Connect with us

CIDADES

“Asfalto na Estrada do Matão é a redenção da região”, afirma prefeito de Pontes e Lacerda

Publicado em

O governador Mauro Mendes vistoriou nesta quinta-feira (26.05) as obras de asfaltamento da MT-473, a Estrada do Matão, em Pontes e Lacerda. No total, serão asfaltados 67,8 quilômetros da estrada, em um investimento de pouco mais de R$ 52 milhões por parte do Governo de Mato Grosso.

As obras do primeiro lote, com 45 quilômetros começaram neste ano, enquanto que o segundo lote, com 22,8 km de extensão, teve a ordem de serviço assinada pelo governador durante a visita ao município.

De acordo com Mauro Mendes, essa obra vai melhorar a logística da região Oeste, fazendo com que a produção local possa duplicar. “Nós recebemos muitas demandas no nosso gabinete, mas quando eu entendi o que era a Estrada do Matão, não tive dúvidas que tinha que fazer, que era uma estrada importante para Pontes e Lacerda e para região Oeste”, afirmou.

O prefeito de Pontes e Lacerda, Alcino Barcelos, classificou a chegada dos quase 70 km de asfalto como a redenção para a região. “Com todo respeito do mundo, essa é a estrada mais movimentada do Oeste de Mato Grosso. A Estrada do Matão já melhorou muito, mas vai melhorar ainda mais agora, vai resolver o grande gargalo de logística de Pontes e Lacerda”.

Leia mais:  Portaria define critérios para repasse de recursos às escolas públicas de educação básica

Para o produtor Roque Antônio Júnior, que tem uma fazenda na Estrada do Matão, a chegada do asfalto significa o fim de anos de promessa. Ele lembrou que quando precisava comprar materiais, os vendedores se recusavam a entregar os produtos na Estrada do Matão pelas dificuldades em percorrê-la.

“É um sonho realizado de muitos e muitos anos. Eu moro na fazendo há 12 anos, mas conheço a região há 30. Começamos só na pecuária mas hoje estamos na lavoura. Passando de 70 km de chão para 70 km de asfalto, o frete vai ficar pela metade do valor. A Estrada do Matão está mudando muito e mudando para melhor”, disse.

O governador Mauro Mendes cumpre agenda na região Oeste nesta quinta e sexta-feira (26 e 27.05). Ainda hoje ele visita a 2ª Edição da Oeste Rural Show no município. Amanhã o governador passa por Conquista D’Oeste, Nova Lacerda, Comodoro, Campos de Júlio e Brasnorte, assinando convênios e fiscalizando obras.

Acompanham o governador na viagem os senadores Fábio Garcia e Wellington Fagundes, o deputado federal Dr. Leonardo, os deputados estaduais Dr. Gimenez e Valmir Moretto, os secretários de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira e de Comunicação, Laice Souza, os prefeitos de Nova Lacerda, Uilson Linguiça, de São José dos Quatro Marcos, Jamis Silva, de Vila Bela da Santíssima Trindade, Dr. Andre, de Rio Branco, Luis Carlos, de Curvelândia, Jadilson Alves e de Salto do Céu, Mauto Teixeira.

Leia mais:  Auxílio-taxista: prazo para que os municípios enviem os dados cadastrais dos motoristas é ampliado
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

CIDADES

Programa Caminho da Escola ganha novas regras

Published

on

Iniciativa visa renovar e ampliar frota de veículos escolares

O Diário Oficial da União de hoje (5) publica o Decreto 11.162 que traz novas regras para o Programa Caminho da Escola. O projeto visa renovar, padronizar e ampliar a frota de veículos escolares das redes municipal, do Distrito Federal e estadual de educação básica pública.

Por Karine Melo – Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o Caminho da Escola é voltado a estudantes da rede pública de educação básica residentes, prioritariamente, em áreas rurais.

O programa oferece diversos tipos de ônibus, lanchas e bicicletas fabricados especialmente para o tráfego nestas regiões. Os veículos devem atender a critérios de segurança e qualidade para garantir o acesso diário e a permanência dos estudantes tanto nas salas de aula como em atividades pedagógicas, esportivas, culturais ou de lazer previstas no plano pedagógico e realizadas fora do ambiente escolar.

Acesso

Os gestores educacionais são os responsáveis pela aquisição dos veículos. A compra da frota pode ser feita de três maneiras: assistência financeira do FNDE no âmbito do Plano de Ações Articuladas (PAR), conforme disponibilidade orçamentária consignada na Lei Orçamentária Anual; recursos próprios; e linha de crédito do junto a instituições financeiras, exceto para bicicletas. Os gestores devem aderir à ata respectiva no Sistema de Gerenciamento de Adesão a Registro de Preços – Sigarp.

Leia mais:  Programa Caminho da Escola ganha novas regras

Edição: Kleber Sampaio

Comentários Facebook
Continue Reading

CIDADES

Auxílio-taxista: prazo para que os municípios enviem os dados cadastrais dos motoristas é ampliado

Published

on

Os gestores municipais têm até às 19 horas desta terça-feira, 2 de agosto, para enviar as informações dos motoristas de táxi para que o pagamento do Benefício Emergencial – auxílio-taxista – seja realizado ainda no dia 16 de agosto. A relação dos taxistas de cada Município deverá ser encaminhada por meio do portal do Ministério do Trabalho e Previdência.
AMM – O prazo terminaria dia 31 de julho. No fim da semana, a Agência CNM de Notícias havia alertado sobre o curto prazo concedido aos Municípios pelo governo federal para o envio das informações de cadastro dos taxistas. Em nota, a entidade ressaltou que as prefeituras estão sobrecarregadas para fazer o envio dos dados com celeridade. Além disso, lembrou que há relatos de dificuldades no acesso à plataforma.

A CNM destaca, ainda, que caso a prefeitura não consiga realizar o envio dos dados nesta primeira etapa, o Ministério do Trabalho e Previdência disponibilizará novos períodos para o cadastramento entre os dias 5 de agosto e 11 de setembro. Além disso, os Municípios e o Distrito Federal serão os responsáveis pelo registro e fornecimento dos dados, ou seja, nenhuma ação será realizada pelo motorista de táxi para seu cadastramento.

Leia mais:  Programa Caminho da Escola ganha novas regras

Sobre o benefício
O auxílio-taxista faz parte dos benefícios previstos pela Emenda Constitucional 123/2022, para enfrentamento do estado de emergência decorrente da elevação extraordinária e imprevisível dos preços do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles decorrentes e tem validade até dezembro de 2022. A medida também ampliou temporariamente os valores do Auxílio Brasil, entre outras ações, mas cabe destacar que o auxílio aos taxistas é pontual e não é considerado um benefício da política de assistência social.

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana