conecte-se conosco


MUNDO

Trump pede a consumidores americanos que mantenham calma

Publicado

Segundo o presidente, não é necessário comprar demais

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, pediu aos consumidores que mantenham a calma e evitem fazer compras por pânico.

NHK* – Em entrevista nesse domingo (15), ele disse que sua administração vai empregar “todo o poder do governo federal para derrotar o coronavírus” e “fazer o que for necessário.”

Trump informou que vai realizar uma teleconferência com os executivos de 30 grandes supermercados e outros varejistas americanos. Disse que eles trabalham 24 horas do dia para manter as prateleiras de seus estabelecimentos cheias. “Nós estamos fazendo o melhor”, disse.

Segundo Trump, não é necessário comprar demais. “Tenham calma e relaxem”. O presidente garantiu à população que “não existe escassez.”

A equipe da Casa Branca mediu a temperatura de repórteres antes que eles entrassem na sala de imprensa.

Os funcionários disseram que não permitiriam que pessoas entrassem no local se tivessem febre de 37,5 graus ou mais, e que qualquer pessoa que tivesse sintomas seria barrada.

Aglomerações

Autoridades sanitárias dos EUA recomendaram o cancelamento ou adiamento de eventos com 50 pessoas ou mais, durante as próximas oito semanas, para evitar a disseminação do coronavírus.

Nesse domingo, os centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) atualizaram suas diretrizes para medidas contra o vírus.

Eventos sujeitos às diretrizes incluem os esportivos, shows, festivais, as passeatas, os casamentos e outros tipos de reuniões, independentemente de serem organizados por instituições ou individualmente.

O CDC informou que a recomendação não se aplica às operações cotidianas de organizações como escolas ou empresas. Acrescentou que a recomendação tem o objetivo de reduzir a entrada do vírus em novas comunidades, e de diminuir a velocidade da disseminação da infecção.

Americanos já começaram a evitar eventos em massa. Os candidatos à nomeação do Partido Democrata na disputa presidencial cancelaram os eventos de campanha na semana passada e fizeram debates sem plateia.

Os governadores de Illinois e Ohio determinaram o fechamento de bares e restaurantes.

*Emissora pública de televisão do Japão

Comentários Facebook

MUNDO

OMS espera que novo coronavírus acabe em menos de 2 anos

Publicado

por

Gripe espanhola, que surgiu em 1918, levou dois anos para terminar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) espera que a crise do novo coronavírus possa acabar em menos de dois anos, afirmou, em Genebra, o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Por Stephanie Nebehay* –  A gripe espanhola, que surgiu em 1918, levou dois anos para terminar, disse ele. Essa gripe matou mais de 50 milhões de pessoas em todo o planeta.

“Na nossa situação, agora com mais tecnologia, claro que com mais conectividade, o vírus tem mais chance de se difundir, pode se propagar rápido”, disse.

“Ao mesmo tempo, temos a tecnologia e o conhecimento para impedir isso”, observou.

Mais de 22,81 milhões de pessoas foram infectadas pela covid-19 em todo o mundo, e 793.382 morreram, de acordo com uma contagem da agência de notícias Reuters.

*Da Agência Reuters – Genebra via  ABr

Comentários Facebook
Continue lendo

MUNDO

Estados Unidos têm mais de 1.200 mortes em 24 horas

Publicado

por

Desde o início da pandemia nos EUA, já morreram mais de 9 mil

ABr –  Os Estados Unidos (EUA) registraram nesse domingo (5) mais de 1.200 mortes em 24 horas causadas pela covid-19, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

O número total de morte, desde o início da pandemia nos Estados Unidos, é agora de mais de 9 mil e o de infectados, de cerca de 337mil.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, mais de 17 mil pessoas já se ecuperam da doença no país.

“Estamos aprendendo muito sobre o inimigo invisível. É duro e inteligente, mas somos mais duros e inteligentes!”, escreveu o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na rede social Twitter.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infectou mais de 1,2 milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 68 mil.

Dos casos de infecção, mais de 283 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar situação de pandemia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262