conecte-se conosco


SEGURANÇA

Polícia Civil prende casal envolvido em golpe de R$ 2 milhões na compra de gado

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um casal suspeito de aplicar golpe de mais de R$ 2 milhões na compra de cabeças de gado, utilizando cheques sem fundos, teve mandados de prisões preventivas cumpridos na operação “Boi Voador”, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil nesta quinta-feira (08.11), por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá),

Com base nas investigações foram expedidas pela 2ª Vara criminal de Barra do Garças as ordens de prisão contra E.T.A.F., 52, o “Vandinho” e M.C.S., pelo crime de estelionato. A operação recebeu o nome de “Boi Voador”, uma vez que a aquisição do gado era realizada com cheques sem fundo.

A atuação do casal de estelionatários foi identificada em investigações da Derf Barra do Garças com apoio dos Núcleos de Inteligência das Regionais de Barra e de Guarantã do Norte, coordenadas pelos delegados Adilson Gonçalves de Macedo e Geraldo Gezoni Filho.

Durante as investigações da Derf Barra do Garças, conduzidas pelo delegado, Wilyney Santana Borges, foi evidenciado que o suspeito E.T.A.F., conhecido comprador de gado na região, após ganhar a confiança dos produtores, fez a aquisição de mais de 500 cabeças de bovino, em diversas propriedades da região do Araguaia, incluindo municípios vizinhos no estado de Goiás.

Leia mais:  Polícia Civil prende homem que tentou matar amiga de companheira a facadas

A compra era realizada com cheques pré-datados para 30 ou 60 dias, emitidos pela suspeita M.C.S., e que não possuíam saldo para compensação. As rezes compradas pelos suspeitos eram embarcadas no ato do negócio, ocasião em que o produtor rural que vendia os animais retirava a GTA e a nota fiscal, colocando nos documentos que o gado seria transportado para arrendamentos rurais nos municípios de General Carneiro, Portal do Araguaia, Torixoréu, Baliza (GO) e Piranhas (GO).

Segundo o delegado, Wilyney, em vez de fazer o transporte dos animais, os suspeitos levavam o gado para venda em leilões da região, desfazendo dos animais antes que os cheques não fossem compensados pelo banco. “Sabendo que os valores não seriam pagos, os suspeitos transferiam os patrimônios que possuíam para terceiros, evitando possível execução cível na cobrança dos cheques sem fundos”, disse.

O casal foi preso em Guarantã do Norte e uma equipe da Derf-BG irá até o município para fazer o recambiamento dos presos para Barra do Garças, uma vez que serão necessárias diligências complementares, para finalização das investigações.

Leia mais:  NOTA DE FALECIMENTO

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

SEGURANÇA

Polícia Civil prende em flagrante homem que mantinha quatro filhos em cárcere privado

Publicado

por

Assessoria/PJC-MT

Equipe da Delegacia Especializada dos Direitos da Mulher de Cuiabá, com apoio de policiais do Grupo de Operações Especiais, prendeu em flagrante na tarde desta segunda-feira (18.11) S.T.M., 28 anos, suspeito pelos crimes de cárcere privado praticado contra seus quatro filhos e de ameaça contra a ex-companheira.

A vítima, L.L.B., 27 anos, procurou a Delegacia da Mulher e relatou que o ex-marido a ameaçou de morte e que estava mantendo os quatro filhos em situação de cárcere privado, dizendo ainda que colocaria fogo nas crianças caso a mulher não retomasse a relação com ele.

Ao chegar à residência, em um bairro na região do Planalto, na Capital, os policiais constataram que o suspeito mantinha os filhos presos na casa e foi necessário apoio da equipe do GOE para negociar a liberação das crianças e prender o homem. Policiais da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente também deram apoio à ação.

De acordo com a delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, da DEDM, na casa foi apreendido um galão com álcool que estava em posse do suspeito. “A ação contou com apoio de várias equipes, inclusive os negociadores do GOE, para que pudéssemos retirar as crianças rapidamente daquela situação de perigo”, declarou a delegada, parabenizando os policiais da DEDM, Deddica e do Grupo de Operações Especiais.

Leia mais:  Foragido das Justiças de Tocantins e Goiás tem prisões cumpridas em Confresa

A vítima informou ainda à delegada o histórico de violência doméstica com S.T.M., sendo que ele a agrediu fisicamente em outras ocasiões e ateou álcool no corpo dela.

Na delegacia, o suspeito foi autuado pelos crimes de ameaça e cárcere privado e depois encaminhado à audiência de custódia, ficando à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

SEGURANÇA

Polícia Civil prende traficantes com drogas, veículo e dinheiro em Várzea Grande

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil, resultaram na prisão em flagrante de dois traficantes, no bairro Jardim Glória I, em Várzea Grande. Com os presos, foram apreendidos tabletes de maconha, objetos de origem ilícita, dinheiro, além de um veículo utilizado na mercancia de droga.

O suspeito, E.M.S.C., 26, o “Defunto”, era investigado por fazer o transporte da droga, que foi localizada na residência do seu comparsa J.P. C., 24. Após serem surpreendidos, os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As investigações iniciaram na semana passada, quando policiais da DRE receberam informações de que o suspeito conhecido como “Defunto” transportaria 20 peças de maconha em seu veículo Volkswagem Gol. Com base nas informações, os investigadores realizaram a abordagem do denunciado, porém na ocasião, não foi encontrado em seu poder nenhuma substância ilícita.

 

Nesta segunda-feira (18), os policias receberam nova informação, de que o suspeito estava transportando a droga, sendo realizada novamente a sua abordagem, em frente a residência do seu comparsa no bairro Jardim Glória I.

Leia mais:  Condenado por estupro de vulnerável é localizado e preso pela Polícia Civil

Questionado, o suspeito confessou que escondeu três peças de maconha no quintal do parceiro. Em buscas na casa, os policiais apreenderam os tabletes da droga, que estavam escondidos debaixo de telhas de eternit próximo a um pé de manga.

Dentro da casa, foram apreendidas duas porções pequenas de maconha e duas de cocaína, já preparadas para venda, além de material utilizado para embalar a droga e R$ 447 em dinheiro, característico da atividade de tráfico, e objetos de origem ilícita como relógio, corrente dourada e celulares.

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262