Connect with us

Saúde

Concentração da covid-19 aumenta nos esgotos de quatro capitais

Published

on

Um novo aumento nos casos de covid-19 entre a população também se reflete nas redes de esgoto das cidades. A Agência Nacional de Águas (ANA) tem monitorado e acompanhado as cargas virais e concentrações do vírus no esgoto de seis capitais: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro. Dessas, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba e Fortaleza apresentaram aumento da presença do vírus.

Em Belo Horizonte, a primeira quinzena de maio mostrou um forte aumento das cargas virais no esgoto que chega às estações de tratamento de esgotos Arrudas e Onça. Nesse período a carga viral saltou de 30,7 bilhões para 71,3 bilhões de cópias do vírus por dia para cada 10 mil habitantes. Entre 15 e 20 de maio, a carga do novo coronavírus recuou para 49,1 bilhões de cópias por dia para cada 10 mil habitantes, um patamar ainda considerado elevado.

Esse monitoramento teve início em abril de 2020. Desde então, a maior carga já registrada na capital mineira foi na terceira semana de janeiro. Foram 662,1 bilhões de cópias do novo coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes.

Junto com Belo Horizonte, o aumento da carga viral em Curitiba foi considerado expressivo pela ANA. O mês de maio apresentou “um aumento significativo e progressivo” da carga viral nos esgotos da capital paranaense, de acordo com a agência. O número passou de 176,4 bilhões para 880,2 bilhões de cópias do novo coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes.

Leia mais:  Anvisa determina recolhimento de remédios à base de losartana

Esta é a segunda maior carga já registrada na capital paranaense desde o início do monitoramento, em março de 2021. Os números de maio só foram superados pelas 1,14 trilhão de cópias, registradas em janeiro deste ano.

O aumento do vírus nos esgotos de Brasília chegou a 311,3 bilhões de cópias do novo coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes na última semana de maio. Na primeira semana do mesmo mês, a carga era de 21,8 bilhões de cópias. Houve um aumento de 14 vezes na carga viral em um intervalo de quatro semanas.

Em Fortaleza, o mês de maio começou com uma carga viral nos esgotos de 5,3 bilhões de cópias do vírus por dia para cada 10 mil habitantes. A última semana do mês teve um registro de 8,9 bilhões de cópias do vírus. Houve, no entanto, uma oscilação dentro do mês. A terceira semana apresentou a maior taxa viral, de 14,8 bilhões.

Tanto em Recife quanto no Rio de Janeiro as cargas virais tiveram pouca variação e permaneceram em patamares baixos no mês de maio. Na capital fluminense, a maior carga viral detectada foi de 1,4 bilhão de cópias do vírus por dia para cada 10 mil habitantes. Já em Recife, não houve registros da presença do vírus nos esgotos durante a primeira metade de maio nem na última semana do mês. Apenas na terceira semana houve registro, de 0,2 bilhão de cópias.

Leia mais:  Hospitais Municipais adquirem equipamentos para mobilidade precoce de pacientes nas UTIs

Monitoramento dos esgotos

A ANA considera importante esse monitoramento para o auxílio às autoridades locais de saúde na tomada de decisões relacionadas à manutenção ou flexibilização das medidas de controle para a disseminação da covid-19. Além disso, avalia a agência, esses dados também podem fornecer alertas precoces dos riscos de aumento de incidência do vírus de forma regionalizada.

“Com os estudos, o grupo pretende identificar tendências e alterações na ocorrência do vírus no esgoto das diferentes regiões monitoradas, o que pode ajudar a entender a dinâmica de circulação do vírus. Outra linha de atuação é o mapeamento do esgoto para identificar áreas com maior incidência da doença e usar os dados obtidos como uma ferramenta de alerta precoce para novos surtos, por exemplo”, afirmou a ANA.

