conecte-se conosco


SEGURANÇA

Polícia Civil e Sefaz deflagram operação de combate a crimes tributários

Publicado

Assessoria/PJC-MT 

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) deflagrou nesta quarta-feira (09.10) em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda a Operação Fake Paper para cumprimento de nove mandados de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão por crimes contra a administração pública.

A ação policial apura uma organização criminosa que através de falsificação de documento público, falsificação de selo ou sinal público e uso de documento falso promoveu a abertura de empresas de fachada, visando disponibilizar notas fiscais frias para utilização de produtores rurais e empresas nos crimes de sonegação fiscal. Além disso, o esquema possibilitou a prática de crimes não tributários, como a fraude a licitação, ou mesmo ‘esquentar’ mercadorias furtadas ou roubadas.

O delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior, que preside as investigações, ressalta que a emissão de notas fiscais frias interfere negativamente na base de dados da Sefaz-MT. “Distorcendo as informações sobre produção econômica do estado e, consequentemente, na composição de índices do Fundo de Participação dos Municípios, e no cálculo do Fundo de Participação dos Estados, causando efeitos devastadores ao estado”.

Leia mais:  Suspeito de golpes contra mulheres é preso em SP por crime praticado em Mato Grosso

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso constatou que, juntas, as empresas Rio Rancho Produtos do Agronegócio Ltda. e Mato Grosso Comércio e Serviços e a B. da S.. Guimarães Eireli emitiram R$ 337.337.930,11 milhões em notas frias, gerando um prejuízo alarmante ao Estado.

O delegado titular da Defaz, Anderson da Cruz e Veiga, ressalta que “a operação busca apreender documentos, dispositivos móveis e computadores que possam robustecer ainda mais a investigação e integra mais uma ação da Defaz em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda, no combate aos crimes contra a ordem tributária”.

Os mandados estão sendo cumpridos em sete cidades de Mato Grosso: Cuiabá, Tangará da Serra, Campo Novo dos Parecis, Barra do Bugres, Canarana, Sorriso e Juína.

Agora pela manhã, às 10h, será concedida coletiva à imprensa no sala de audiências da Sefaz, no Centro Político Administrativo.

Comentários Facebook

SEGURANÇA

Sociedade se mobiliza para angariar recursos e construir nova delegacia

Publicado


Assessoria/PJC-MT

A sociedade de Campo Verde está mobilizada junto com a Polícia Judiciária Civil do município em busca de recursos para a construção da nova delegacia da cidade. Nesta semana, o 2º Grito de Carnaval promovido na cidade terá a renda revertida para erguer o novo prédio.

O assessor institucional da PJC, delegado Joaquim Leitão, representando a diretoria, participou nesta semana no município junto com os membros da comissão responsável pela construção da nova delegacia de mobilização para convidar a sociedade ao evento.

“É muito satisfatório ver o envolvimento da sociedade, das instituições do município em colaborar com o Estado para que a nova unidade policial seja uma realidade, a exemplo do que já vem sendo realizado no município de São José do Rio Claro”, destaca o assessor jurídico.

Em dezembro, a Secretaria de Segurança Pública recebeu da Prefeitura de Campo Verde o documento com a titularidade do terreno onde será construída a delegacia. Em localização central, a área tem cerca de 3.000 m². O projeto de engenharia da unidade policial, que terá 719 metros quadrados foi desenvolvido pela Gerência de Obras, da Diretoria de Execução Estratégica da Polícia Civil. O imóvel terá seis salas para cartórios, três gabinetes para delegados, duas salas da mulher, duas salas para os investigadores, quatro celas e demais dependências administrativas. O recurso destinado à construção será coordenado pelo Conselho Municipal de Segurança Pública.

Leia mais:  Autor de homicídio de empresário tem prisão cumprida pela Polícia Civil

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, lembrou que a Polícia Civil passa a migrar para tecnologia, e desta forma a cidade terá um espaço adequado para atender as necessidades tanto dos servidores, quanto da população. “A  sociedade campo verdense está de parabéns, uma vez que está trabalhando de forma coerente promovendo condições para que a Instituição tenha mas qualidade em seu trabalho e oferte um  produto muito melhor ao Judiciário e Ministério Público”, destacou.

O delegado-geral destaca ainda que o engajamento da sociedade vai ao encontro do que a gestão tem buscado, ou seja, parcerias com outros órgãos, instituições e população visando solução conjunta a como a modernização da delegacia de Campo Verde.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

SEGURANÇA

Celulares roubados são recuperados pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria/PJC-MT

Policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos Municipal de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá) conseguiram recuperar cinco celulares roubados e furtados de moradores da cidade. As ocorrências foram registradas em duas ocasiões diferentes.

Em uma das ocorrências, a vítima estava em sua residência quando foi abordada por dois suspeitos armados, que renderam as pessoas na casa e fugiram levando quatro aparelhos celulares e a moto de uma das vítimas. Na saída da residência, os criminosos ainda efetuaram um disparo de arma de fogo para intimidar os moradores.

Com as informações coletadas, investigadores realizaram diligências e conseguiram recuperar em uma residência, no bairro Jardim Planalto, os celulares roubados. Após procedimentos na delegacia, os aparelhos foram devolvidos às vítimas.

As investigações continuam para identificar e localizar os suspeitos.

Em outra ocorrência registrada pela Polícia Civil, uma vítima teve seu aparelho de celular furtado por uma mulher, no setor Vila Nova, em Confresa, no dia seis de fevereiro. Durante as investigações, os policiais civis conseguiram apurar que o aparelho foi deixado pela suspeita como pagamento de dívida em um bar, nas proximidades do local onde ocorreu o furto. O aparelho foi restituído à vítima.

Leia mais:  Suspeitos de envolvimento a roubo em loja de celulares são presos em flagrante

A mulher suspeita do furto foi detida e encaminhada à delegacia.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262