conecte-se conosco


CIDADES

Vereador de Leverger cobra participação nas audiências que debatem o “Cota Zero”

Publicado

Defendendo o povo de Leverger 

Lauro Nazário – O presidente da Câmara Municipal de Santo Antônio de Leverger, município localizado a cerca de 36km de Cuiabá, vereador Eduardo Moreira (PSB) cobrou a participação efetiva dos vereadores, como também da população, nas audiências públicas que estão debatendo o Projeto “Cota Zero”.

Desde quando o Projeto “Cota Zero” do governo do estado, foi encaminha para Assembleia Legislativa, no início deste ano, que os profissionais e empresários que vivem do mercado da pesca, vivem um período de angustia e incertezas.

“As audiências públicas estão sendo realizadas em localidades como Bonsucesso, em Várzea Grande, na Câmara Municipal de Cuiabá, Associação Mato-grossense dos Municípios, Assembleia Legislativa, entre outras” 

Por Lauro Nazário – O Projeto “Cota Zero”, como o próprio nome já diz, as pessoas não poderão transportar nada, nenhum quilo de peixe do rio para sua casa.

Para os pescadores, principalmente amadores, aqueles que vão esporadicamente a beira do rio, deixar de levar o pescado é desmotivador, já que se gasta muito mais para ir pescar, do que propriamente dito o valor do peixe.

Leia mais:  Curso da Fundação Oswaldo Cruz, Saúde e Segurança na Escola inicia em Várzea Grande

“Para pescar, em Santo Antônio de Leverger, não gastamos menos de R$ 200 reais, temos que abastecer o carro, comprar mantimentos para o dia todo, alugar tablado ou barco, e se for comprar um peixe, com R$ 25 a pessoa compra uma peça”, disse um pescador amador.

Para os empresários que envolve o setor da pesca, se o projeto for aprovado da forma que está, muita gente irá ficar desempregada, já que as vendas irão diminuir.

Na questão dos pescadores profissionais, que vive única e exclusivamente da venda do pescado, para sustentar sua família, até o momento não foi apresentada uma proposta de meio de sobrevivência para esses profissionais, por parte do governo do estado, que ficarão sem emprego e renda com a proibição de comercialização do pescado do rio.

Outro ponto de questionamento, é referente a fiscalização, o governo do estado apresenta o Projeto “Cota Zero”, diz que não tem condições financeira para investimentos, e não apresentou um plano para fiscalizar os milhares de quilômetros de rios que tem no estado.

Leia mais:  Hospitais adotam medidas para agilizar regulação de pacientes na área de ortopedia

Para o vereador e presidente da Câmara, Dudu Moreira, a participação do povo de Santo Antônio de Leverger, que tem uma parte de sua economia baseada no mercado da pesca, é de importante.

“Quem não se lembra do Projeto de Divisão do Município de Leverger, muita gente não deu importância, porque considerou era uma aberração e jamais seria aprovado, e como foi aprovado, agora temos que lutar para não sermos prejudicados novamente”, explicou o vereador Dudu.

“Vários deputados do estado já se manifestaram contra o projeto, alegando que vai prejudicar os mais necessitados e beneficiar os grandes produtores de pescado de cativeiros”.

O prefeito de Santo Antônio de Leverger, Valdir Castro Filho já utilizou da sua rede social, quando manifestou contra o Projeto “Cota Zero”. “Este projeto irá prejudicar o município de muitas formas, tem muita gente que depende da pesca, seja o pescador amador, pescador profissional, os pequenos comerciantes, desde o catador de iscas, pirangueiros, até os grandes empresários, proprietários de pesqueiros, pousadas e barco hotel”, ressaltou o prefeito.

CIDADES

Secretário de Educação reúne com gestores e avalia ações do primeiro semestre do ano

Publicado

por

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer promoveu ontem( 20), a reunião gerencial do segundo semestre de 2019 com a presença dos gestores de todas as unidades escolares da rede municipal de Várzea Grande. O encontro ocorreu no Anexo II da SMECEL, no bairro Marajoara.

Na pauta, além dos informes gerais e a distribuição do Edital para a escolha dos diretores das unidades escolares, prevista para o dia 5 de novembro, o secretário Silvio Fidelis fez um balanço das atividades desenvolvidas pela pasta no primeiro semestre do ano e avaliou como positivo os resultados obtidos pela gestão.

Acompanhado da subsecretária Benedita Ponce, o secretário destacou a importância da reunião, onde foram divulgadas as ações executadas e o planejamento para o restante do ano letivo. Em sua fala, Fidelis lembrou que em maio completou três anos à frente da pasta, agradeceu o apoio e a confiança de todos os servidores da secretaria, citando os desafios e as conquistas nesse período. Agradecendo a prefeita Lucimar Sacre de Campos pela indicação de seu nome para comandar a Educação, Silvio citou a determinação da gestora em apostar na inovação da Escola em Tempo Ampliado – ETA, entre outros avanços, que tem apresentado resultados significativos nos processos de ensino/aprendizagem de Várzea Grande.  

Leia mais:  Prefeita Lucimar Campos visita novas instalações da Procuradoria Geral e Procon de Várzea Grande

O secretário citou os avanços alcançados na área de infraestrutura das escolas, destacando a entrega na última segunda-feira das obras de manutenção predial realizadas em oito escolas. “Atualmente temos 85 unidades e o número de alunos saltou de 20 mil alunos em 2015 para quase 28 mil alunos matriculados neste ano. Em 2015 nós tínhamos cerca de quatro mil funcionários e hoje temos o mesmo número, isso significa uma organização maior na rede” afirmou.

