conecte-se conosco


SEGURANÇA

Polícia Civil cumpre mandados e aprende armas e munições durante investigações de homicídio

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte) deflagrou na manhã desta quinta-feira (15.08) a operação “Emboscada Canaã”, com objetivo de cumprir sete ordens judiciais, relacionadas a investigações de um crime de homicídio ocorrido no município. A ação resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de armas de fogo, munições, entre outros apetrechos.

Na operação, foi dado cumprimento a 5 mandados de busca e apreensão domiciliar e dois mandados de prisão, sendo uma preventiva e a outra temporária, contra suspeitos de envolvimento no homicídio que vitimou o vaqueiro, Pedro Branco, no mês de outubro de 2018, na Praça Central de Nova Canaã do Norte.

A operação foi deflagrada após os policiais receberem informações de que um dos suspeitos, apontando como mentor intelectual (mandante) do crime possuía várias armas de fogo e artefatos em sua propriedade rural, na comunidade Tapayuna.

Em uma das casas, foram encontradas duas armas de fogo longas, de marcas desconhecidas, ambas de calibre 32 com diversos apetrechos de recarga de munições e munições intactas.

Leia mais:  Órgãos estaduais deflagram operação de enfrentamento aos crimes ambientais

O trabalho resultou em duas pessoas presas em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, entre elas uma mulher flagrada com uma espingarda de pressão que adulterada para calçar munições calibre 22. A mesma suspeita era alvo do mandado de prisão temporária.

Segundo o delegado de Nova Canaã do Norte, Ruy Guilherme Peral da Silva, as investigações continuam e ao longo do dia, outras prisões podem ser realizadas.

“O homicídio investigado aconteceu no dia 08 de outubro de 2018 e desde então a Polícia Civil tem trabalhado arduamente para esclarecer a autoria do crime, sendo apontado como um dos principais suspeitos um dos alvos desta operação, que segundo informações mantinha grande quantidade de armamento em sua residência”, disse.

A ação contou com a participação de 11 policiais civis, 03 viaturas e grande quantidade de armamento a cidades de Colíder e Nova Canaã do Norte.

 

 

Fonte: PJC MT

SEGURANÇA

Polícia Civil incinera 40 quilos de maconha apreendidos em Nova Canaã do Norte

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte) realizou na manhã desta quarta-feira (21.08) a incineração de mais de 40 quilos de maconha, apreendidos em ações das Forças de Segurança do município.

A grande quantidade de entorpecente, avaliada em aproximadamente R$ 80 mil, é resultado de ações de combate ao tráfico de drogas na região, realizadas pelas Polícias Civil e Militar, no primeiro semestre de 2019.

A incineração de entorpecentes é um procedimento legal, previsto na Lei 11.343/2006, de Combate ao Tráfico de Drogas. A droga destruída estava devidamente periciada, lacrada, e em envelopes de segurança

Segundo o delegado de Nova Canaã do Norte, Ruy Guilherme Peral da Silva, a apreensão e incineração da quantidade expressiva de entorpecentes representa um duro golpe no tráfico de drogas em toda região, em razão do alto valor que deixou de ser comercializado.

“O tráfico de drogas é um crime que deve ser fortemente combatido pelas Forças de Segurança, uma vez que fomenta outros crimes como roubos, furtos, homicídios, latrocínios e outros mais que assolam a sociedade”, disse o delegado

Leia mais:  Mais um casal é preso por envolvimento com tráfico de drogas em Várzea Grande

Participaram do evento, representantes do Ministério Público, Vigilância Sanitária, imprensa local bem como foi comunicada a incineração da droga ao Poder Judiciário e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

SEGURANÇA

Polícia Civil prende mulher por tráfico de drogas em Alto Boa Vista

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Uma mulher envolvida com o comércio de entorpecentes no município de Alto Boa Vista (1059 km a Nordeste) foi presa pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta quarta-feira (21.08). A ação resultou na apreensão de 16 porções de pasta base de cocaína. 

A suspeita, F.O.A. de 32 anos, conhecida como “Indinha”, foi autuada em flagrante por tráfico de drogas, após ser surpreendida em uma residência no bairro Campinas, em Alto Boa Vista, praticando a traficância.

Durante diligências para averiguar diversas denúncias de pontos usados para venda de drogas, os policiais civis conseguiram identificar o endereço da suspeita, como local de armazenamento e comércio de drogas.

Com base nos indícios, os investigadores passaram a monitorar as proximidades da casa, sendo observado a todo momento grande movimentação de usuários e pessoas atuantes no tráfico na região.

No decorrer das investigações, também foi possível descobrir que a mulher investigada era envolvida em delitos de roubos e furtos, bem como nesta quarta-feira, ela teria recebido alguns objetos furtados em troca de drogas.

Leia mais:  Autores de homicídio ocorrido em 2009 têm prisão cumprida na Capital

Ato contínuo, a equipe foi até a casa de F.O.A., onde a traficante recebeu os policiais e autorizou a entrada no imóvel. No local, foi encontrado um pote de plástico contento várias porções de substância aparentando ser pasta base de cocaína.

Diante do flagrante, a suspeita foi encaminhada para Delegacia de Polícia de Alto Boa Vista, interrogada e autuada por tráfico de drogas. Após confecção dos autos, a presa foi colocado à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Política MT

Policial

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana