conecte-se conosco


GERAL

CCBB Rio comemora Dia do Compositor com homenagem a Pixinguinha

Publicado


O Programa CCBB Educativo – Arte & Educação, do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), comemora amanhã (15) o Dia do Compositor, com programação gratuita para todas as idades, inspirada no repertório de Pixinguinha. O cantor e compositor é considerado o principal nome da música popular brasileira e seus trabalhos influenciaram a consolidação do chorinho.

De acordo com levantamento do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), a música brasileira mais regravada no país é Carinhoso, de Pixinguinha e Braguinha, que superou Aquarela do Brasil, de Ary Barroso. Até abril do ano passado, Carinhoso tinha 411 gravações cadastradas no banco de dados do Ecad e era a canção mais escolhida por intérpretes de todo o país. Aquarela do Brasil tinha 409 e ocupava a segunda posição no ranking. Em setembro de 2020, as duas músicas lideravam a lista das mais gravadas, com 404 gravações cada. 

As atrações do Dia do Compositor no CCBB RJ começam às 11h. O local tem capacidade para 20 pessoas, que devem fazer agendamento prévio na plataforma Eventim. Será emitido apenas um ingresso por CPF. A atividade faz parte do projeto Patrimônio e Memória do Programa CCBB Educativo Arte & Educação. A proposta é comemorar datas que marcam o calendário brasileiro, como oportunidade de revisar narrativas e fortalecer vínculos da população com a cultura nacional.

Leia mais:  Mega-Sena sorteia nesta quinta-feira prêmio acumulado em R$ 31 milhões

Férias

Durante as férias escolares, ainda é tempo de aproveitar a atividade “Lugar de Criação”, que acontece às sextas, sábados e domingos, às 15h. São vivências para todos os públicos, com ações artísticas de criação e mediação cultural que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e temas da atualidade.

A capacidade é para 20 pessoas, sendo cinco núcleos familiares de até quatro pessoas cada, mediante agendamento pelo site eventim.com.br e bilheteria do CCBB RJ. Para a atividade é emitido apenas um ingresso por CPF. O representante poderá ser acompanhado por até três pessoas da família, com o mesmo ingresso. A duração é de uma hora e a classificação indicativa livre e recomendada para maiores de 3 anos.

Amanhã (15), será realizada a Oficina de Saberes, seguindo-se a Oficina de Artes, no dia 16, os Jogos de Arte, no dia 22, e as Oficinas de Histórias, no dia 29.

A capacidade é para 20 pessoas, mediante agendamento prévio na Eventim. A duração prevista é de uma hora, com classificação livre e recomendação das atividades para maiores de três anos.

Visitas

São destaques ainda na programação educativa visitas mediadas presenciais às exposições em cartaz no CCBB-Rio, entre elas Leandro Erlich: A tensão e Ideias: O Legado de Morandi. As visitas patrimoniais de longa permanência oferecem os percursos: Museu Banco do Brasil, Galeria de Valores e O Banco do Brasil e sua História.

Leia mais:  Boate Kiss: após 9 anos, familiares de vítimas veem início de justiça

Nas visitas mediadas presenciais, os educadores se juntam ao público para dialogar, trocar ideias, compartilhar impressões sobre as obras. As visitas mediadas se estenderão até 22 de janeiro e acontecem aos domingos, segundas, quartas e sextas, às 10h, 12h e às 16h, e às quintas e sábados, às 10h e 12h. As visitas patrimoniais são realizadas às quartas-feiras, às 12h, e aos domingos, às 16h. A capacidade é para dez pessoas, mediante agendamento prévio. As atividades são recomendadas para crianças maiores de cinco anos.

O Programa CCBB Educativo – Arte & Educação desenvolve ações que estimulam a experiência, criação, investigação e reflexão por meio de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais (metodologias de trabalho). Todo mês são oferecidas visitas educativas, cursos, oficinas, encontros e práticas culturais.

As atividades dialogam com a programação do CCBB e destinam-se a todos os públicos, reunindo ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não governamentais, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e demais interessados.

