conecte-se conosco


Cuiabá

Secretaria de Obras inicia construção de travessia de concreto na região do Distrito do Aguaçu

Publicado


Assessoria

Clique para ampliar

O planejamento da Prefeitura de Cuiabá de melhorar as condições de trafegabilidade também na zona rural segue avançando pelas comunidades. Neste momento, por exemplo, a Secretaria Municipal de Obras Públicas está com uma equipe atuando na construção de uma travessia de concreto no Córrego Isabel Vieira, no Distrito do Aguaçu.

A estrutura é constituída por oito conjuntos de aduelas 4×4 e substituirá uma antiga ponte de madeira que era utilizada pelos moradores da região conhecida como “Forte do Aguaçu”, que é formada por várias comunidades. De acordo com o cronograma, a previsão é de que o trabalho dure cerca de 30 dias.

Pré-moldadas em concreto armado, as aduelas são consideradas extremamente apropriadas para a demanda do fluxo de água, principalmente durante a temporada de chuvas. Além disso, a fabricação dos pré-moldados seguem as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o que dá maior garantia ao serviço executado. 

“A nossa gestão é uma gestão de todos. Estamos com diversas obras no perímetro urbano, mas não deixamos de cuidar da zona rural. Seja com grandes obras ou pequenas intervenções, nossas equipes estão atuando para melhorar a vida da população”, comenta o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Leia mais:  Gestão Emanuel Pinheiro demonstra bom poder de articulação e reúne em evento ministra e mais sete representantes do Governo Federal

META SUPERADA

Um levantamento feito pela Secretaria de Obras Públicas demonstra que a gestão Emanuel Pinheiro superou em 260% a meta de construção de travessias de concreto, estabelecida para 2020. De acordo com a Pasta, o planejado para o ano era de 10 novas estruturas, mas os dados apontam que foram edificadas 36.

O número engloba as travessias do tipo bueiro celular, bueiro tubular e ponte de concreto, implantadas tanto no perímetro urbano quanto na zona rural de Cuiabá. Essa é a terceira vez consecutiva que a meta é superada, já que em 2018 foram construídas 21 travessias e, em 2019, o número chegou a 23, demonstrando um constante crescimento. 

Comentários Facebook

Cuiabá

Limpurb doa 100 mudas de plantas para Rotary Club de Cuiabá

Publicado


Assessoria

Clique para ampliar

A Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) atendeu à solicitação do Rotary Club de Cuiabá com a doação de 100 mudas de plantas, que foram plantadas na manhã do sábado (18). A ação ocorreu na Lagoa Encantada, localizada no bairro CPA III, na região Norte da cidade.

Os funcionários da Limpurb ajudaram na abertura das covas, bem como no plantio das mudas. O plantio ocorreu em alusão ao dia da árvore, comemorado no dia 21 de Setembro, e teve a adesão dos membros do Rotary Club de Cuiabá, Casa da Amizade e Interact Club.

Mudas de Ipê Roxo, Acerola, Jacarandá, foram algumas das espécies plantadas em torno do espaço, que abriga a sede da Subprefeitura na região da Grande Morada da Serra.

Para o representante do Rotary Club de Cuiabá, Salvador Pinto, o plantio das mudas atende a questão da arborização do espaço da lagoa.

‘’Esta ação é em comemoração ao dia da árvore e aqui plantamos essas 100 mudas que irão ajudar na arborização deste espaço importante para os moradores da região do CPA’’, relatou Salvador.

Leia mais:  Gestão Emanuel Pinheiro demonstra bom poder de articulação e reúne em evento ministra e mais cinco representantes do Governo Federal

Para o diretor-presidente da Limpurb, Vanderlúcio Rodrigues, o trabalho do Rotary tem um peso social muito importante para a cidade.

“É importante esse trabalho no plantio de árvores. O Rotary preocupado com o meio ambiente se dispôs a ajudar com essa ação que tem o total apoio da prefeitura de Cuiabá e da Empresa de Zeladoria e Serviços Urbanos”, disse Vanderlúcio.

O Rotary pretende repetir o trabalho nos próximos meses com o plantio de mais mudas de árvores no local. Uma comissão de Rotarianos já trabalha para levar a ação com plantio de mais árvores em outros parques da cidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Enfermeiros das unidades básicas de saúde passam por capacitação sobre manejo no tratamento de feridas

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Cerca de 150 enfermeiros da rede de atenção primária à Saúde de Cuiabá realizaram curso de manejo de feridas e curativos, oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ao longo desta semana, no auditório Ana Maria do Couto (Plenarinho), da Câmara de Cuiabá. Para evitar aglomerações, os profissionais foram divididos em quatro turmas, cada uma sendo capacitada entre os dias 14 e 17 de setembro. 

O coordenador de programas especiais da SMS, Márcio Frederico, explica que o objetivo desse curso é levar para os profissionais mais informações sobre o manejo de feridas, identificação da etiologia da ferida, saber o momento da troca, os encaminhamentos necessários e garantir segurança ao enfermeiro quanto à utilização da melhor estratégia, pois o enfermeiro é o detentor da prescrição e conhecimento. “Futuramente, pretendemos estruturar um Centro de Referência na Atenção Primária para trabalhar a questão das feridas.  Queremos não só melhorar a assistência e sim alcançar maior descentralização desse serviço, para que o paciente receba o tratamento na sua área, não precisando se deslocar para lugares distantes. Esse empenho é o  começo, trazendo o conhecimento entre os nossos profissionais enfermeiros”, afirma. 

Leia mais:  Gestão Emanuel Pinheiro demonstra bom poder de articulação e reúne em evento ministra e mais cinco representantes do Governo Federal

De acordo com Camila Carazzato, enfermeira da empresa Convatec, licitada para oferecer a capacitação, o conhecimento obtido proporciona aos profissionais da saúde fazer uma melhor avaliação da ferida e utilizar da melhor maneira os produtos (medicamentos e insumos), obtendo uma cicatrização mais rápida e garantindo melhor custo-benefício. “Os pacientes sofrem com lesões crônicas e temos diferentes tipos (pé diabético, úlcera venosa, úlcera arterial, lesão por pressão, entre outros). Esses pacientes acabam procurando o centro de saúde para uma avaliação e um tratamento. Então, o enfermeiro precisa estar preparado tecnicamente com as melhores condutas e, por isso, a gente traz a literatura mais avançada do mundo inteiro para que eles saibam como avaliar e definir o melhor tratamento, que envolve a utilização correta do produto para o melhor custo-benefício”, detalha. 

A enfermeira dermatológica Raquel Reis, que atua na rede municipal, conta que atualmente a Policlínica do Coxipó é uma referência para tratamento de feridas, com uma equipe multidisciplinar. Segundo ela, a unidade chega a atender quase 400 pessoas

por mês somente para tratamento de lesões crônicas, como pé diabético, por exemplo. Com o curso, ela explica que o serviço estará disponível de forma aprimorada em todas as unidades básicas de saúde. “A ideia é ter o tratamento correto em todas as unidades. O secretário-adjunto Dr. Xavier está muito preocupado com isso e acreditando que vai dar tudo certo para oferecer o melhor tratamento em toda a rede”, diz.

Leia mais:  'Grito de Carnaval' no Beco do Candeeiro;

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262