conecte-se conosco


SEGURANÇA

Polícia Civil prende casal envolvido em golpe de R$ 2 milhões na compra de gado

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um casal suspeito de aplicar golpe de mais de R$ 2 milhões na compra de cabeças de gado, utilizando cheques sem fundos, teve mandados de prisões preventivas cumpridos na operação “Boi Voador”, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil nesta quinta-feira (08.11), por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá),

Com base nas investigações foram expedidas pela 2ª Vara criminal de Barra do Garças as ordens de prisão contra E.T.A.F., 52, o “Vandinho” e M.C.S., pelo crime de estelionato. A operação recebeu o nome de “Boi Voador”, uma vez que a aquisição do gado era realizada com cheques sem fundo.

A atuação do casal de estelionatários foi identificada em investigações da Derf Barra do Garças com apoio dos Núcleos de Inteligência das Regionais de Barra e de Guarantã do Norte, coordenadas pelos delegados Adilson Gonçalves de Macedo e Geraldo Gezoni Filho.

Durante as investigações da Derf Barra do Garças, conduzidas pelo delegado, Wilyney Santana Borges, foi evidenciado que o suspeito E.T.A.F., conhecido comprador de gado na região, após ganhar a confiança dos produtores, fez a aquisição de mais de 500 cabeças de bovino, em diversas propriedades da região do Araguaia, incluindo municípios vizinhos no estado de Goiás.

A compra era realizada com cheques pré-datados para 30 ou 60 dias, emitidos pela suspeita M.C.S., e que não possuíam saldo para compensação. As rezes compradas pelos suspeitos eram embarcadas no ato do negócio, ocasião em que o produtor rural que vendia os animais retirava a GTA e a nota fiscal, colocando nos documentos que o gado seria transportado para arrendamentos rurais nos municípios de General Carneiro, Portal do Araguaia, Torixoréu, Baliza (GO) e Piranhas (GO).

Segundo o delegado, Wilyney, em vez de fazer o transporte dos animais, os suspeitos levavam o gado para venda em leilões da região, desfazendo dos animais antes que os cheques não fossem compensados pelo banco. “Sabendo que os valores não seriam pagos, os suspeitos transferiam os patrimônios que possuíam para terceiros, evitando possível execução cível na cobrança dos cheques sem fundos”, disse.

O casal foi preso em Guarantã do Norte e uma equipe da Derf-BG irá até o município para fazer o recambiamento dos presos para Barra do Garças, uma vez que serão necessárias diligências complementares, para finalização das investigações.

 

Comentários Facebook

SEGURANÇA

Polícia Civil recupera carga de óleo lubrificante e prende dois

Publicado


Assessoria | PJC-MT

Uma carga de óleo lubrificante avaliada em cerca de R$ 5 mil e proveniente de crime de estelionato, foi recuperada pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande. 

A ação realizada no sábado (22.02) resultou na prisão de dois suspeitos por receptação.

Durante averiguação de uma denúncia anônima no bairro São Matheus, em Várzea Grande, os policiais civis surpreenderam dois indivíduos descarregando os galões de óleo lubrificante. Na checagem do material foi constatado se tratar dos produtos de crime.

Conforme apurado, os suspeitos efetuaram a compra dos galões utilizando o cadastro de uma empresa do ramo do agronegócio, a qual recebeu a nota fiscal. Uma vendedora da empresa descobriu que não havia sido realizada nenhuma compra, porém, os produtos já haviam sido entregues aos criminosos.

Toda carga recuperada foi apreendida e levada para Derf-Várzea Grande, juntamente com os dois indivíduos que foram ouvidos e autuados em flagrante delito por receptação.

As investigações continuam com objetivo de identificar e prender os envolvidos no estelionato.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

SEGURANÇA

Polícia Civil leva orientações sobre drogas a funcionários de empresa de segurança

Publicado


Assessoria PJC-MT

Profissionais de uma empresa de segurança privada participaram das atividades de cunho preventivo, inseridas no programa social “De Cara Limpa Contra as Drogas” desenvolvido pela Coordenadoria de Polícia Comunitária, da Polícia Judiciária Civil.

O encontrou foi realizado na quinta-feira (20.02), na sede da empresa Brinks, em Cuiabá.

Ao todo, 53 trabalhadores da empresa de segurança participaram da palestra com o tema “Drogas Lícitas e Ilícitas”, visando sensibilizar e conscientizar o público alvo sobre a prevenção ao uso de substâncias entorpecentes.

Na ocasião foram feitas apresentações educativas e orientativas. Além de alertar, a idéia é também de aproximar cada vez mas a sociedade da polícia.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262