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook

Saúde

Hospital Metropolitano passa a ofertar serviço de neurocirurgia

Published

on

O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, passa a disponibilizar, via Sistema de Regulação (Sisreg III), o serviço de neurocirurgia – novo atendimento ofertado no local. A unidade de saúde já é referência em ortopedia, traumatologia e urologia, além do tratamento da Covid-19.

Foram ampliados no hospital 30 novos leitos de UTI, sendo 10 para pós-operatório, 10 para atendimento geral e 10 para neurologia, disponibilizados desde as 19h de quarta-feira (29.03).

“Trabalhamos para aumentar os serviços ofertados nas unidades de Saúde do Governo do Estado. Nosso objetivo é acelerar o atendimento dos pacientes que aguardam na Regulação por uma vaga”, diz a secretária estadual de Saúde, Kelluby de Oliveira. 

Atualmente, a unidade de saúde dispõe de 80 leitos intensivos, sendo 10 leitos de UTI geral para pós-operatório, 20 leitos de UTI geral, 10 leitos de UTI para neurologia e 40 leitos de UTI Covid-19. 

“O Governo do Estado está fazendo o que compete a ele dentro das divisões de tarefas estabelecidas na diretriz do Sistema Único de Saúde (SUS), e não mede esforços para trabalhar pelos atendimentos de alta complexidade, com risco maiores e que precisam de leito de UTI de retaguarda”, pontua a secretária executiva da Secretaria Estadual de Saúde, Deisi Bocalon.

Leia mais:  Ações dos núcleos de Avaliação de Tecnologia em Saúde de MT são destaques nacionais

Conforme a diretora do hospital, Cristiane de Oliveira Rodrigues, a unidade está dividida entre alas Covid-19 e Não Covid-19, com o objetivo de prevenir infecção cruzada. “Priorizamos a segurança dos profissionais e dos pacientes de modo que os riscos sejam mínimos para ambos”, pontua a diretora.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Saúde

Emanuel Pinheiro anuncia ampliação de locais de testagem da Covid-19 em Cuiabá

Published

on

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou, durante transmissão ao vivo em  rede social, nesta terça-feira (28), que em razão do aumento significativo na procura por testes rápidos de diagnóstico da Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá ampliar os locais para o atendimento das demandas em decorrência da doença viral, em Cuiabá. 

Atualmente a testagem do novo coronavírus é realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Policlínicas da cidade. Entretanto, a partir da próxima segunda-feira (4), alguns Centros de Saúde Bucal passarão a realizar os procedimentos. São eles, o Centro de Especialidades Odontológicas do bairro Dom Aquino, o  Centro de Especialidades Odontológicas Osmar Cabral, bem como as Clínicas Odontológicas do Leblon e CPA II. A meta é realizar cerca de 120 testes por dia, em cada unidade. 

“Vamos colocar pelo menos dois médicos por unidade, a fim de atender a demanda que está grande nas UBS, UPAs e Policlínicas. As unidades atenderão somente pacientes com sintomas gripais. A secretária Suelen Alliend e a equipe da Secretaria de Saúde estão trabalhando para desafogar a rede e atender o maior número de pessoas possível”, disse o gestor. 

Leia mais:  Programa de atendimento de saúde domiciliar da capital é escolhido para participar de Projeto Piloto do Ministério da Saúde

Somado a isso, será colocado em prática o projeto Equipe Resgate, onde duas vans, compostas por equipes volantes prestarão apoio aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Elas vão se deslocar até as UPAs no período das 17h às 22h, realizando o atendimento aos enfermos classificados pela triagem com a etiqueta verde – pouco urgente, diminuindo a concentração nestes espaços, podendo estender suas atividades até outros ambientes estratégicos da cidade, como por exemplo, Policlínicas, praças e equipamentos públicos. 

Ainda durante a live, o Chefe do Executivo Municipal aproveitou para fazer um apelo à população que ainda não tomou a segunda dose da vacina, para que procurem o polo mais próximo de sua residência e recebam os imunizantes. Segundo ele, 90% das internações em estágio grave são pacientes que não concluíram o esquema vacinal. 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262