conecte-se conosco


SEGURANÇA

Polícia Civil cumpre mandados e fecha carvoaria na zona rural de Cáceres

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois mandados de busca e apreensão visando combater prática de crimes ambientais, como desmatamento e carvoaria ilegal, foram cumpridos na zona rural de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá), em ação integrada deflagrada pelas forças de Segurança Pública de Mato Grosso.

O trabalho conjunto foi realizado, na sexta-feira (04.10), pela Polícia Judiciária Civil com apoio da Polícia Militar e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), tendo como alvos das ordens judiciais endereços situados no assentamento Paiol, município de Cáceres.

No local, o suspeito, D.B.N., foi detido por crimes contra a fauna e flora, além de serem apreendidas uma motocicleta com suspeita de adulteração veicular, uma espingarda de pressão, uma motosserra, um animal abatido, e várias munições de calibre 38 e calibre 22.

Os mandados de busca e apreensão domiciliar foram expedidos pela Justiça, após investigações da Polícia Civil de Cáceres, para apurar diversos furtos cometidos em chácaras e sítios na região rural da cidade. Sendo nas diligências identificada uma área onde vinha ocorrendo desmatamento, bem como um ponto com possível funcionando de uma carvoaria ilegal.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio praticado por facção criminosa

Em posse dos pedidos de busca, as equipes foram até o local, onde durante cumprimentos foram apreendidas munições de diferentes calibres, uma motosserra, um tatu abatido, uma moto com suspeita de adulteração e uma espingarda de pressão. O suspeito D.B.N. foi conduzido para esclarecimentos. 

Logo que chegaram a propriedade, os policiais encontraram a carvoaria funcionando e ainda vários sacos de carvão, que já estavam prontos para serem comercializados. Ao perceber a chegada das equipes, um dos suspeitos que estava no local conseguiu fugir.

Participaram da operação integrada 19 profissionais, das Polícia Civil, Polícia Ambiental, Força Tática e peritos.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

SEGURANÇA

Polícia Civil prende suspeito de roubo em posto de combustível

Publicado

por

Assessoria/PJC-MT

Policiais civis da Delegacia Municipal de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá) cumpriram nesta quinta-feira (21.11) um mandado de prisão expedido contra Aguimar Simplício Moreira, 35 anos, por roubo qualificado. A prisão foi deferida pela Terceira Vara Criminal da Comarca do município.

Em depoimento ao delegado Marco Bortolotto Remuzzi, o suspeito informou que no dia 6 de novembro se dirigiu a um posto de combustível no Setor Industrial da cidade com a finalidade de cometer um roubo para comprar drogas. Ele admitiu ser usuário de entorpecentes.

Ainda segundo o relato ao delegado, Aguimar disse que estava com um simulacro de arma de fogo e chegou ao local perguntando se tinha cigarro para venda e, em seguida, anunciou o assalto pedindo para os funcionários do posto ficarem de costas. O suspeito foi até o caixa, pegou R$ 950,00 e saiu do local em uma moto para comprar drogas. Ele informou também que estava alcoolizado no dia do roubo.

Aguimar foi preso pela equipe da Delegacia Municipal em uma residência no bairro Módulo 6.

Leia mais:  Mulher grávida é presa transportando cloridrato de cocaína de MT para o Maranhão

Outro roubo 

O suspeito confessou também outro crime cometido no dia 13 de outubro, quando se aproximou de motocicleta em uma residência no bairro Módulo 3 e anunciou o roubo, fazendo ameaças a duas pessoas que estavam na porta da casa, também simulando que estaria com uma arma de fogo. Ele roubou um celular da vítima J.V.B.P., 20 anos.

Em diligências, os policiais civis descobriram que o suspeito havia vendido o celular para uma pessoa que levou o aparelho para manutenção, o que levou à identificação de Aguimar.

O suspeito foi encaminhado para audiência de custódia da justiça.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

SEGURANÇA

Dez pessoas são conduzidas em operação de combate ao tráfico em Colíder

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Dez pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas (duas delas menores de idade) foram detidas, pela Polícia Judiciária Civil, nesta quinta-feira (21.11), na operação “Fumus”, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil de Colíder (699 km ao Norte de Cuiabá).

A ação tinha o objetivo de apurar o comércio de drogas em uma residência no bairro Setor Sul, no município. O nome da operação “Fumus”, que significa “Fumaça” em latim, faz referência a boca de fumo que funcionava no local.

A residência é alvo de investigação da Polícia Civil há algum tempo devido à mercancia de drogas no endereço. Em ações anteriores realizadas no local foram apreendidos objetos de origem ilícita, produto de roubo e furto, possivelmente trocados por substâncias entorpecentes.

Durante a busca nesta quinta-feira (21), os policiais apreenderem uma porção de pasta base de cocaína e realizaram a detenção de oito pessoas que estavam na casa. Dois menores de idade, ao perceber a presença dos policiais na casa, fugiram porém foram detidos posteriormente na região central da cidade.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados para apurar homicídio praticado por facção criminosa

Segundo o delegado, Ruy Guilherme Peral da Silva, o local é extremamente insalubre, com muito lixo espalhado pelos cômodos, sendo necessários acionar a vigilãncia sanitária para os procedimentos cabíveis e notificação do proprietário.

“A casa é frequentada em sua grande maioria por andarilhos que ficam perambulando pela região urbana e que invadiram o local para comercializar e fazer uso das substancias entorpecentes”, disse.

Durante os trabalhos, moradores da região elogiaram a ação policial dizendo que não aguentavam mais o comércio de drogas na boca de fumo, assim como a movimentação de pessoas suspeitas e o uso explícito de entorpecentes no local.

Todos os conduzidos à Delegacia de Colíder serão ouvidos para averiguação do envolvimento com o comércio de drogas, e posterior lavratura de procedimento, como flagrante por tráfico de drogas, Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas, ou indiciamento em inquérito policial.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262