conecte-se conosco


SEGURANÇA

“Os servidores da segurança enfrentam a bandidagem, a Covid-19 e não foram favorecidos com a vacinação”, indigna Delegado Claudinei

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), durante sessão plenária na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), nesta segunda-feira (22), apresentou indicação de n.º 1.984/2021 à Secretaria de Saúde de Mato Grosso (SES) e Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) para viabilizarem a inclusão dos profissionais da segurança pública na lista de prioridade imediata de vacinação contra a Covid-19. Ele frisou que estes servidores são linha de frente, há exatamente um ano, desde o início da pandemia no país.

Além deste posicionamento, o parlamentar fez questão de informar os dados levantados, por sua assessoria jurídica que manteve contato com as instituições e sindicatos de segurança pública, que apontaram que já foram infectados mais de 2 mil profissionais ativos e ocorreram cerca de 21 mortes dentro da categoria.

“Os profissionais da segurança têm uma peculiaridade, assim como, os profissionais da saúde, eles não pararam desde o ano passado quando começou essa pandemia. Eles se mantiveram atuantes, enfrentando a bandidagem e se arriscando com a Covid-19. Precisamos ter o bom senso e avaliar que essa categoria merece essa atenção e precisa ser imunizada. Afinal, eles fazem parte da linha de frente e não interromperam as suas atividades para atender a sociedade mato-grossense”, esclarece Claudinei.

AMM – O parlamentar chegou a pedir apoio para o presidente Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, para articular com os gestores das 141 cidades de Mato Grosso para que possam inserir os profissionais da segurança pública no grupo prioritário para imunização, já que o Ministério da Saúde deu autonomia para essa definição por parte dos Estados, Distrito Federal e municípios do país.

“No início deste mês, os profissionais da segurança pediram este apoio para nós. Apresentei um ofício para a AMM. E, imediatamente, tive o retorno do presidente Neurilan que deu uma resposta positiva e iria conversar com os prefeitos dos municípios para darem prioridade para a categoria na vacinação. Esperamos com brevidade e que tenhamos boas notícias dos gestores municipais”, ressalva o parlamentar.

Moção – Na sessão plenária, o deputado também apresentou quatro moções de pesar para policiais civis que morreram recentemente de Covid-19, sendo os investigadores Enivaldo Pinto de Oliveira e Odiney Osvaldo Carvalho de Assunção da Delegacia de Pontes e Lacerda (MT), Marco Aurélio de Oliveira do Grupo Armado de Resposta Rápida (GARRA) da Delegacia Regional de Alta Floresta (MT) e Glauco Alves de Franca que desempenhava as suas funções na Delegacia de Araputanga (MT).  

Pandemia – Na última atualização do Boletim Epidemiológico do Governo do Estado de Mato Grosso, do dia 22 de março de 2021, já são 289.823 casos confirmados de Covid-19, com 6.938 óbitos.

 

Fonte: ALMT

Leia mais:  Subtenente do Corpo de Bombeiros é o primeiro agente da Segurança Pública a ser imunizado em Cuiabá

Comentários Facebook

SEGURANÇA

Homem é preso em flagrante por violência doméstica e posse irregular de arma de fogo

Publicado


Um homem de 44 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Campo Novo dos Parecis, na região noroeste do estado, por crimes enquadrados na Lei Maria da Penha e também por posse irregular e porte ilegal de arma de fogo.

Na manhã de quinta-feira (08.04), a vítima de 36 anos procurou a Delegacia da Polícia Civil e e informou que foi agredida pelo companheiro, em seu local de trabalho. Durante a discussão, que culminou em lesões corporais, o suspeito quebrou o celular da vítima inutilizando totalmente o aparelho.

Em consultas aos sistemas policiais, a equipe da delegacia constatou que já havia outro registro da vítima contra o suspeito, por agressão praticada anteriormente. Na ocasião, a mulher solicitou medida protetiva de urgência, conforme consta no processo.

Os policiais também apuraram que havia um mandado de busca e apreensão contra o empresário relativo a outro processo em tramitação na Justiça.

Com as informações apuradas, a equipe de investigação realizou diligências e localizou o suspeito em seu estabelecimento comercial e cumpriu o mandado judicial apreendendo munições calibres 357, que estavam no veículo dele, e 11 munições calibre 9mm, localizadas no interior da empresa.

Leia mais:  Governador Mauro Mendes entregará 53 motocicletas para o policiamento da PM

Questionado sobre a arma calibre 357, o suspeito informou que estava em outro local. A equipe seguiu com ele até a casa informada, onde o suspeito entregou o revólver aos policiais.

Os policiais localizaram um boletim de ocorrência registrado em 23 de novembro do ano passado, em que o empresário comunicou que o revólver teria sido furtado, o que configurou falsa comunicação de crime, pelo qual ele também foi autuado.

Diante dos crimes constatados, o delegado Honório Goncalves Neto autuou em flagrante o suspeito por posse irregular de arma de fogo de uso permitido, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, lesão corporal, dano qualificado e falsa comunicação de crime.

O delegado explicou que, apesar do suspeito possuir registro da arma apreendida, o revólver foi encontrado em local diverso da residência ou empresa dele, o que configura posse irregular, além das munições de calibre 9mm mantidas em sua posse, mesmo tendo informado que vendeu a arma de tal calibre.

Após o auto de prisão, ele foi encaminhado para a unidade prisional do município, onde aguardará audiência de custódia do Poder Judiciário.

Leia mais:  Profissionais da Segurança Pública são imunizados contra Covid-19 no interior de MT
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

SEGURANÇA

Polícia Civil localiza mais R$ 150 mil em defensivos agrícolas em região de mata, em Diamantino

Publicado


Mais uma expressiva quantidade de defensivos agrícolas de origem ilícita foi encontrada pela Polícia Civil nesta quinta-feira (08.04), no município de Diamantino (208 km a médio-norte de Cuiabá), em continuidade à investigação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCC0).

O material, avaliado em aproximadamente R$ 150 mil, foi encontrado escondido em uma região de mata, nas proximidades da fazenda que foi alvo da operação realizada na última terça-feira pela gerência.

Na ocasião, a equipe da GCCO apreendeu aproximadamente seis mil litros de defensivos agrícolas roubados de uma fazenda do município de Sapezal no dia 08 de março.

Em continuidade as investigaões, na manhã desta quinta-feira (08), os policiais da GCCO receberam informações de que haveria mais produtos de origem ilícita abandonados em uma região de mata nas proximidades da fazenda.

Com base na denúncia, as equipes foram até o local e conseguiram realizar a apreensão dos produtos. Ainda não é possível afirmar a origem do produto e se foi subtraído de alguma propriedade da região.

Leia mais:  Operação Dispersão IV já aplicou R$ 629 mil em multas por aglomeração e descumprimento do toque de recolher

Segundo o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, há indícios de que parte do defensivo encontrado seja falsificado e outra parte possivelmente roubado de alguma fazenda da região.

“As investigações estão bem avançadas para identificar e prender esse grupo criminoso que vem atuando na região de Diamantino, Sapezal, Campo Novo e outras cidades do interior. O material apreendido será trazido para Cuiabá e vamos checar lote por lote e confrontar com registros de ocorrências de furtos ou roubos na região”, disse.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262