Connect with us

CIDADES

Redeira de Várzea Grande conquista clientes de outros Estados

Published

on

A várzea-grandense Eva Lemes de França, de 47 anos, é um exemplo de empreendedorismo de sucesso em Mato Grosso. Eva se encontrou no mundo do artesanato, há 34 anos, confeccionando redes, talento descoberto aos 13 anos de idade e herdado da mãe. Com o apoio do Governo de Mato Grosso, por meio das ações de fomento realizadas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), as redes de Eva já conquistaram clientes de Estados como Ceará, Rio de Janeiro e São Paulo.  

Habilidosa, a redeira consegue confeccionar cinco redes por ano. O capricho dos detalhes de suas redes é construído aos poucos, na calmaria que a criatividade exige dela.

“Eu demoro em média três meses para fazer uma rede, não é fácil como todos imaginam. Aprendi assistindo minha mãe fazendo redes em casa. Morávamos em um sítio e era uma forma que minha mãe encontrava para ajudar meu pai com as despesas. Minha mãe não gostava que eu a visse fazendo as redes, mas eu tinha muito orgulho dela, e de tanto olhar ela, ali sentada fazendo cada detalhes, aprendi e, hoje, a venda das redes me ajuda com o orçamento familiar”, conta Eva.  

Leia mais:  "Neste governo, temos confiança de que convênios serão honrados e podemos fazer mais investimentos", diz prefeito de Araguainha

Apoiada pelo Governo do Estado e pela Associação de Redeiras Limpo Grande – Tece Arte, a artesã conta ainda que suas redes custam cerca de R$ 3,5 mil, os valores dependem do tipo da rede e do bordado.

As redes confeccionadas pela Eva são comercializadas em feiras nacionais, exposições e eventos culturais.

As portas abertas para a comercialização das redes da artesã são viabilizadas pela Sedec e pela Associação da qual Eva faz parte. Ela foi cadastrada pela secretaria estadual e há alguns anos conta com os benefícios da carteira nacional do artesão, por meio do Programa Artesanato Mato-grossense.  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

CIDADES

Governo de Mato Grosso investe mais de R$ 74 milhões em Nova Mutum

Published

on

O Governo de Mato Grosso investiu mais de R$ 74 milhões em Nova Mutum (a 240 km de Cuiabá), nos últimos três anos. Os principais investimentos foram para a área da infraestrutura, que recebeu mais de R$ 43,2 milhões em recursos para o asfaltamento de estradas e construção de pontes.

A MT-010 recebeu um investimento de R$ 13,3 milhões para a realização de asfalto novo e manutenção de 137 km, entre a MT-235 e o município de Nova Mutum. As obras já foram entregues pelo Governo de Mato Grosso. A rodovia também conta uma ponte de 150 metros avaliada em R$ 6,8 milhões no Rio Arinos, entre a BR-163/MT-010 e Nova Mutum.

Outra ponte sobre o Rio Arinos está em construção, na MT-010, entre São José do Rio Claro e a MT-338. Essa ponte está avaliada em R$ 7,9 milhões.

Por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), o Governo de Mato Grosso também promoveu asfalto novo nas Avenida 01, Ruas 1, 2 e 3 em Nova Mutum, além da reconstrução de uma ponte de madeira na MT-010 sobre o Rio Arinos. Essas obras, que foram executadas pela Prefeitura Municipal, somam R$ 1,7 milhão.

Leia mais:  Governador autoriza início das obras do Hospital Regional de Alta Floresta e anuncia novos investimentos

Ainda em fase de projeto, o Governo de Mato Grosso planeja construir um píer sobre o Rio Mutum, na M-270, com estrutura própria para turismo, avaliada inicialmente em R$ 13,5 milhões.

