conecte-se conosco


MT

No Centro de Triagem 182 pessoas testam positivo para Covid-19

Publicado

Diagnóstico e tratamento precoces da doença diminuem a chance de internação

Fernanda Nazário

Cerca de 400 pessoas foram atendidas no primeiro dia de funcionamento do Centro de Triagem da Covid-19, nesta quinta-feira (23.07), na Arena Pantanal. Dessas, 182 testaram positivo para o novo coronavírus e 288 saíram do local com o kit de medicação, após prescrição médica.

No primeiro dia, os médicos prescreveram exame de tomografia para dois pacientes e um foi encaminhado para internação via Central de Regulação do Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme dados do sistema de cadastro do complexo, todos os pacientes deste primeiro dia de atendimento eram residentes de Cuiabá.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, considerou o número de pessoas diagnosticadas muito relevante e destacou a importância do tratamento precoce da doença, o que irá possibilitar mais chances de cura.

“É extremamente relevante o fato de que 182 pessoas, de quase 400 atendimentos, testaram positivo neste primeiro dia de triagem da população. Isso demonstra, na prática, que o vírus está em uma parcela considerável da população. Por isso, a importância desse Centro, que auxilia os municípios da Baixada Cuiabana a diagnosticar e tratar precocemente o coronavírus, na medida em que também oportuniza mais um local de testagem da população”, pontuou o gestor.

Leia mais:  Escola Técnica de Alta Floresta realiza palestra virtual sobre elaboração de currículos

Inicio do atendimento a população no Centro de Triagem da Covid-19
Créditos: Jana Pessôa/Setasc-MT

A iniciativa é uma ação de auxílio à Atenção Básica, que é uma atribuição das gestões municipais. O Centro de Triagem é uma das medidas já adotadas pelo Governo do Estado como forma de evitar o agravamento da doença em pessoas que inicialmente apresentam sintomas leves.

Para os casos graves, a porta de entrada continua sendo as unidades de saúde da rede municipal, como Unidades de Pronto Atendimento e Pronto Socorro.

Como funciona o Centro 

O atendimento no Centro de Triagem funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 17h. São entregues até 600 senhas das 6h às 6h45. É obrigatório o uso de máscaras de proteção e as equipes do Corpo de Bombeiros monitoram o local para garantir a organização do espaço durante a entrega das senhas.

Para saber mais sobre o passo a passo de como é o atendimento, clique aqui.

O Centro conta com uma equipe de 20 médicos, que atenderá adultos com sintomas leves da Covid-19. No local, será possível realizar o Cadastro Nacional de Saúde (CNS), a testagem rápida, o atendimento médico, a tomografia e a retirada de medicamentos, caso haja a prescrição médica.

Leia mais:  Servidores investigados pela Deccor foram exonerados no início do ano

Inicio do atendimento a população no Centro de Triagem da Covid-19
Créditos: Jana Pessôa/Setasc-MT

Como chegar 

O Centro de Triagem foi montado no estádio de futebol da Arena Pantanal, localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Para chegar até o local por meio do transporte público, o cidadão pode embarcar na linha 609, que sai da Estação Alencastro, em frente à Prefeitura de Cuiabá.

Para quem pretende utilizar automóvel próprio para chegar à Arena Pantanal, poderá deixar o veículo no estacionamento do estádio.

Comentários Facebook

MT

CGE contribui com debate da OAB sobre a nova Lei de Licitações

Publicado


A nova Lei de Licitações exigirá dos órgãos e entidades da administração pública o aperfeiçoamento dos mecanismos de controles internos em todas as suas áreas. Essa foi uma das considerações da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) no “I Simpósio Mato-Grossense sobre a Nova Lei de Licitações“. O evento online está em andamento neste mês de junho pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT).

A CGE-MT foi representada no simpósio pela secretária adjunta de Corregedoria Geral, Almerinda Alves de Oliveira, uma das debatedoras do painel “Processo Sancionador na Nova Lei de Licitações”. Na ocasião, ela trouxe reflexões e ponderações sobre os impactos e avanços da Lei Geral de Licitações Públicas e Contratos Administrativos (Lei nº 14.133/2021), principalmente no que diz respeito à atuação do controle interno, em seu papel que vai além da responsabilidade de fiscalizar a legalidade dos atos administrativos.

Nesse contexto, a adjunta chamou a atenção para que o período de transição até a aplicação total da nova Lei de Licitações seja um momento de produção de conhecimento, no qual os órgãos de controle podem e devem ser exigidos por sua atuação orientativa.

“É o momento de buscar os órgãos de controle para ter orientação. Além de que os órgãos de controle têm que ter a compreensão de atuarem de forma preventiva, de forma ativa para lançar as orientações a toda administração pública”, pontuou.

Leia mais:  Operação Lei Seca prende quatro pessoas e autua 39 motoristas

A adjunta reforçou que os órgãos de controle precisam fortalecer ainda mais a atuação com foco preventivo, fomentando a rede de controle tanto na esfera de cooperação interinstitucional quanto no apoio da sociedade organizada e participativa.

“Entendo que o combate à corrupção não se resolve só com a persecução penal ou sancionamento administrativo ou civil. Aos olhos da sociedade, a atuação dos controles internos não deve ser só vista depois que os casos de irregularidades e corrupção vêm a público na mídia. É necessário um sistema assertivo de prevenção, o que passa pela formação de uma rede de controle, não somente na área pública, mas de toda a sociedade organizada contribuindo para a prevenção da legalidade dos atos administrativos”, reforçou a adjunta da CGE.

No que se refere aos avanços, a adjunta destacou que a nova norma prevê que o licitante vencedor implemente programas de integridade nos casos de contratações que envolvam valores vultosos. No caso de descumprimento, caberá a aplicação de penalidades.  “Essa obrigatoriedade é um marco financeiro, uma inovação”, elogiou.

O evento online ocorre até o dia 30 de junho, sempre às quartas-feiras, das 8h30 às 12h, pela plataforma Zoom e pelo canal de Youtube da Escola Superior de Advocacia (ESA/MT).

Leia mais:  Servidores investigados pela Deccor foram exonerados no início do ano

Nova Lei de Licitações

A nova Lei de Licitações foi sancionada em 1º de abril deste ano. Os contratos pactuados antes desta data continuarão sendo regidos pela Lei nº 8.666/1993, pela Lei do Pregão (Lei nº 10.520/2002) e pelo Regime Diferenciado de Contratações Públicas (Lei nº 12.462/2011).

Já para licitações e contratos pactuados depois de 1º de abril deste ano, a administração pública terá até 1º de abril de 2023 para optar pelo regime novo ou antigo, como período de transição. 

Em Mato Grosso, o Governo do Estado publicou, no mês de maio (Decreto n. 959/2021), medidas para disciplinar a transição e a aplicação da nova Lei de Licitações. Entre as medidas estão a instituição de comissão técnico-jurídica responsável pela proposição, revisão e edição de atos normativos de regulamentação da Lei Federal nº 14.133/2021.

A comissão é formada por representantes das Secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), de Infraestrutura e Logística (Sinfra), de Fazenda (Sefaz), da Controladoria Geral do Estado (CGE) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Clique AQUI para ver ou rever as transmissões do I Simpósio Mato-Grossense sobre a Nova Lei de Licitações. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MT

PM leva Operação 1º Comando Regional Itinerante para o Pedra 90 nesta sexta-feira (25)

Publicado


Nesta sexta-feira (25) a Polícia Militar realiza mais uma edição do 1º Comando Regional Itinerante, às 8h30, no bairro Pedra 90, em Cuiabá. A ação social promove reuniões, palestras e atendimentos voltados para os moradores da região.

Idealizado pelos policiais do 1º Comando Regional da Polícia Militar, o Comando Regional Itinerante foi criado para levar serviços de segurança pública e cidadania aos bairros da capital, além de atender e ouvir as demandas da população.

O lançamento da operação itinerante será realizado na Praça do Caique e, contará com a presença do comandante do 1º CR, coronel Esnaldo de Souza Moreira e do comandante do 24º Batalhão, tenente-coronel Óttoni Cezar Castro. Os policiais também vão se reunir com representantes das Associações dos 55 bairros que integram o Pedra 90, na Escola Prof. Rafael Rueda.

No período da tarde, os militares do Comando Itinerante da PM se reúnem com empresários locais, na sede da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá (AEDIC). A operação termina às 17h com atendimentos à comunidade e palestras educativas sobre violência doméstica e Patrulha Maria da Penha.

Leia mais:  Escola Técnica de Alta Floresta realiza palestra virtual sobre elaboração de currículos

Serviço  

Lançamento da Operação ‘1º Comando Regional Itinerante’ no Pedra 90  

 Horário: 8h30

 Local: Praça Caique – bairro Pedra 90, em Cuiabá

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262