A programação completa está disponível no site www.ccbbeducativo.com

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook

GERAL

MJ lança guia de proteção de dados pessoais em inglês e espanhol

Publicado


O Ministério da Justiça e da Segurança Pública lançou hoje (27) as versões em inglês e espanhol do guia “Como proteger seus dados pessoais”. O guia traz uma linguagem simplificada com informações, dicas e orientações sobre as relações de consumo e conceitos básicos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A versão em português havia sido lançada em setembro do ano passado, mas o MJSP decidiu ampliar seu conteúdo à compreensão de cidadãos estrangeiros residentes no país.

“Ficou evidente num país com a nossa extensão territorial, com a capilaridade que nós temos, com o turismo, que era necessário trabalhar com outros idiomas, fazer essas traduções e romper com essas barreiras que possam eventualmente existir”, disse a secretária Nacional do Consumidor, Juliana Domingues. A ideia do ministério foi traduzir o guia para o espanhol, por ser a língua materna de grande parte das Américas, e o inglês, por ser um idioma muito utilizado por turistas estrangeiros que visitam o Brasil.

“Esperamos que aqueles que residem no Brasil, e tenham como suas línguas maternas o espanhol ou o inglês, consigam compreender melhor essa agenda, essa política pública. E que aqueles que estejam seguros para vir ao nosso país, conhecer as belezas do Brasil, que entendam também como podem proteger seus dados pessoais”, acrescentou a chefe da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), um dos departamentos responsáveis pelo guia.

Leia mais:  MJ lança guia de proteção de dados pessoais em inglês e espanhol

Dentre o conteúdo disponibilizado no guia, estão as situações em que é possível o tratamento de dados pessoais, quais informações são necessárias e quem pode realizar esse tratamento, além de orientar o consumidor sobre o que deve ser feito em caso de violação que envolva o compartilhamento indevido de dados.

A cartilha também tem por objetivo divulgar a plataforma do governo federal, o Consumidor.gov.br, como uma forma alternativa de resolução de conflitos nas relações de consumo, envolvendo compartilhamento indevido de dados.

“Nesta cartilha nós procuramos uma linguagem mais próxima do consumidor, levando conhecimentos importantes, não só o que o controlador pode fazer com seus dados pessoais, mas principalmente como o titular de dados, o consumidor, pode se defender”, disse Waldemar Ortunho, diretor-presidente da Autoridade Nacional de Proteção de Dados ANPD, parceira do ministério na elaboração do guia. O evento de lançamento das versões em inglês e espanhol foi online, transmitido pela internet.

LGPD

Aprovada em 2018, depois de alguns anos, e vigente no país desde setembro de 2020, a LGPD coloca o Brasil ao lado de mais de 100 países onde há normas específicas para definir limites e condições para coleta, guarda e tratamento de informações pessoais.

Leia mais:  SP: estado tem queda de homicídios dolosos e alta de estupros em 2021

A LGPD (Lei Nº 13.709) disciplina um conjunto de aspectos: define categorias de dados, circunscreve para quem valem seus ditames, fixa as hipóteses de coleta e tratamento de dados, traz os direitos dos titulares de dados, detalha condições especiais para dados sensíveis e segmentos (como crianças), estabelece obrigações às empresas, institui um regime diferenciado para o Poder Público, coloca sanções em caso de violações e prevê a criação de uma autoridade nacional.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

GERAL

Cantora gospel Ludmila Ferber morre aos 56 anos

Publicado


Aos 56 anos, morreu nesta quarta-feira (26) a cantora, compositora e pastora Ludmila Ferber.

No Twitter, a Sony Music Gospel, gravadora de Ludmila, lamentou a morte da cantora, que sofria de câncer. “Infelizmente a nossa guerreira @pastoraludmila nos deixou, mas aqui fica o seu legado, suas canções, seu exemplo, sua tenacidade, seu propósito, sua luta, sua fé, sua arte, sua poesia e sua história! Nossos sentimentos aos familiares.”

O site oficial da cantora e pastora diz que, aos 20 anos, ela se converteu ao cristianismo e que, desde então, construiu sua vida dentro da igreja.

Ludmila Ferber lançou o primeiro álbum, intitulado Marcas, em 1996. Entre seus maiores sucessos, estão as canções Sonhos de Deus, Sopra Espírito, Ouço Deus Me Chamar e Nunca Pare de Lutar.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Leia mais:  Operação demole construções irregulares no Rio de Janeiro
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262