conecte-se conosco


CIDADES

Saúde coloca em prática o Plano de Ação de combate ao mosquito da dengue

Publicado

A Secretaria de Saúde de Várzea Grande deu início às ações de enfrentamento ao combate ao mosquito Aedes aegypti transmissor das doenças dengue, chikungunya e zika vírus no município. Médicos, enfermeiros e gerentes de unidades de saúde participaram nesta manhã (02), no auditório do Fórum de Várzea Grande de uma capacitação, cujo objetivo é fortalecer os trabalhos de prevenção, diagnóstico e manejo clínico de casos suspeitos dessas doenças.

A chegada do período chuvoso requer uma maior atenção, principalmente, no combate ao mosquito Aedes aegypti, por isso é preciso que haja uma mobilização para que não ocorra o aumento dos números de casos dessas doenças e mortes. “Em 2018 foram notificados 12.890 casos de dengue, chikungunya e zika vírus. Já em 2019 foram notificados 503 casos, dessas doenças até a presente data. “ O que estamos fazendo hoje é antecipando as ações de combate e prevenção da doença. Neste primeiro momento, atualizando as informações, de acordo com o Plano Municipal de Contingência, para podermos elaborar estratégias que serão adotas já neste mês de dezembro, tanto nas medidas de prevenção quanto ao diagnóstico preciso destas doenças, para evitar óbitos”, informou o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes.

Na oportunidade, o secretário lembrou ainda da importância do trabalho dos agentes de endemias. São eles os responsáveis em fazer a busca ativa dos casos casa a casa. “Nossos agentes desempenham papel importante na Saúde Pública, visto que são conhecedores e próximos das comunidades em que vivem. Visitam casa a casa com o trabalho preventivo e de orientação o que resulta em mudança de comportamento na comunidade em que atuam. No caso do combate aos criadouros do Aedes, ao entrar nas casas junto com os moradores são dadas as orientações necessárias e preventivas na eliminação desses criadouros. Formando assim uma corrente de ações que somadas ajudam o município a reduzir essas incidências e casos da doença na proteção à vida. Esse trabalho tem sido importante na diminuição de casos dessas doenças no município”.

Leia mais:  Painel de casos de Covid-19 em Cuiabá desta quarta-feira (20)

Durante o encontro o médico infectologista Tiago Rodrigues Viana destacou a importância de se fazer um diagnóstico preciso e do tratamento contra doenças causadas por viroses, que apresentam sintomas comuns como febre, secreção e náuseas, o que pode confundir pacientes e médicos. “A dengue é uma virose, mas se o agente causador não é conhecido, é necessária a realização de exames específicos para a detecção da doença”.  

O especialista alertou ainda que a dengue continua sendo a doença que mais preocupa. “Febre, dor de cabeça e dor no corpo são os principais sintomas. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Na fase febril inicial da doença pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, entre outros sintomas. Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde. A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, com a dengue hemorrágica que pode levar à morte”.

Leia mais:  Casos de Covid-19 em Cuiabá desta terça-feira (19)

A superintendente de Vigilância em Saúde, Relva Cristina Silva Moura, disse que a Saúde do município vem mantendo anualmente, as ações de prevenção e de combate as doenças infecciosas, e que o trabalho realizado no município, principalmente o de conscientização da população, tem sido essencial na diminuição dos casos tanto da dengue, como da chikungunya e zika vírus. “As medidas para o controle dessas doenças têm sido reforçadas por todas as equipes de saúde, por isso é importante que todos os profissionais dos diversos setores estejam atentos aos fatores que causam as doenças, tanto os das atenções primária e secundária. Temos nosso Plano Municipal e já estamos colocando em prática, com as capacitações”, disse Relva.

Nesta sexta-feira (05), equipes de endemias do município estarão fazendo ações de mobilização nos bairros. A ideia é chamar a atenção dos moradores para os cuidados em suas residências. "Esse é um trabalho que a Saúde de Várzea Grande realiza constantemente, sempre pedindo o apoio da população, que precisa ser também um vigilante constante para conter estas doenças, deixando suas casas livres de criadouros”, completou Relva Cristina.

Por: Kátia Passos – Secom/VG

Comentários Facebook

CIDADES

Emanuel Pinheiro reúne secretariado e reforça medidas para evitar a disseminação da COVID-19

Publicado

por

Também convidados, representantes da Vigilância em Saúde explanaram sobre as ações executadas

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro realizou na manhã de sábado (23) reunião de secretariado por meio de videoconferência. Dentre as pautas, as medidas de combate à pandemia do novo Coronavirus, além de orientações quanto ao corte de despesas, seguindo as diretrizes já descritas em decreto.

Da assessoria – Além dos titulares das pastas, o diretor da Vigilância em Saúde, Benedito Oscar e a gerente da Vigilância Epidemiológica, Flávia Guimarães foram convidados e explanaram sobre as diretrizes já implementadas em casos suspeitos de contaminação em servidores públicos.

“Nesse momento, em que todos os cuidados são exigidos para evitar a disseminação da COVID-19, é necessário reforçar o diálogo e reiterar que as ações são pautadas em relatórios técnicos e sanitários”, disse Pinheiro.

Mais uma vez o prefeito relembrou que as medidas são duras, mas necessárias. “Os gestores vivenciam os impactos.  Sofremos com as pessoas, nos solidarizamos, buscamos estratégias para amenizar a situação. Cuiabá criou um programa de renda solidária, determinei o veto à majoração da água. Por meio de decreto, também evitei que o fornecimento de água seja interrompido garantindo que as famílias não sejam ainda mais penalizadas”, disse o prefeito.

Leia mais:  Várzea Grande amplia poder de fiscalização e volta a endurecer Decreto de Funcionamento

Por medida de segurança, as atividades no serviço público, excluindo os serviços essenciais e dos profissionais da saúde, devem ser mantidas no sistema home office até a data de 28 de junho.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

Guarda Municipal de Várzea Grande atua no combate ao coronavírus e intensifica a fiscalização

Publicado

por

Relatório destaca alta de ocorrências em relação às ações de fiscalização em descumprimento as regras contra o coronavírus

As ações de combate à disseminação do novo coronavírus, Covid-19, têm alterado a rotina da Guarda Municipal de Várzea Grande, instituição que surge como uma grande aliada na proteção coletiva a vida nesta época de pandemia. O trabalho diário tem sido tão intenso e necessário que o Relatório de Atendimento Operacional, referente ao primeiro quadrimestre desse ano, contabiliza 583 fiscalizações específicas no cumprimento das Normas e Decretos Municipais contra o Covid-19. Somente na passagem de março para abril as demandas registraram um aumento mensal de 116,84%, com o número de atendimentos passando de 184 para 399 no mês passado.

Por Marianna Peres – Vale lembrar, que essa nova atribuição da GM não pode ter comparação anual, já que as ações contra a doença tiveram início a partir de março, quando o primeiro caso confirmado de contágio foi registrado no País. No primeiro quadrimestre do ano passado não havia ações a nova rotina de quarentena.

Além dessas ações diretas contra a disseminação da doença, o relatório destaca incremento na chamada ‘Efetividade Preventiva’, que entre várias atuações, destacam-se as rondas nos bairros e junto aos prédios públicos, que aumentaram 21,64% na comparação entre os saldos de março e de abril. O relatório destaca uma alta mensal de 679 para 826.

O secretário municipal de Defesa Social e Comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero Dias, destaca que o papel de Guarda Cidadã da corporação está mais atuante do que nunca. “Estamos focados no combate à doença, participando de ações integradas junto às demais forças de segurança, averiguando denúncias de aglomerações/festas/reuniões – atos proibidos- ,  que são feitas pela população e reforçando nossa presença nos bairros. Sem as rondas escolares, atividades diárias e de rotina da GM, estamos ampliando nossa atuação na área central, como também nos setores comerciais dos bairros, onde há uma tendência de fluxos concentrados”.

