Connect with us

SEGURANÇA

Batalhão de Trânsito da PM intensifica policiamento durante feriado prolongado em MT

Published

on

O Batalhão da Polícia Militar de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTRAN) lança, a partir da meia-noite desta quarta-feira (15.06), a Operação Corpus Christi, visando a intensificação na fiscalização do trânsito nas principais rodovias estaduais durante o feriado prolongado. As ações de policiamento serão realizadas até o final da noite de domingo (19.06).

Os trabalhos serão realizados nas rodovias que passam pela baixada cuiabana, sendo a rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que liga a Capital à Chapada dos Guimarães; Rodovias Helder Cândia (MT-010/Estrada da Guia), Palmiro Paes de Barros (MT-040), que liga Cuiabá ao município de Santo Antônio do Leverger), assim como também na rodovia MT-130, no entroncamento entre as cidades de Primavera do Leste e Rondonópolis.

Serão realizados testes de etilômetro e checagem de veículos e de condutores, além da atuação de comboios e pontos de parada ao longo das rodovias.

Além disso, o Batalhão de Trânsito também atuará com fiscalizações diárias no trânsito urbano das principais vias da Região Metropolitana, em pontos estratégicos de maior fluxo de veículos e aglomeração de pessoas, com orientações por meio de Pontos Demonstrativos (PDs).

Leia mais:  Polícia Civil prende autor do homicídio de empresário ocorrido em Nova Xavantina

Junto a Operação Corpus Christi, o BPMTran também participa das fiscalizações ostensivas, com operações policiais ordinárias, dentre elas, a Operação Lei Seca, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). 

As ações de policiamento também serão realizadas durante a 37º Corrida de Reis, que ocorre na manhã de domingo (19).

Disque-denúncia 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939. 

 
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

SEGURANÇA

FAB intercepta avião com 500 quilos de cocaína

Published

on

Força Aérea Brasileira (FAB)

Da ABr – A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou, por volta das 12h36 (horário de Brasília) deste domingo (3), em Mato Grosso do Sul, um avião de pequeno porte que entrou no espaço aéreo brasileiro sem autorização. Na operação, foram usadas duas aeronaves de defesa aérea Super Tucano (A-29). Os pilotos da FAB fizeram contato, mas não obtiveram resposta.

A partir de então, a avião foi considerado suspeito, sendo ordenadas a mudança de rota e o pouso obrigatório em aeródromo específico. Como o piloto ignorou ordem dada, foi realizado um tiro de aviso. Ainda sem retorno, a aeronave foi considera hostil, sendo feitos os procedimentos de tiro de detenção.

Pouso forçado

Após o tiro de detenção, o avião, que entrou no espaço aéreo do Brasil pela fronteira de Mato Grosso do Sul, fez um pouso forçado no estado de São Paulo, entre as cidades de Jales e Pontalinda.

Acionada, a Polícia Federal foi até ao local indicado pelos pilotos da FAB, mas só encontrou o avião abandonado, e, em seu interior, foram vistos cerca de 500 quilos de pasta base de cocaína. O piloto e mais um homem fugiram do local, antes da chegada dos policiais federais.

Leia mais:  Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

“De acordo com o Comando de Operações Aeroespaciais (Comae), os radares identificaram a aeronave entrando no espaço aéreo brasileiro. O avião, sem contato com o controle, descumpriu todas as medidas de policiamento realizadas, mostrando-se hostil. A ação faz parte da Operação Ostium, visando coibir ilícitos transfronteiriços, na qual atuam em conjunto a Força Aérea Brasileira e a Polícia Federal”, informou a FAB.

*Com informações da Força Aérea Brasileira

Comentários Facebook
Continue Reading

SEGURANÇA

Secretário de Segurança Pública fala sobre políticas para o setor

Published

on

Foi lançado, nesta sexta-feira (1º) o Sistema Nacional de Análise Balística (Sinab). O novo sistema foi um dos assuntos abordados pelo secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Carlos Renato Machado Paim em entrevista ao programa A Voz do Brasil. Paim disse ao programa que o novo sistema integrará os dados provenientes de análise de cartuchos a fim de melhorar a repressão a crimes. Foram investidos R$ 150 milhões na iniciativa.

O secretário também falou sobre o Sistema Único de Segurança Pública (Susp). “Pela primeira vez o governo brasileiro esta trazendo a pauta segurança pública para os municípios”, disse. O objetivo, de acordo com Paim, é transmitir conhecimento para que gestores municipais possam melhorar a interlocução com estados e governo federal.

Paim ainda tratou de temas como o banco de perfis genéticos. Segundo ele, a ferramenta é essencial para o combate de crimes como estupro e busca de pessoas desaparecidas. Ele ainda falou no programa sobre o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, o Sinespe.

Assista na íntegra:

Leia mais:  Força Nacional vai apoiar a Funai em terra indígena no Pará

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana