conecte-se conosco


MT

Primeira-dama Virginia Mendes apoia projetos sociais dos Bombeiros

Publicado

A primeira-dama do Governo de Mato Grosso, Virginia Mendes, visitou, nesta sexta-feira (08.11), o 1º Batalhão de Bombeiros Militar, no bairro Verdão, em Cuiabá, e conheceu os projetos sociais ‘Bombeiros do Futuro’ e ‘Musicalizar’, desenvolvidos pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso.

Recepcionada pelo comandante do Batalhão Cacique, tenente-coronel João Paulo Queiroz, a primeira-dama assistiu a uma apresentação com um balanço das ações ao longo dos 13 anos de existência do projeto e foi agraciada com uma apresentação de flauta doce das crianças do ‘Musicalizar’. Além do Musicalizar, também visitaram o Batalhão Cacique, os alunos do Bombeiros do Futuro do bairro Ribeirão do Lipa, de Cuiabá.

Em 13 anos de existência, o Bombeiros do Futuro já beneficiaram mais de 4 mil crianças e, somente em 2019, está atendendo 1.046 crianças, distribuídas em 21 cidades de MT. Só na Baixada Cuiabana, 150 alunos estão distribuídos nos pelotões de Poconé, Cristo Rei (Várzea Grande) e Ribeirão do Lipa (Cuiabá).

O foco são meninos e meninas de 10 a 15 anos que recebem noções de prevenção e combate a incêndio, de primeiros socorros, civismo, aulas de ética e cidadania, educação ambiental, educação para o trânsito, atividades recreativas, prevenção contra o uso de drogas. Eles também atendem entidades e associações, como é o caso da AACC, APAE, entre outras.

A diretora Maria Estevina, da Escola Municipal da Educação Básica Maria Tomich, conta que os alunos que participam do projeto estão mais atentos para a disciplina, justamente pelas noções de civismo aprendidas com os bombeiros. “Mesmo os que não estão no projeto buscam melhorar pela influência dos Bombeiros do Futuro”, afirma a educadora.

Leia mais:  Regularização do transporte intermunicipal resulta em redução média de 61% da tarifa

Ao lado da filha caçula Maria Luiza e de uma amiga da Maria, Olivia Brandão, a primeira dama assistiu a uma apresentação dos resultados dos projetos, com número de crianças alcançadas e atividades realizadas. E depois, a uma apresentação dos alunos do Musicalizar, que apresentaram um trecho da 9º Sinfonia de Beethoven e uma música natalina que fará parte das comemorações de final de ano.

“Vi no rostinho das crianças a alegria de estarem ali. Para mim é essencial que tenhamos cada vez mais projetos sociais como estes, que ajudam a formar cidadãos por meio da educação e da cultura. Fico honrada e feliz em ser convidada a ser parceira e já estou em busca de apoio para as melhorias necessárias para o projeto Musicalizar, como a compra de instrumentos para que eles possam avanças nas aulas de músicas para as crianças”, destacou a primeira-dama.

Maria Luiza e Olívia também aproveitaram para viver um dia especial com os bombeiros e brincaram com as crianças atendidas no projeto.

Queiroz ressaltou a importância em receber a primeira-dama. “É uma satisfação receber a primeira dama, não somente no nosso quartel, mas especialmente para apresentar os projetos sociais que são tão importantes”.

O tenente Ednaldo Ferreira, coordenador de Projetos Sociais do Corpo de Bombeiros, contou que a intenção da corporação é alcançar mais crianças, mas, para isso, mais parcerias são necessárias.

Leia mais:  GTA eletrônica começa a ser emitida em MT e deputado aponta avanço

“Os estudantes do Musicalizar estão com duas músicas prontas para a apresentação. Parece pouco, mas isso foi desenvolvido junto com conceitos de teoria musical, cidadania, educação e respeito. Eles já se sentem incluídos em algo maior e muito nobre”, afirmou.

O secretário adjunto de Esportes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Jefferson Neves, acompanhou a visita e destacou que a Pasta tem sido parceira do Musicalizar, fornecendo uma sala do Ginásio Aecim Tocantins para as aulas.

A pequena Emanuelly Mussato Soares, de 8 anos, aluna do Musicalizar, conta que adora participar das atividades e mostrou toda orgulhosa para a primeira-dama o que já aprendeu nas aulas de flauta doce. O pai dela, Wagner Soares, ressaltou que depois que a filha começou a participar do projeto o comportamento mudou, ficou mais focada nos estudos e não falta a nenhuma aula.

“Hoje ela acordou às 4h da manhã, ansiosa, perguntando que horas ela iria para o projeto. Para nós, estas ações são essenciais, principalmente por agregar aulas de civismo, de noções de prevenção a acidentes, combate às drogas”, disse o pai de Emanuelly.

Homenagem e presentes

Ainda durante a visita, a primeira-dama foi agraciada com uma homenagem com uma placa em reconhecimento pelos serviços sociais já prestados e pelo envolvimento nos novos projetos. Na placa, uma frase destacava “a grandeza não consiste em receber honras e sim em merecê-las!”. Para Maria Luiza foi dado uma barbie bombeira e Olívia ganhou uma farda de bombeiro tamanho de criança.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

MT

Escola de VG aposta em feira cultural com a temática voltada para a Amazônia

Publicado

por

A Escola Estadual Dom Bosco, de Várzea Grande, realizará a sua 1ª Feira Cultural na próxima quarta-feira (20.11). Intitulada “Um Olhar Para a Amazônia”, a mostra terá a participação de 620 alunos, que mostrarão trabalhos relacionados ao desmatamento, culinária, índice populacional, além dos rios da região. Os estudantes apresentarão atividades relativas a mortandade dos animais a destruição da fauna e flora. Na parte cultural, serão abordados o folclore com suas lendas, danças e músicas típicas da Amazônia. 

Todas as atividades apresentadas na feira cultural serão construídas pelos alunos e professores. A ideia é que os jovens se sintam protagonistas de seu próprio conhecimento, participando ativamente no processo.

Segundo a diretora Suzan Kelly de Souza Campos de Paula, a ideia nasceu de uma conversa informal, em sala de aula, sobre o desmatamento e as queimadas que vêm atingindo nossas florestas. “Os professores observaram que o assunto estava em foco nas mídias, e devido a esse problema mundialmente discutido a equipe gestora juntamente com os professores e alunos decidiram realizar um projeto”, assinala. No entendimento da diretora, os alunos necessitam saber da grande importância da Amazônia para a humanidade, passando assim a valorizá-la.

Leia mais:  Bloqueio termina e acesso à Bolívia por Cáceres está liberado

“Sem dúvida o nosso foco com esse projeto é fazer com que o aluno conheça melhor, para valorizar e aprender a preservar um bem que é de toda a humanidade, modificando as relações que o homem estabelece com a natureza e a forma de utilização de seus recursos” falo a professora de história Eliane Maria.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

MT

Segunda etapa da vacinação contra sarampo começa nesta segunda-feira (18)

Publicado

por

A segunda etapa da vacinação contra o sarampo começa nesta segunda-feira (18.11) e imunizará, até 30 de novembro, adultos de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia. Para garantir mais efetividade à campanha, além da dose de rotina, Mato Grosso recebeu 35 mil doses extras como forma de facilitar o acesso da população à imunização.

Ciente de que a vacina tríplice viral é a forma mais segura de prevenir o sarampo, protegendo também contra a rubéola e a caxumba, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, reforça o pedido à população mato-grossense para que procurem o posto de saúde mais próximo para vacinar.

“Essa é uma força-tarefa nacional de imunização contra o sarampo. Até o momento, Mato Grosso não tem casos confirmados de sarampo e não queremos que a doença, que chegou a ser erradicada no Brasil, volte a circular no Estado”, disse o secretário.

Conforme dados do Ministério da Saúde, um total de 68.814 mil mato-grossenses, entre 20 e 29 anos, não estão imunizados contra a doença. A proposta da campanha é diminuir esse número. Para isso, o Ministério deve enviar para o Estado, na próxima semana, novas doses da vacina.

Leia mais:  Estudo da Unemat aponta escassez de água na maior planície alagada do planeta

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), Alessandra Moraes, explica que, diferentemente dos anos anteriores, essa faixa-etária foi selecionada porque apresentou, em outros estados com casos confirmados de sarampo, uma gravidade no acometimento da doença, evoluindo, muita das vezes, para internações.

“Esse grupo precisa ter duas doses da vacina para ser considerado imunizado. É importante buscar uma unidade de saúde e levar o cartão vacinal para que possa ser vacinado. Se não puder comprovar que já recebeu alguma dose da vacinação, a pessoa vai tomar a primeira dose da vacina normalmente e 30 dias depois irá tomar a segunda dose”, informa.

Além da participação espontânea das pessoas, Alessandra destaca a importância de os munícipios estarem ativos na campanha. “É importante também que os municípios não percam a oportunidade de vacinar esse público. Então, é imprescindível ficar atento aos espaços onde os jovens estão e buscar levar as  informações sobre vacinação a esses meios. Essas são estratégias que os municípios podem utilizar para acessar este público”, avalia a coordenadora.

Leia mais:  Saúde de crianças e migração são discutidas em capacitação do Selo Unicef

Sobre o sarampo

O sarampo é uma doença viral altamente contagiosa, que pode evoluir para complicações graves e óbitos. A doença é transmitida por meio das secreções expelidas pelo doente ao falar, tossir e espirrar. O comportamento endêmico/epidêmico do sarampo varia de um local para outro e depende basicamente da relação entre o grau de imunidade e a suscetibilidade da população, bem como da circulação do vírus na área.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262