Leia mais:  Casos de Covid-19 em Cuiabá desta terça-feira (19)

As atuações da GM em ações integradas – junto à Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e à Vigilância Sanitária, por exemplo – contabilizam 58 diligências neste quadrimestre, sendo que 52 delas, realizadas somente nos meses de março (18) e abril (34).

Desde o Decreto Municipal de número 20, de 20 de março desse ano, que criou o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (Covid-19) de Várzea Grande, no qual a Guarda Municipal se tornou membro efetivo. “Ao longo da expansão de novos casos da doença e, principalmente, da eminência de alta taxa de contágio, a Guarda Municipal conquistou o poder de polícia, mas segue também atuando de maneira preventiva, estimulando a consciência coletiva para o momento bastante delicado”. Ainda como completa Homero, “As ações de fiscalização seguem enquanto as medidas restritivas estiverem em vigor. Estamos com guarnições específicas apoiando as fiscalizações no Município. O objetivo de todos é diluir as aglomerações, e manter o distanciamento social para evitar contaminação do novo coronavirus, e se o estabelecimento que for reincidente, no descumprimento das novas regras será interditado”, enfatiza.

“Vamos endurecer e reforçar nossa fiscalização, existe a pandemia, e temos que zelar pela Saúde Pública da população. Já fizemos ações de conscientização e agora é hora de endurecer. Todos tem que respeitar para evitar maior incidência da doença, as exigências de regras de funcionamento e a movimentação das pessoas e do direito de ir e vir de cada um, são respeitados, mas o distanciamento de 1,5 metros, uso de máscaras e meios de higienização e não aglomeração além da proibição de festas, precisam serem cumpridos. Estas regras são de proteção a vida, caso contrário, novas medidas mais endurecidas como um lockdown que é o fechamento de todos os serviços e a proibição das pessoas de saírem de suas casas, pode acontecer. Então vamos respeitar os Decretos Municipais”, alertou Homero.

Leia mais:  Cuiabá divulga painel de casos de Covid-19 em Cuiabá desta sexta-feira (22)

A prefeitura de Várzea Grande, por meio do seu Poder de Polícia, poderá realizar o fechamento de qualquer evento privado que venha a reunir aglomeração de pessoas, e para essa ação, tem como principal aliado, a Guarda Municipal, como pontua o comandante.

BOA NOTÍCIA – Com as restrições impostas pelo período de quarentena, a GM vem contabilizando retração nos números de acidentes e notificações de trânsito. Os acidentes contabilizaram 337 registros, com clara redução ao longo do primeiro quadrimestre. Em janeiro foram 100, em fevereiro outros 104, em março passara a 78 e em abril, 55.

As notificações de trânsito fecharam o período com 6.565 documentos, que podem gerar multas aos condutores. Ao longo desses primeiros quatro meses do ano foram encolhendo, saindo de 656 em março para 537 no mês passado.

“O êxito das ações da Guarda Municipal está diretamente ligado à adesão da população. Independente de haver quarentena, ou não, a participação popular é importante, desde as denúncias que chegam ao 190, como ao obedecer às leis de trânsito e atualmente, ao se conscientizar das formas de controle e prevenção ao coronavírus, evitar aglomerações, usar máscaras, fazer uso de álcool e álcool em gel e principalmente, só sair de casa se houver realmente necessidade. A população tem de se conscientizar que o seu bem mais precioso é sua família. Que preservem a família!”, orienta o comandante.

Sobre denúncias de desrespeito às medidas de restrições, isolamento social e distanciamento, o comandante Homero frisa que é necessário que a população siga informando às autoridades em prol do bem comum.

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262