conecte-se conosco


Cuiabá

Primeira fase da vacinação contra Covid-19 funcionará apenas no Centro de Eventos do Pantanal

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Prevista para começar nesta quarta-feira (20), às 10 horas, a campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, de imunização contra a covid-19, irá funcionar no Centro de Eventos do Pantanal, das 7h às 22 horas, de domingo a domingo. Este polo central será o único local de vacinação durante a primeira fase da campanha, que abrange trabalhadores da saúde (grupo 1), pessoas acima de 80 anos, pessoas de 75 a 79 anos de idade, pessoas acima de 60 anos institucionalizados (que vivem em asilos ou abrigos), que compõem o grupo 2, em Cuiabá.  

“As unidades básicas não vão receber vacina neste momento. Vai ser centralizado porque não podemos colocar em risco e nós precisamos de segurança. Inicialmente, começa assim. Não adianta ir nas nossas unidades básicas. Tudo será feito de forma que possamos chegar ao total da vacinação”, avisa a secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, após uma lista com todas as unidades básicas de saúde de Cuiabá ser divulgada e viralizar com a informação de que seriam pontos de vacinação para a Covid-19, o que gerou transtornos para os servidores que trabalham nessas unidades. “Já tem pessoas procurando e até brigando com os nossos atendentes. Nós estamos num momento que, como já ocorreu com a Influenza no passado, de unidades nossas serem invadidas e roubadas. Então, neste momento, nós estamos centralizando por segurança dos nossos profissionais e por segurança da população”, explica a gestora. 

Leia mais:  Emanuel anuncia novo decreto com toque de recolher e veta funcionamento de casas de shows e boates; Confira medidas

Neste momento, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou o uso emergencial de apenas 6 milhões de doses da CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e de 2 milhões de doses da Covishield, produzida pela farmacêutica Serum Institute of India, em parceria com a AstraZeneca/Universidade de Oxford/Fiocruz, ou seja, 8 milhões de doses para todo o Brasil, a quantidade que será destinada a Cuiabá será suficiente apenas para começar a imunizar trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente da covid-19, em Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s), enfermarias e pronto atendimento de hospitais públicos e privados. 

Por conta dessa limitação, a secretária de Saúde pede a compreensão e colaboração dos cuiabanos para que aguardem a liberação de mais doses para que mais pessoas sejam imunizadas, conforme os grupos de risco definidos pelo plano de imunização. “Em nome da Secretaria de Saúde e de todos os profissionais da Secretaria de Saúde de Cuiabá, gostaríamos de pedir o engajamento da população. Nós temos equipes reunidas diuturnamente, nós estamos preparando todo esse trabalho para que a gente possa desenvolver sem percalços. A questão dos agendamentos, a questão dos horários são justamente para não haver problema porque, inicialmente, nós temos os grupos que vão ser vacinados. Nós precisamos que a comunidade entenda que não adianta ir lá na unidade básica, ligar. Hoje nós precisamos nos unir, trabalhar em conjunto, precisamos da sociedade civil organizada”, afirma. 

Leia mais:  Primeira-dama busca reforço do setor empresarial para iniciativas de geração de renda

Pré-requisito para se vacinar

Para ser vacinado, a pessoa precisa fazer um pré-cadastro e agendamento pelo link que será divulgado no portal da Prefeitura de Cuiabá. Também é necessário que a pessoa esteja com o Cartão SUS atualizado, o que pode ser feito através do aplicativo ConecteSUS ou em unidade de saúde da atenção primária mais próxima da residência. 

Comentários Facebook

Cuiabá

Pinheiro reforça diálogo e limite para adotar medidas sem sufocar e causar desesperança aos trabalhadores

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Editado pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta terça-feira (2), o Decreto nº 8.340 evidencia a competência municipal para dispor sobre as ações sanitárias em seu território. Conforme transcrito no art. 25 do documento que será publicado na Gazeta Municipal desta quarta-feira (3), essa garantia foi feita pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por meio de medida expedida no dia 29 de julho de 2020.

Segundo Emanuel, após a análise da Reclamação nº 41.935, o STF teve o mesmo entendimento da Prefeitura de Cuiabá, assegurando a autonomia do Poder Municipal. “Sempre entendemos que cabe ao Estado um poder residual. Ou seja, somente orientativo. Já ao Município, cabe o poder de interesse local, para definir as normas que forem avaliadas necessárias nesse combate à Covid-19”, explicou o prefeito.

