetro, bem mais barato que a média. Na prefeitura de Ipiranga do Norte, são 22 quilômetros e estamos lançando a licitação por R$ 12 milhões. Com o deságio, a obra pode sair a R$ 500 mil por quilômetro”, explicou.

O prefeito de Porto dos Gaúchos, Moacir Piovezan, relatou que essa obra é uma demanda antiga da região. Ele também agradeceu o empenho do governador, do secretário de Infrestrutura e do vice-governador Otaviano Pivetta – também presente na assinatura – para que a cooperação pudesse sair do papel.

“O Vale do Arinos produz hoje mais de 300 mil hectares e tem projeção de produzir mais de 1 milhão de hectares de soja. Além de ser uma obra, é um investimento do Estado que, com certeza, vai ser retribuído e incentivar a produção agrícola na região. Eu estou no meu segundo mandato e passei por dois governadores. Eles não ajudaram 10% do que essa gestão está fazendo lá com a nossa região”, disse.

Já o prefeito de Ipiranga do Norte, Pedro Ferronato, garantiu que o anúncio da parceria representa “uma alegria para toda a nossa comunidade”.

“Estamos prontos para ajudar, para que tudo o que for de obrigação do município fique pronto nesse prazo de oito meses para a conclusão da obra”, afirmou.

Comentários Facebook

MT

Mato Grosso convoca classificados no processo seletivo de três hospitais regionais

Publicado

por

Os convocados devem se apresentar entre os dias 27 de março e 1° de abril de 2020, no setor de Recursos Humanos da unidade de saúde para a qual foi convocado

Por Carlos Celestino – O Governo de Mato Grosso publicou na edição do Diário Oficial que circula nesta sexta-feira (27.03), o edital de convocação de 18 candidatos classificados no processo seletivo de três hospitais regionais.

Para o Hospital Regional de Alta Floresta estão sendo convocados: um (1) enfermeiro e quatro (4) técnico em enfermagem. Para o Hospital Regional de Sorriso, as vagas são: um (1) auxiliar em farmácia, sete (7) enfermeiro e um (1) maqueiro.

A terceira convocação é para o Hospital Regional de Cáceres, para os seguintes cargos: um (1) enfermeiro auditor, um (1) técnico em radiologia e um (2) enfermeiro. Para acessar o documento com o nome de todos os candidatos, clique aqui (página 23 e 24).

Os convocados devem se apresentar entre os dias 27 março e 1° de abril de 2020, no setor de Recursos Humanos da unidade de saúde para a qual foi convocado, das 8h às 11h e das 13h às 17h, para a entrega dos documentos obrigatórios, conforme consta no edital.

Leia mais:  ALMT publica resolução com novas determinações para enfrentamento ao novo coronavírus

Comentários Facebook
Continue lendo

AGRONEGÓCIO

Decreto mantém atividades essenciais e comércio de itens da Agricultura Familiar em Mato Grosso

Publicado

por

Também está permitida a circulação de veículos em rodovias municipais e estaduais, destinados ao transporte de mercadorias e insumos

Diante do quadro de sério risco de infecção e contaminação pelo COVID-19, a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SEAF) vem manifestar sua preocupação com o Setor Produtivo de Mato Grosso e, apesar do panorama de insegurança e temeridade, reforçar a necessidade do cumprimento das medidas de contenção ao avanço da pandemia.

Por Naiara Martins – Recomendamos aos produtores que o momento requer cautela e prevenção, e que por isso, será necessário o empenho de todos no cumprimento de regras rígidas de prevenção e combate ao coronavírus.

Entre as principais medidas consolidadas pelo novo decreto do Governo do Estado, que circulou no Diário Oficial desta quinta-feira (26.03), está a necessidade da manutenção do isolamento social, seguida por uma série de providências, a fim de reduzir as chances de proliferação do vírus. O documento lista as atividades que poderão continuar a operar durante o período que durar a pandemia e também aquelas que ficarão restritas.

Leia mais:  Governo de Mato Grosso garante na Justiça que serviços essenciais sejam mantidos na capital

Apesar do decreto prever a proibição de atividades praticadas ao ar livre, como o funcionamento de feiras e outros eventos que demandem aglomeração e reunião de pessoas, estão permitidas as atividades supermercadistas de pequeno, médio e grade porte, atacadista e pequeno varejo alimentício, padarias, restaurantes, cafés e congêneres, açougues e peixarias, desde que cumpram as regras para retirada no local ou na modalidade delivery. Também está permitida a circulação de veículos em rodovias municipais e estaduais, destinados ao transporte de mercadorias e insumos.

A comercialização de produtos da Agricultura Familiar está mantida, assim como a movimentação dos produtores para a retirada dos itens, além do acesso ao setor comercial. Os estabelecimentos comerciais deverão manter o controle de acesso para evitar aglomerações, e respeitar as regras de distanciamento mínimo de 1,5 metro, higienização das mãos e outras normas sanitárias de prevenção e combate ao novo coronavírus.

Bem como alguns órgãos públicos do Governo de Mato Grosso, a SEAF informa que mantém o atendimento ao público em horário reduzido, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

Leia mais:  Mauro Mendes decreta situação de emergência em Mato Grosso

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262