conecte-se conosco


CIDADES

Reforma da Casa de Amparo marca novo tempo para as políticas voltadas à mulher

Publicado

Vicente Aquino

A Prefeitura de Cuiabá entregou a reforma inédita da Nova Casa de Amparo (Vilma Benedita Rodrigues), nesta segunda-feira (02), com a presença de diversas autoridades do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT). A revitalização marca mais uma etapa do novo tempo para as políticas públicas direcionadas à mulher.

Em 2017, a atual administração uniu forças com diversas entidades do Legislativo, Executivo e Judiciário para angariar fundos para a revitalização, após vistoria no local que apresentava problemas estruturais e não passava por obras de relevância desde a sua inauguração, em 2002.

Hoje são 29 espaços, de uma área de 608,46 m², com novas mobílias e estrutura física amplamente reformulada na parte estrutural que passa contar com salas de coordenação, acolhimento, administrativo, psicossocial, brinquedoteca, refeitório, cozinha, dispensa, lavanderia, salão multiuso, refeitório, cozinha, almoxarifado, seis quartos, seis banheiros, horta, parque infantil e academia ao ar livre.

“Nós enxergamos essa casa com muito bons olhos porque precisamos dessa casa e encaminhar mulheres para cá. A casa é necessária, segundo a Lei Maria da Penha, para as mulheres que estão sendo vítimas de violência, estão ameaçadas e saíram de um relacionamento e não tem pra onde ir, juntamente com seu filhos. Então, é de primordial importância para a prevenção da violência e para que ela possa entrar e sair de forma diferente”, frisou a defensora pública, Rosana Leite.

Leia mais:  Obra do Real Parque chega a 90% de execução e entra na reta final

A unidade de acolhimento institucional que funcionava temporariamente em outro endereço atendeu, até o momento, 63 mulheres, além de 75 crianças num total de 138 auxílios sociais efetuados em 2019. A capacidade da sede é de 22 mulheres vítimas de violência doméstica, acompanhas ou não de seus filhos, menores de 12 anos ou não.

Políticas Públicas

Durante o evento, a primeira-dama Márcia Pinheiro, uma das principais articuladoras da reforma, mencionou as principais atuação para causa feminina e desejou a utilização da casa cada vez menor, assim como os casos de violência contra mulher.

“Gostaríamos que a Casa de Amparo não precisasse existir e que os índices de violência doméstica fossem lembranças triste do nosso passado. Entretanto, se ela precisa existir que seja com toda a estrutura e conforto para nossas mulheres cuiabanas. Porém, nos estamos focados em promover ações que venha de encontro com à violência doméstica, que possamos oferecer condições para nossas mulheres serem mais independentes de seus companheiros”, elencou.

A primeira-dama citou as principais ações voltadas ao empoderamento feminino como as palestras de conscientização de igualdade de gênero realizadas para as crianças da rede municipal de educação e do Programa Siminina.

Leia mais:  “Um Por Todos e Todos Por Um” fecha 2019 com avaliação positiva

O Qualifica Cuiabá 300 anos também foi destaque como a principal política pública do município voltado à mulher por ter a presença feminino em mais de 80% e oferecer condições de emprego e renda familiar as mulheres cuiabanas. Uma a cada quatro mulheres vítimas de agressão são dependentes financeiramente de seus companheiros, conforme apresentado pela primeira-dama.

Em todos os depoimentos das autoridades e demais convidados foi destacado a sensibilidade do prefeito Emanuel Pinheiro e da primeira-dama Márcia Pinheiro acerca das ações direcionadas à mulher, neste sentido o chefe do Executivo Municipal destacou a característica de humanização de sua gestão.

“A nossa administração é dedicada para o cuidado das pessoas e a reforma dessa casa representa muito bem isso. As mulheres são encaminhadas para cá com enorme abalo emocional, psicológico e físico, então precisamos oferecer a elas um local bem harmonizado, com conforto para que elas vejam aqui como um lugar de esperança para recomeçar suas vidas  e saírem daqui com outros objetivos e sonhos”, pontuou o prefeito.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook

CIDADES

Consultora da Unesco do Programa Criança Feliz esteve em Cuiabá para visita técnica

Publicado

por

Vicente Aquino

A coordenadora responsável pelo Programa Criança Feliz no Centro-Oeste, Lisane Marques, da Unesco esteve em Cuiabá para uma visita técnica e avaliação do trabalho que está sendo desenvolvido pela Prefeitura, nesta sexta-feira (06). O programa é uma parceria do Ministério da Cidadania em parceria com os municípios.

“O objetivo da visita é fazer o monitoramento, o acompanhamento e a execução do Programa, que é desenvolvido dentro da política de assistência social. Estamos acompanhando, conversando e avaliando todas as equipes de referência, pois o programa conta atualmente com mais de 21.000 visitadores. Essa avaliação permanente é necessária para que os apontamentos sejam feitos e os serviços melhorados”, explicou Lisane Marques.