O chefe do Executivo de Cuiabá afirmou ainda que fez questão de transcrever a decisão do órgão máximo do Poder Judiciário brasileiro nho decreto para que não paire mais nenhuma dúvida em relação ao assunto que, por vez, somente causa confusão na população. “O que mais queremos é zelar e proteger a saúde das pessoas, com autonomia e autoridade”, completou o gestor cuiabano.

Leia mais:  Secretaria de Gestão convida servidores a participarem do curso EAD de Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos

Pinheiro destacou também que o novo decreto também reforça a característica da gestão do Município de dialogar com as entidades e representantes da sociedade civil organizada, garantindo uma participação de todos antes das tomadas de decisões. Segundo ele, somente respeitando o setor produtivo, os trabalhadores e chamando a responsabilidade para todos é que a guerra contra a Covid-19 será vencida.

“Não pude atender o desejo de todos, mas chegamos no limite para adotar medidas sem sufocar a nossa economia, não penalizando mais ainda o setor produtivo e não causando desemprego e desesperança para os trabalhadores. Os trabalhadores precisam de apoio, de acolhimento e de solidariedade. Isso eu chamo de sensibilidade e justiça”, pontuou.

Ele relembra que em março de 2020, foram necessárias a adoção de medidas extremamente severas com a suspensão das atividades do comércio local, das aulas presenciais, do funcionamento de indústrias, além do toque de recolher para conscientizar a população e poder preparar o sistema de saúde e conter o avanço do vírus. A atitude foi baseada em análises técnicas do Comitê de Enfrentamento ao novo Coronavírus, criado pela gestão.

Leia mais:  Decreto prevê revezamento e escala de serviço na administração pública; sistemática será definida por secretários

Cita que a Prefeitura agiu de forma responsável, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde. Cientistas renomados atestaram que as medidas adotadas à época ajudaram a salvar muitas vidas. A organização do sistema, com a abertura de leitos de UTIs exclusivos, instalação de unidades de referência, ratificaram o cuidado e a preocupação da gestão municipal.

Mesmo diante do cenário de perda de vidas, na ocasião, o Governo do Estado não se atentou para a gravidade da pandemia e chegou a declarar que ela não chegaria com tanta força em Mato Grosso. A consequência de não ter se preparado com antecedência foi que pessoas infectadas de outros municípios – muitos que em princípio não registravam doentes – vieram se tratar na capital, superlotando as unidades de saúde com atendimento exclusivo à Covid-19.

Pondera que um  ano depois,  as novas medidas restritivas anunciadas pela Prefeitura buscam arrefecer o crescimento do número de infectados, que está acontecendo em todo o país, e mitigar também os sérios desequilíbrios econômicos provocados pela pandemia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Em 30 dias, Gabinete Itinerante do vereador Sargento Vidal já atendeu 550 pets

Publicado


Carol Siqueira | Secom Câmara Municipal de Cuiabá

O Gabinete Itinerante do vereador Sargento Vidal (Pros) já atendeu, em apenas 30 dias, mais de 50 pets individuais no consultório e cerca de 500 animais nas ONGs de Cuiabá. Os serviços foram efetuados de forma gratuita.

A equipe do gabinete itinerante é composta por um motorista, uma médica veterinária e uma protetora animal independente. Todas as ONGs de Cuiabá receberam pelo menos uma visita em apenas 30 dias de trabalho.

Os atendimentos feitos pela equipe são de consultas e avaliações de pets que são recebidos pelas ONGs, bem como retirada de material para exames caso necessário.

“Trinta dias de Gabinete Itinerante, vários pets atendidos no consultório e todas as ONGs também receberam pelo menos uma visita da equipe da Dra Andrea Janaina, logo ampliaremos os atendimentos que será de segunda a quinta pela manhã com a criação da Secretaria-Adjunta da Causa Animal, vai ficar chique! “, disse o vereador.

Leia mais:  Primeira-dama busca reforço do setor empresarial para iniciativas de geração de renda

Luana Valentim | Assessoria de Imprensa Vereador Sargento Vidal

Fotos Relacionadas

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262