conecte-se conosco


Cuiabá

Prefeito cobra responsabilização de secretários de Estado por desrespeito aos profissionais de Segurança Pública

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Após a suspensão da vacinação contra a covid-19 dos profissionais das forças de Segurança Pública e Salvamento, por parte do Governo do Estado, na manhã desta quinta-feira (8), o prefeito Emanuel Pinheiro cobrou mais respeito a esses trabalhadores. “Não brinquem com a vida das pessoas! Não brinquem com a vida das pessoas!”, disse indignado com o fato de o Executivo estadual ter criado expectativas junto aos seus servidores e falhado na organização do evento. 

Diante da não realização da imunização por falta de vacinas, os secretários de Estado da Casa Civil e de Segurança Pública, respectivamente Mauro Carvalho e Alexandre Bustamante, passaram a atribuir a responsabilidade à Prefeitura de Cuiabá, que, por sua vez, aguarda a entrega de doses de vacinas aprovadas pela Comissão Integestores Bipartite (CIB) para atendimento desse grupo prioritário para então repassar à Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), que preferiu organizar a vacinação dos seus próprios servidores. 

“Que papelão aos secretários! Ficaria melhor que os dois secretários parlapatões, falastrões entregassem o cargo. Mauro Carvalho, chefe da Casa Civil, e Alexandre Bustamante, secretário de Segurança Pública. Seria mais bonito pela humilhação e pelo desrespeito aos profissionais das forças de segurança e aos seus familiares, que ficaram a manhã inteira esperando aquilo que vocês sabiam que vocês não tinham em mãos, que eram as vacinas”, criticou Emanuel Pinheiro, em vídeo publicado na tarde desta quinta-feira (8). 

Leia mais:  Segurança da Coletividade é pauta de reunião no bairro Duque de Caxias em Cuiabá

A verdade dos fatos

Também no vídeo, a coordenadora e a gerente da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá, respectivamente, Valéria de Oliveira e Flávia Guimarães, explicaram a verdade dos fatos em relação à vacinação dos agentes de Segurança Pública. Segundo elas, por serem munícipes de Cuiabá, esse público deveria ser vacinado pela campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, junto com os demais públicos. Mas a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) manifestou interesse em organizar a vacinação desse grupo que o Ministério da Saúde autorizou antecipar a imunização. 

Diante da manifestação da SESP, a Prefeitura de Cuiabá, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou a capacitação dos servidores da SESP para atuarem desde o registro do cadastro até a aplicação da vacina. Esse treinamento, feito a quase 100 servidores, ocorreu na tarde de quarta-feira (7) – veja fotos na galeria. Na mesma ocasião, a SMS foi informada que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) não teria como disponibilizar as vacinas. 

De acordo com Valéria de Oliveira, o Estado de Mato Grosso recebeu apenas cerca de 900 doses de vacinas voltadas para os profissionais da Segurança Pública, quantitativo insuficiente para atender a demanda. Ela explica ainda que o Estado não pode utilizar as vacinas de forma direta, mas sim mediante entrega para o Município, o que deve ser aprovado e formalizado pela Comissão Intergestores Bipartite. “O Estado não pode entregar a vacina para uma entidade, eles têm que entregar para um Município a quantidade referente a esses policiais para que o Município repasse a quem tem que fazer a vacina, que no caso seriam eles mesmos”, explica a coordenadora.

Leia mais:  Casas de shows, cinemas, quadras poliesportivas e atividades coletivas em ambientes públicos e privados estão suspensas em Cuiabá

Diante do impasse, as técnicas da SMS chegaram a sugerir que a vacinação fosse adiada, o que não foi atendido. “Nós conversamos com quem estava representando o pessoal da Segurança e pedimos que adiasse, deixasse para amanhã, sexta-feira, porque não teria as doses. Mas eles disseram que já estava tudo acertado”, afirma Valéria de Oliveira. 

Somente na tarde desta quinta-feira (8) é que foi divulgada a Resolução da CIB com o quantitativo de doses destinadas à imunização dos agentes de segurança e salvamento, doses oriundas de reserva técnica do próprio Estado. Diante disso, ainda nesta quinta-feira (8), a equipe da SMS buscará as vacinas na central de frios do Estado e posteriormente entregará à SESP para que proceda a vacinação dos seus servidores. 

Comentários Facebook

Cuiabá

Nota de pesar | Toshio Doi

Publicado


O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho, em nome dos demais vereadores e vereadoras que compõem o Legislativo, externa profundo pesar pelo falecimento do servidor da Secretaria Municipal de Educação de Várzea Grande, Toshio Doi.
Toshio faleceu na madrugada deste sábado (10), aos 68 anos, em decorrência da covid-19. Ele era padrasto do jornalista e empresário Cláudio Moraes. A esposa dele, Heloise Maria de Moraes, mãe do jornalista, também faleceu em decorrência da doença no início do mês.
“A Câmara de Cuiabá lamenta a morte do senhor Toshio Doi. À família e amigos, nossa solidariedade neste momento tão difícil”, disse o presidente.
Juca comunica que solicitou ao presidente da Comissão Permanente de Saúde, Previdência e Assistência Social, o vereador Dr. Luiz Fernando, para apurar denúncia de suposto maus tratos que o servidor teria sofrido em um hospital particular.

Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Leia mais:  Pinheiro lamenta morte de familiares de prefeito de Novo Horizonte do Norte
Continue lendo

Cuiabá

Pinheiro lamenta morte de familiares de prefeito de Novo Horizonte do Norte

Publicado


Reproducao

Clique para ampliar

Com profundo pesar o prefeito Emanuel Pinheiro recebe neste sábado (10), a notícia de falecimento de Sidnei Antônio Pereira Neves, aos 48 anos, vítima da COVID-19. Ele era irmão do prefeito de Novo Horizonte do Norte, Silvano Pereira Neves (MDB), que também perdeu a mãe e o pai este ano para o vírus.

“Perder uma pessoa que a gente ama já é difícil. Mas perder três é de um sofrimento que só a fé em Deus pode confortar. Que nosso Senhor esteja com o colega Silvano e seus familiares”, disse o prefeito de Cuiabá.

O atual prefeito de Novo Horizonte do Norte perder também os pais, o ex-prefeito do município, Júnior Pereira Neves, com 75 anos de idade no dia 23 de março e a mãe Francisca Marlene de Azevedo Neves, 69 anos, no dia 07 de abril. 

O prefeito Silvano Pereira Neves também contraiu o vírus em 2020 e ficou 74 dias internado. Ele se recuperou da doença.

Leia mais:  Casas de shows, cinemas, quadras poliesportivas e atividades coletivas em ambientes públicos e privados estão suspensas em Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262