Para Fidelis, o comparativo é fundamental para se observar o crescimento real da oferta de vagas nas unidades municipais e ao mesmo tempo, a organização realizada nas unidades que possibilitou o atendimento da demanda. O secretário destacou ainda os avanços na área de formação, na questão pedagógica, na área da Cultura, citando várias realizações, no Esporte, citou a  reconstrução do ginásio Fiotão, e da Praça Via 31, localizada na Avenida 31 de março, programada para o dia 1º de setembro, além do novo estádio Dito Souza e o centro esportivo Alice Gonçalves que estão sendo finalizados.

Leia mais:  Duplicação da avenida Filinto Müller entra na reta final para conclusão

Na analise de Silvio Fidelis, nesses últimos anos a Educação de Várzea Grande avançou e passou a ocupar um papel de protagonista no processo educacional do estado de Mato Grosso. “Nas capacitações oferecidas na atualidade, além dos técnico do estado, via Seduc e de Cuiabá, os técnicos de Várzea Grande também estão sendo convidados a participar” citou, lembrando da participação dos profissionais de Várzea Grande nos trabalhos da BNCC, do PMALFA, entre outros.

O secretário anunciou também sua posse como presidente da região Centro-Oeste da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Ensino- UNDIME, que vai representar os estados de Mato Grosso, Mato Grosso de Sul e Goiás, frente as demandas por melhorias no processo educacional do país. “Para mim é uma grande honra poder representar estes estados e contribuir com meu trabalho e conhecimento, assim como poder levar o nome de Várzea Grande que hoje tem o reconhecimento pelas ações e avanços que apresenta na educação municipal” afirmou.   

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

CIDADES

Saúde de Cuiabá inova com palestra lúdica e desmistifica crenças históricas sobre amamentação

Publicado

por

Gustavo Duarte

Neste mês de agosto, cujo calendário nacional de Saúde é marcado pela intensificação das ações de conscientização e esclarecimento à população sobre a amamentação, as unidades de saúde de Cuiabá vêm inovando com abordagens lúdicas e, com isso, desmistificando crenças e mitos populares históricos acerca do tema.

Nesta quarta-feira (21), mais de 100 pacientes entre gestantes, lactantes e puérperas, atendidas nos Programas de Saúde de Família (PSFs) Serra Dourada I e II puderam atestar este novo método por meio de palestra ministrada pela enfermeira municipal, Izadora Ribeiro. Com apetrechos representativos, a profissional ressaltou a importância do aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida, e ainda orientou sobre diversas formas de realizar a amamentação visando o bem estar dos recém-nascidos e das mães.

“Embora o leite materno seja o melhor alimento que a criança pode receber em seus primeiros meses de vida, muitas mães deixam de ofertá-lo por dor, ou medos que vêm sendo disseminado historicamente, como o de que o leite materno é fraco e insuficiente para sustentar o bebê. Então, além de desmistificar esses e outros mitos, nosso papel nessas palestras e rodas de conversa é apoiar incondicionalmente essas mães para que compreendam que o gesto de amamentar é fundamental para o crescimento saudável do bebê e fortalecimento do vínculo mãe e filho”, destacou Ribeiro.

Leia mais:  Curso da Fundação Oswaldo Cruz, Saúde e Segurança na Escola inicia em Várzea Grande

Mãe de quatro filhos, Luana Campos de 23 anos, ressaltou que estes mitos sempre estiveram presentes em sua vida e, inclusive, foram os motivos dela não ter amamentado corretamente seus três primeiros filhos. “Essa palestra foi emocionante esclarecedora para mim. Os meus três primeiros filhos não foram amamentados corretamente porque me diziam que meu leite não sustentava. E só agora, no meu quarto bebê é que eu compreendi que tudo isso era mentira. Graças a esse evento, poderei fazer diferente dessa vez”, frisou.

Além das palestras, o evento que foi promovido com a ajuda de toda a equipe técnica da unidade, em parceria com o Núcleo de Atenção à Saúde da Família – NASF Norte, também orientou sobre a estrutura dos bancos de leite em Cuiabá. Dentre eles, estão o Hospital Geral Universitário (HGU), que recebeu pelo quinto ano consecutivo o certificado ouro de excelência em Bancos de Leite Humano e o Hospital Júlio Müller. Nesses dois locais são feitos a captação, processamento, pasteurização e armazenamento do leite materno, que é disponibilizado para o aleitamento de recém-nascidos e bebês prematuros que não podem ser amamentados pela mãe.

Leia mais:  Rua do Rasqueado volta ao Centro Histórico com show de Scort Som em edição dos 300 anos

De acordo com a diretora de Atenção Básica, Mirian Naschenveg, até o fim do mês as ações de conscientização intensificadas continuarão nas unidades de saúde, sendo que o encerramento será na Regional Sul, na próxima sexta-feira (26) na zona urbana e no sábado (27) no Distrito da Guia.  “Durante toda essa semana, daremos sequência às ações em unidades, e para fechar com chave de ouro vamos fazer um grande evento na sexta, no Sesc no bairro São João Del Rey, com a presença de toda a comunidade. E no sábado estaremos na Guia com a população rural”, finalizou.  

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Continue lendo

Política MT

Policial

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana