conecte-se conosco


Mato Grosso

MTI apresenta parceria com a Google para o Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

Publicado

A diretoria executiva da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) apresentou ao Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, durante reunião nesta quarta-feira (10.07), a parceria estratégica firmada entre a empresa e a Google Brasil. A intenção é que o conselho conheça vários aspectos da parceria, que prevê o desenvolvimento e a oferta de novas soluções tecnológicas ao Governo do Estado e demais clientes da MTI.

O conselho é composto por 24 órgãos públicos e privados de diferentes setores, que conheceram um pouco do trabalho desenvolvido pela MTI, as fases do processo até se chegar à formalização da parceria, assim como os serviços oferecidos. A parceria entre Google e MTI foi a primeira realizada com base na Lei das Estatais (n° 13.303/2016) em Mato Grosso.

De acordo com o vice-presidente da MTI, Cleberson Gomes, a parceria vai proporcionar novas oportunidades de negócio e ampliar a oferta de mais e melhores serviços de tecnologia aos clientes da empresa, com solução tecnológica em ambiente de computação em nuvem, de plataforma de comunicação, compartilhamento e colaboração, através do produto MTI GSuite.

“A Google é uma das parcerias que a MTI tem. Aliás, foi a primeira parceria concretizada e estamos prospectando uma série de parcerias para resolver os problemas do Governo. Temos necessidade de agregar mais valor às nossas soluções e a MTI é a empresa que está mais à frente no processo de formalização das parcerias”.

Leia mais:  Incremento da prevenção é desafio do controle interno contra a corrupção, avalia ouvidor-geral da Petrobras

Ainda durante a reunião, o assessor executivo da MTI, Sandro Brandão, explicou que o produto MTI GSuite foi criado pela empresa junto com a Google e já é ofertado em cinco Estados pela MTI.  


Entre os serviços oferecidos estão os integrados de e-mail, calendário, agenda, tarefas, troca de mensagens, voz, vídeo, conferência on-line, compartilhamento e edição online de documentos, formulários, planilhas, apresentações, ferramentas para criação de notas, grupos, sites de intranet, gerenciamento de dispositivos móveis e painel de administração, entre outros.

“Prestamos esse serviço com um valor considerado o menor do mercado. Além disso, toda renovação ou aperfeiçoamento ao serviço será feito sem gerar custos aos nossos clientes. Ou seja, são preços compatíveis com o mercado, sem ônus para a empresa e poderemos ofertar novas tecnologias em tempo real. Queremos ser o provedor de tecnologia do Estado”, afirmou.

O representante da Google Brasil, Roberto Florentino Jr, também explicou ao conselho sobre os benefícios da Lei das Estatais, especialmente à administração pública, uma vez que essa lei não segue a rigidez da Lei das Licitações (n°8.666/1993), em que um processo de contratação leva entre quatro e seis meses.

Leia mais:  Comissão vai avaliar e organizar arquivo do Intermat

A Lei das Estatais prevê a possibilidade de formalização de parcerias, nos casos em que a escolha do parceiro esteja associada a suas características particulares e vinculada a oportunidades de negócio definidas e específicas, sem a necessidade de procedimento competitivo.

Com isso, a formalização de parcerias estratégicas possibilita que a MTI aumente a capacidade de investimento em Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), intercâmbio tecnológico, novas frentes de valor, além do fortalecimento da governança corporativa.

Após a apresentação, os membros do conselho se mostraram interessados não somente na parceria, mas especialmente nos produtos oferecidos por meio dela – e o conselho sugeriu à MTI que demonstre como se dá o funcionamento de cada uma das ferramentas ofertadas.

Uma nova reunião será marcada junto ao conselho para que a MTI possa demonstrar as ferramentas e toda a parte comercial dos produtos.

Fonte: GOV MT

Mato Grosso

PM recuperou e localizou mais de 2.400 veículos em todo estado

Publicado

por

A Polícia Militar de Mato Grosso recuperou e localizou 2.496  mil veículos no primeiro semestre de 2019 em todo o Estado. O dado leva em conta motocicletas, caminhonetes, carros de passeio e outros veículos, roubados ou furtados, que foram devolvidos aos seus proprietários.

O relatório divulgado pela Superintendência de Planejamento Operacional e Estatístico da Polícia Militar (SPOE) aponta que dos 2.496  mil veículos localizados ou recuperados por policiais militares, 1.102 são motocicletas, 1.148 automovéis, 107 caminhonetes entre outros  veículos.

O superintendente da SPOE, tenente-coronel Sebastião Carlos destaca que o grande número de veículos automotores recuperados é resultado da intensificação de ações preventivas e ostensivas. O tenente-coronel diz ainda que a população é também uma grande aliada, já que muitas pessoas repassam informações que colaboram no tempo resposta das ocorrências de roubo e furtos no estado.

Fonte: GOV MT
Leia mais:  MTI moderniza infraestrutura de tecnologia do Hospital Estadual Santa Casa
Continue lendo

Mato Grosso

Trilhas do Parque da Serra Azul são reabertas ao público

Publicado

por

Trilhas do Parque Estadual da Serra Azul, em Barra do Garças, foram reabertas ao público, de forma experimental, no dia 09 de julho. O local recebe os visitantes de terça-feira a domingo. A previsão é reabrir o parque em sua totalidade no segundo semestre de 2019.

As segundas-feiras são reservadas para a manutenção do parque e compensa da jornada de trabalho da equipe, por isso ele permanece fechado. 

A decisão de reabrir o parque foi tomada após uma reunião do Conselho Consultivo no dia 18 de junho. No encontro foram estabelecidos alguns limites para a conservação da área interna, como o limite de 30 ciclistas por dia. Para o acesso às caminhadas nas trilhas o número de pessoas é ilimitado. 

Durante a etapa experimental de reabertura, veículos automotivos só serão permitidos caso estejam transportando idosos, crianças e/ou pessoas com deficiência, com permissão de 10 carros por dia. 

Também poderão adentrar às vias internas do Parque três ônibus (40 lugares) e três vans (25 lugares) diariamente. É exigido que ao menos 70% da lotação do veículo esteja ocupada para caracterizar transporte coletivo.

Leia mais:  Operação integrada cumpre 23 mandados em três municípios

É necessário ter atenção aos horários para não permanecer no interior do parque após o entardecer. A maior parte da fauna da região tem hábitos noturnos e por esse motivo os horários de entrada levam em conta o tempo necessário para saída antes do pôr-do-sol.

Trilhas

De bioma cerrado, o Parque Estadual da Serra Azul possui a trilha das Cachoeiras com percurso estimado de 2,35 Km. O turista tem a opção de seguir na trilha contracorrente do Córrego Voadora ou na direção normal do fluxo da água.

Aos que desejarem subir, a entrada será via Clube da Usina e via Pé da Serra.

Caso se opte por descer, o visitante terá como ponto de partida a Unidade de Fiscalização e Monitoramento II (UFM II) (antiga Chácara da Prefeitura, porteira antes do Córrego Voadeira).

Horários

Os horários para entrada no Parque Estadual da Serra Azul são:

Escadaria da Fé – 06h às 11h e 15h às 18h
Guarita Principal (Estrada do Cindacta) – 07h às 15h horas (veículos 16h).
Clube da Usina (Área privada) – 08h às 15h.
Pé da Serra (Área privada) – 08h às 15h.

Leia mais:  Governador entrega comenda ao presidente do STF

Horário de funcionamento das unidades administrativas da Gerência Regional do Parque Estadual da Serra Azul:

Centro de Atendimento ao Visitante (CAV) funcionará das 08h às 17h.
A UFM I (Mirante do Cristo) – 07h às 11h30 e das 15h às 18h30.
A UFM II (Porteira, “Chácara da Prefeitura”) – 08h às 15h.
Sala da Gerência (SEMA Av. Min. João Alberto) – 12h às 18h.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Política Nacional

Economia

Mais Lidas da Semana