conecte-se conosco


CIDADES

Poder Público e Organizações Sociais unem esforços para a melhoria da educação

Publicado

A Associação Ecológica e Centro de Equoterapia Nativo e o Caps (Centro de Atenção Psicossocial) Juvenil de Várzea Grande  se uniram para oferecer às pessoas com deficiência atendimento de equoterapia, com o objetivo de contribuir para uma educação inclusiva. O projeto “Equoterapia: um novo olhar pedagógico” atende cerca de 300 jovens e utiliza o cavalo como forma de estimular a motricidade e reduzir o déficit de atenção. As atividades contam também com o apoio da família, agente colaborador da terapia. 

Outro exemplo do potencial do trabalho conjunto são as parcerias firmadas pela Acamis (Associação Caminhando para Mais Um Sonho) e Escola Municipal Deputado Ary Leite de Campos, localizada no Parque Mangabeiras. O projeto “Acreditar é Preciso, Transformar é Possível”, com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares e incentivar a prática de atividades físicas na infância, disponibiliza um educador físico e uma assistente social para promover atividades lúdicas e culturais com 70 alunos, de 6 a 16 anos.

A aproximação e o trabalho conjunto, envolvendo ações intersetoriais, são estimuladas pelo programa Redes de Territórios Educativos, realizado pelo Itaú Social em parceria com o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável – Cieds.  Além do trabalho com as organizações Sociais, propõe a articulação entre secretarias (Educação, Assistência Social,  Saúde, Defesa Social) e seus equipamentos: escolas públicas, centros de referência de assistência social, postos de saúde, conselhos de direitos, empresas locais, entre outros. Em 2018, a iniciativa reuniu em Várzea Grande 24 organizações sociais e nove órgãos públicos, com cerca de 8.976 beneficiários diretos.

Leia mais:  Uma solução cuiabana para o Nilo Póvoas

“O objetivo é estimular a atuação em rede dos diversos atores locais, já que atendem a um mesmo público. Os desafios no campo social e o desenvolvimento da educação integral impõem a necessidade de envolver agentes de diferentes setores e instituições, de forma que o trabalho de um contribua com o do outro, qualificando e potencializando o que chega às crianças, adolescentes e jovens”, explica a gerente de Fomento do Itaú Social, Camila Feldberg. 

A estratégia do Programa Redes de Territórios Educativos se baseia em Mobilização e Formação. A primeira se articula por meio dos Encontros Territoriais (realizados para entender as demandas de cada região e despertar para a importância do trabalho em rede) e dos Encontros Ampliados (que incentivam a troca de experiências e o envolvimento). Já a Formação oferece oficinas de elaboração de projetos, lideranças colaborativas, comunicação, a importância de jogos e brincadeiras na aprendizagem, trabalho social com famílias, e prevenção de abuso sexual.
Na terça –feira dia  (03), foi realizado o IV Seminário de Territórios Educativos de Várzea Grande, com a realização de oficinas e participação da professora de Neurociência Cognitiva do Desenvolvimento da University of British Columbia (Canadá) Adele Diamond.

Leia mais:  Começa hoje pagamento do Bolsa Família

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer ,Silvio Fidelis, disse que o município de Várzea Grande está e estará sempre aberto para parcerias que somam e possam abranger o atendimento de crianças e adolescentes na fase escolar, e que geram ações de inclusão escolar no melhoramento do aprendizado.” A educação básica de Várzea Grande tem evoluído no Ideb e nas ações escolar. Os programas e projetos implantados na Rede Municipal de Educação já vem ganhando destaque estadual e Nacional. A exemplo o Escola em Tempo Ampliado –ETA, que oportuniza aos alunos a ter atividades e oficinas no contraturno escolar e aulas de reforço, permanecendo no ambiente escolar em tempo integral. A parceria com o Itaú Social, também e uma importante ferramenta educacional e que envolve várias secretarias e entidades, no fortalecimento da educação básica”, disse o secretário Silvio Fidelis.
 

Por: Da Redação – Secom/VG

Comentários Facebook

CIDADES

Lucimar confirma calendário salarial e injeta mais de R$ 30 milhões na economia

Publicado


28/01/2020    128

Reafirmando o compromisso assumido em 2015 com o funcionalismo público, quando se tornou prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, após reunião de avaliação da situação econômica do Tesouro Municipal com a equipe econômica, confirmou o pagamento dos salários para essa quinta-feira, 30, do mês de janeiro.

“O calendário salarial é prioritário para nossa gestão. Os servidores públicos, cada um com sua profissão, seja médico, professor, engenheiro, guarda municipal, merendeira, agente administrativo, fiscal de tributos são aqueles que asseguram o atendimento a população que é o patrão de todos nós e que espera serviços públicos de qualidade e eficiente”, sinalizou Lucimar garantindo que enquanto prefeita da segunda maior cidade de Mato Grosso, salários não serão atrasados e serão pagos no mês trabalhado e se possível até mesmo antecipados.

Várzea Grande estará quitando nesta quinta-feira, dia 30, a primeira folha salarial de 2020, aos seus mais de 7 mil servidores da administração direta e indireta. A 56ª folha paga pela atual gestão vai injetar pouco mais de R$ 30 milhões na economia local e mantém a tradição dos últimos cinco anos de ser quitada antes da virada do mês.