Já por meio de um convênio de R$ 18,5 milhões a ser assinado pelo governador Mauro Mendes nesta quinta-feira (30), o Estado irá levar asfalto novo em parceria com a Prefeitura Municipal ao Distrito Industrial Marcos Francisco Moraes. O governador também irá assinar um convênio para a construção de 448 casas no valor de R$ 25,2 milhões.

Social

Na área social, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) destinou R$ 580,8 mil. O valor foi revertido para o atendimento de famílias com transferência de renda, entrega de 2,3 mil cestas básicas, 1,5 cobertores e 91 filtros de barro para a população em vulnerabilidade social.

Educação

Os investimentos para a educação ultrapassam R$ 1,6 milhão. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) investiu na entrega de dois ônibus escolares, aparelhos de ar-condicionado, conjuntos de mesa para professor e refeitório, equipamentos, comprou computadores, ajudou na contratação de internet para professores e fez uma manutenção na Escola Estadual Rui Barbosa.

Leia mais:  "Neste governo, temos confiança de que convênios serão honrados e podemos fazer mais investimentos", diz prefeito de Araguainha

Outros investimentos

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) enviou R$ 848,1 mil em recursos para a Prefeitura Municipal de Nova Mutum para promover a realização de jogos escolares e eventos culturais.

Na área da segurança pública, o Governo de Mato Grosso comprou 271 rádios digitais para a Região Integrada de Segurança Pública (RISP) de Nova Mutum e disponibilizou uma viatura para o Corpo de Bombeiros. Essas ações somam R$ 2 milhões.

Já para a saúde, a Estado entregou uma ambulância de R$ 164,9 mil; para o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea), foram R$ 231 para a compra de uma caminhonete; R$ 136,3 mil para um convênio para compra de um veículo, distribuição de 240 doses de sêmen bovino e 200 toneladas de calcário.

O Governo de Mato Grosso, por meio do Desenvolve MT, também fez empréstimos para o comércio no valor de R$ 522 mil.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

CIDADES

Governo inicia obra de acesso para nova ponte sobre o Rio Cuiabá

Published

on

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) iniciou as obras de implantação do acesso à nova ponte sobre o Rio Cuiabá, construída entre os bairros Parque Atalaia, em Cuiabá, e Parque do Lago, em Várzea Grande.

As obras serão realizadas em uma extensão de 3,29 quilômetros, ligando o final da Avenida P, a principal do Bairro Atalaia, até a ponte sobre o Rio Cuiabá. Do lado de Várzea Grande, será criada uma alça para dar acesso tanto à Alameda Júlio Muller, quanto à Avenida São Gonçalo, no bairro Parque do Lago.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, lembra que o acesso até a ponte não foi previsto pelas gestões anteriores, que iniciaram o projeto de construção da estrutura.

“As obras viárias para chegar até a ponte não foram projetadas. Sem o acesso, essa ponte ficaria suspensa no ar, sem utilidade nenhuma. Isso é um desrespeito com o dinheiro público, projetar, licitar e começar a construir uma ponte sem o sistema viário de acesso”, afirmou.

Leia mais:  Governador autoriza início das obras do Hospital Regional de Alta Floresta e anuncia novos investimentos

A implantação do acesso à nova ponte está orçada em R$ 22,3 milhões e começou após a conclusão do processo de desapropriação, também não previsto anteriormente. No momento, estão sendo finalizados os serviços de limpeza do trajeto e iniciadas as obras de drenagem.

A nova ponte sobre o Rio Cuiabá foi licitada em 2013 e lançada em 2018, mas efetivamente construída a partir de 2019. Com 390 metros de extensão, a ponte no Parque Atalaia está praticamente concluída, restando apenas a execução de serviços de acabamento.

Esta nova estrutura vai criar um sexto acesso entre as duas maiores cidades de Mato Grosso. A obra irá beneficiar toda a região do Parque Cuiabá e também do Grande Cristo Rei, além de ajudar a desafogar o trânsito nas outras pontes sobre o Rio Cuiabá.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262