conecte-se conosco


AGRONEGÓCIO

CNA analisa portaria que regulamenta Cadastro Nacional da Agricultura Familiar

Publicado


Brasília (24/11/2021) A Comissão Nacional de Empreendedores Familiares Rurais da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) se reuniu, na quarta (24), para propor sugestões de melhorias operacionais para a implementação do Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF).

O CAF vai substituir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) de forma gradativa. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o novo sistema entrará em funcionamento no dia 31 de dezembro de 2021. Saiba mais.

Os requisitos e procedimentos para inscrição no modelo de cadastro estão na Portaria SAF/MAPA nº 242/2021, que foi analisada pelos membros da Comissão durante a reunião. As sugestões serão encaminhadas em um documento para a Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF) do ministério.

O CAF irá aprimorar e aperfeiçoar os mecanismos de identificação do público da agricultura familiar, a qualificação das Unidade Familiar de Produção Agrária (UFPA) e os empreendimentos familiares rurais.

Segundo a assessora técnica da CNA, Marina Zimmermann, o documento é requisito básico para o acesso do produtor rural às políticas públicas voltadas para a agricultura familiar.

Leia mais:  CNA debate custos e rentabilidade na irrigação

“É importante que os agricultores familiares continuem participando das ações que promovam a geração de renda, a melhoria de seus sistemas produtivos e a comercialização de seus produtos”, disse Marina.

Com a transição do sistema, o Ministério da Agricultura prevê treinamentos com representantes da rede cadastradora. A capacitação da primeira turma, totalmente online e composta por membros das federações de agricultura dos estados, terá início no dia 29 de novembro, com carga de 20 horas.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook

AGRONEGÓCIO

Aviso de pauta: CNA promove coletiva de imprensa na quarta

Publicado


Brasília (06/12/2021) – Na próxima quarta (8), às 10h, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) realiza uma coletiva de imprensa virtual para apresentar o balanço do setor em 2021 e as perspectivas para 2022.

A imprensa deve se credenciar pelo link:   

https://cnabrasil.org.br/formularios?form=credenciamento-imprensa-coletiva-2021-CNA-2021-11-09-11-42

O presidente da CNA, João Martins, fará a abertura. Em seguida, o diretor técnico, Bruno Lucchi, e a diretora de relações internacionais, Lígia Dutra, apresentarão os dados e projeções para o setor.

Na sequência os jornalistas credenciados poderão fazer perguntas.

Serviço:

O que: Entrevista Coletiva Virtual – Balanço de 2021 e perspectivas para 2022

Quando: quarta, 8 de dezembro

Horário: 10h

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419

flickr.com/photos/canaldoprodutor

cnabrasil.org.br

twitter.com/SistemaCNA

facebook.com/SistemaCNA

instagram.com/SistemaCNA

facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook
Leia mais:  Senar-MT lança Polo Tecnológico do Araguaia com potencial para capacitar 8.400 pessoas por ano
Continue lendo

AGRONEGÓCIO

CNA debate custos e rentabilidade na irrigação

Publicado


Brasília (06/12/2021) – Em reunião extraordinária na sexta (3), a Comissão Nacional de Irrigação da CNA debateu o custo e a rentabilidade para a nova temporada e o Roadshow “Concessão Projeto de Irrigação Baixio de Irecê”, na Bahia.

Ênio Fernandes, consultor de mercado e presidente da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar, falou sobre os motivos estruturais e comerciais para a alta do preço de fertilizantes e defensivos.

Segundo ele, houve disruptura da cadeia de soja e do milho, antecipação de compra de fertilizantes, medo do produtor de não ter acesso ao produto e protecionismo de países como EUA e China. “Tudo isso tem achatado a margem do produtor”, afirmou.

Sobre o Roadshow, técnicos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) apresentaram o projeto piloto de Irrigação Baixio de Irecê.

A iniciativa conta com uma área total de 105 mil hectares sendo 48 mil irrigáveis, com potencial para beneficiar 250 mil pessoas e gerar 180 mil empregos na região entre os municípios baianos de Itaguaçu e Xique Xique.

Leia mais:  Comissão de Mulheres da FAEP intensifica ações de mobilização

“Um projeto como esse nos deixa feliz porque está promovendo o desenvolvimento da região com o crescimento da irrigação apoiado pelo governo”, afirmou Eduardo Veras, presidente da comissão.

“A criação de polos de produção irrigada são extremamente importantes para a irrigação privada no País”, disse.

A concessão das etapas 3 a 9 do Perímetro Público de Irrigação do Baixio de Irecê conta com uma área total de 50 mil hectares sendo 31 mil irrigáveis e segue para leilão no primeiro semestre de 2022.

A comissão também debateu os projetos de lei que estão em pauta no Congresso Nacional sobre barramentos e licenciamento ambiental para irrigação.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262