Além da Prefeitura de Várzea Grande também quitam os salários dos servidores públicos municipais a Previdência de Várzea Grande – PREVIVAG e o Departamento de Água e Esgoto – DAE/VG.

Leia mais:  Evento reúne perto de 6 mil profissionais da Educação para formação e alinhamento

Mais do que em qualquer outro do mês do ano, como frisa a prefeita Lucimar Sacre de Campos, o mês de janeiro é complicado e parece ser o mais longo de todos. “É um período que sucede as festas de final de ano quando as despesas aumentam, as pessoas viajam, recebem visitas, os filhos estão de férias e os compromissos de início de ano surgem como impostos, matrículas e lista de materiais escolares. Sabemos como isso pesa no orçamento. Poder contar com o salário em dia é uma segurança para o planejamento de qualquer família. No comércio, o dinheiro novo começa a circular e a movimentar a nossa economia. Mais que uma obrigação com nosso servidor, pagar em dia é uma via de mão dupla para o desenvolvimento da nossa cidade”.

Com a quitação dessa primeira folha salarial de 2020, a prefeita segue a risca o calendário de pagamento dos servidores públicos, anunciado no início desse mês. O novo cronograma estabelece todas as datas e – de janeiro a dezembro, incluindo o abono do 13º salário – mantém a determinação do Executivo em pagar salários antes da virada do mês. “Entramos no nosso último ano de gestão mantendo nossa política de trabalho que não abre mão de manter esse compromisso com o servidor e um planejamento de investimentos que nos permita manter a máquina pública em plena atividade com obras e serviços de toda natureza para atender cada vez mais as demandas da população e as necessidades da cidade”, defendeu a prefeitura Lucimar.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá convoca aprovados em várias funções para a Educação

Este é o segundo ano consecutivo em que a administração municipal define antecipadamente um calendário de pagamento dos salários. “Tivemos um resultado exitoso com essa experiência no ano passado e vamos seguir pagando nosso servidor dentro do mês trabalhado. Fazemos isso sem engessar a saúde financeira e os investimentos previstos para a cidade”, destacou a secretária de Gestão Fazendária, Lucinéia dos Santos Ribeiro.

Assim como ocorreu por mais de uma vez no ano passado, o pagamento chegou a ser antecipado, ficando disponível antes mesmo da data prevista no calendário.

Considerando o valor médio da folha de pagamento, em cerca de R$ 30,8 milhões ao mês, somente com o pagamento do funcionalismo, o poder público municipal injeta mais de R$ 400 milhões ao ano na economia local. Levando em conta os cinco anos da atual gestão e apenas as 13 folhas mensais, foram cerca de R$ 2 bilhões em salários circulando na economia de Várzea Grande de maio de 2015 a dezembro de 2019.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

Escola Cívico Militar Profª Maria Dimpina Lobo Duarte conta com 82 vagas remanescentes

Publicado


A Secretaria Municipal de Educação abrirá nesta quarta-feira (29), das 8h às 23h59, o portal Matrícula Web para os pais ou responsáveis interessados em matricular seus filhos na Escola Cívico Militar Profª Maria Dimpina Lobo Duarte. No total, serão oferecidas 82 vagas para os 6º, 7º, 8º e 9º Anos, nos períodos matutino e vespertino.

“São vagas remanescentes, resultantes da não efetivação das matrículas que foram feitas entre os dias 13 e 14 de janeiro, para Escola Cívico Militar Profª Maria Dimpina Lobo Duarte, por meio do portal Matrícula WEB. Portanto, os pais ou responsáveis devem estar atentos ao número de vagas que ainda estão em aberto nessa escola”, ressaltou a secretária-adjunta de Educação, Edilene Machado.

De acordo com as informações da Comissão Permanente de Organização da Demanda Escolar (CPODE), existem na escola 31 vagas remanescentes para o 6º Ano do período vespertino; 8vagas para o 7º Ano do período vespertino; 23 vagas para o 8º Ano do período matutino; 11 vagas para o 8º Ano do período vespertino e 9 vagas para o 9º Ano do período matutino.

Leia mais:  Sine oferece mais de 80 vagas para esta semana; confira

Segundo a secretária Edilene Machado, muitos pais solicitaram à Secretaria de Educação e foi aberta uma turma a do 6º Ano, vespertino, para atender essa demanda.

A orientação da Secretaria de Educação para os pais ou responsáveis é para que tenham toda a atenção ao preencher o formulário de informações inclusive no que diz respeito ao Ano solicitado.

Após fazer a matrícula o pai ou responsável deve efetivar a mesma levando na unidade educacional, seus documentos pessoais e dos estudantes, na quinta-feira (30).

A Secretaria de Educação informa que à medida que as vagas forem sendo preenchidas, as informações sobre elas saem automaticamente do portal.

SERVIÇO

MATRÍCULA WEB – EMEB Escola Cívico Militar Profª Maria Dimpina Lobo Duarte

Data: quarta-feira (29)

Horário: 8h às 23h59

Local: Portal Matricula WEB (matrícula somente via on line)

Vagas remanescentes:

6º Ano – vespertino – 31 vagas

7º Ano – vespertino – 8 vagas

8º Ano – matutino – 23 vagas

8º Ano – vespertino – 11 vagas

Leia mais:  Alunos da UFMT são apresentados a sistema semafórico inteligente

9º Ano – matutino – 9 vagas

Total de vagas remanescentes disponíveis – 82 vagas

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262