Na oportunidade, a coordenadora conheceu in loco os serviços da equipe pertencente à Unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), do bairro Pedra 90, onde as famílias atendidas pelo Programa. “Fiquei muito satisfeita com o que pude presenciar. Um fator primordial para o sucesso do programa é o envolvimento de todos os componentes da equipe. Quem trabalha com esse programa tem que estar envolvido, conhecer a realidade de cada família para saber que tipo de suporte poderá ser ofertado. E isso ficou visível. Cuiabá está de parabéns. As famílias visitadas demonstraram satisfação pelo atendimento prestado”, comentou a representante da Unesco.

Leia mais:  “Um Por Todos e Todos Por Um” fecha 2019 com avaliação positiva

Na Capital, o programa que é coordenado pela Secretaria de Assistência Social é realizado em sete das 14 unidades existentes dos Centros de Referência, sendo eles: Planalto, Pedra 90, CPA, Jardim União, Jardim Araçá, Pedregal e Jardim Nova Esperança. A metodologia utilizada é de visitas domiciliares realizadas nas residências das famílias cadastradas no Programa Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC), inserida no CRAS de referência em que o Programa Criança Feliz atua.

Durante a explanação, a coordenadora do Programa Criança Feliz em Cuiabá, Michelle Santos Machado informou que cerca de 986 crianças de 0 a 3 anos, 54 famílias contempladas com o auxílio do BPC e 94 gestantes estão sendo acompanhadas pelo programa. “Desde que assumi a coordenação sabia do grande trabalho a ser desempenhado, mas que, sem dúvida nenhuma, o retorno satisfatório estava garantido. Temos pela frente muitos desafios, mas estamos no caminho certo. Nosso objetivo é incluir cada vez mais famílias e melhorar a qualidade de vida dessa população”, disse ela.

“Aos poucos já estamos recebendo o retorno das famílias atendidas pelo programa em Cuiabá. A principal declaração é de que a vida delas mudou depois que começaram a receber a visita da equipe, e isso nos motiva a continuar e trabalhar ainda mais por essa nobre causa que é a primeira infância”, comentou.

Leia mais:  Prefeito lamenta morte do advogado Marcos Dantas

O secretário municipal de Assistência Social, Wilton Coelho agradeceu a visita, pois segundo ele, trocas de informações e novas orientações são fundamentais para o progresso do Programa. “Quem ganha com isso é a população que necessita do apoio e dos serviços ofertados pela administração pública. O nosso objetivo é trabalhar para oferecer qualidade de vida a população cuiabana. É com muita satisfação que podemos afirmar que o trabalho está tendo resultados positivos e fazendo a diferença na vida das pessoas”, concluiu o secretário de Assistência Social, Wilton Coelho.

PROGRAMA CRIANÇA FELIZ- O programa prioriza crianças e famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, como: gestantes, crianças de até 36 meses e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família; crianças de até 72 meses e suas famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada; crianças de até 72 meses afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção prevista no Art. 101, caput, incisos VII e VIII, da Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, e suas famílias.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

SUGESTÃO DE PAUTA – Final da “Batalha de Rima” de Cuiabá acontece neste sábado

Publicado

por

Assessoria Batalha de Rima

Palavra cantada, rimada, cadenciada, palavra batalhada. O rap vai preencher o Museu da Imagem e do Som (MISC) neste sábado (07), a partir das 18h30. A “Batalha de Rima”, seletiva municipal de Cuiabá chega em seu último confronto entre MC’s que disputam o prêmio de R$ 1 mil. Também fazem parte da programação do evento intervenções de grafite, discotecagens e apresentações de dança da cultura hip hop.

O projeto foi aprovado em edital do Fundo Municipal de Cultura no segmento Música. Ele é realizado pela União Mato-grossense de MC’s, que conduz a já conhecida Batalha da Alencastro (BDA), realizada todas as quintas-feiras desde 2015, na praça de mesmo nome.

De acordo com os integrantes, o coletivo surgiu com a intenção de fomentar o acesso à cultura de rua e buscar parcerias para garantir aos jovens um espaço de inserção social através da arte, música e poesia.

As seletivas vêm acontecendo desde o mês de outubro. Foram oito batalhas espalhadas pela cidade, em lugares como CPA I, CPA III, Praça Alencastro, Pedra 90, região do Centro Político Administrativo.

Leia mais:  Representantes do esporte cuiabano são homenageados pela Prefeitura de Cuiabá

SERVIÇO

O que: Final da Batalha de Rima – seletiva Cuiabá

Onde: Museu da Imagem e do Som (MISC) – Rua 07 de setembro, 1 Centro Norte – Cuiabá

Quando: sábado (07), às 18h30

Entrada gratuita

Informações: (65) 99263-1225

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262