Connect with us

Saúde

Cuiabá realiza mais de 190 mil atendimentos em UPAs e Policlínicas e prefeito destaca investimentos para Saúde

Published

on

Um levantamento da Secretaria Municipal de Saúde mostra que Cuiabá realizou 190.617 mil atendimentos, entre os meses de janeiro e maio deste ano, nas três Unidades de Pronto Atendimento e três Policlínicas no município. Os dados foram apresentados pelo prefeito Emanuel Pinheiro na noite desta terça-feira (21), durante a 25ª transmissão de sua live semanal.

“De janeiro até maio de 2022 só nas três UPAs de Cuiabá, Upa Verdão, do Pascoal Ramos e Morada do Ouro, e nas Policlínicas do Coxipó, Pedra 90 e Planalto, nós atendemos mais de 190 mil pessoas, com atendimento de cerca de 40 mil pessoas por mês. Só na UPA Verdão foram 36.165 mil pessoas atendidas até maio, isso representa quase a Arena Pantanal inteira lotada, atendida nesses cinco meses com dignidade”, disse o prefeito.

Pautado sempre pela humanização e enfatizando o compromisso da gestão de continuar trabalhando para entregar aos cuiabanos uma saúde pública mais eficiente, o prefeito entregou na última segunda-feira (20), a nova Unidade de Saúde da Família (USF) Dr. Cid Nunes da Cunha, no Parque Cuiabá.

Só nos primeiros 53 dias da gestão, foram entregues três novas unidades Básicas de Saúde (UBS), nos bairros João Bosco Pinheiro/1º de Março, Ribeirão do Lipa e Alvorada, totalmente equipadas, climatizadas e com consultórios odontológicos. Além disso, o prefeito também vai entregar a nova Unidade de Pronto Atendimento do bairro Jardim Leblon, que será a quarta UPA de Cuiabá e segunda entregue pela gestão Emanuel Pinheiro.

Leia mais:  Ministério viabiliza reajuste de salário para agentes de saúde

Durante a live, o chefe do Executivo Municipal destacou ainda que Cuiabá é referência na saúde pública e que as unidades de saúde da capital têm dado suporte não só aos demais municípios de Mato Grosso, como também de outros estados.  “Pedi a minha equipe que fizesse um levantamento dos dados de atendimento do dia 1º de junho até o dia 21. Atendemos proximamente 27 mil pessoas nessas seis unidades de saúde. Durante este período, apenas na UPA Verdão tivemos um atendimento de 599 pessoas de Várzea Grande, oito de Santo Antônio do Leverger, três de Santa Cruz do Xingu, duas de Rosário Oeste, três de Rondonópolis, uma do Rio de Janeiro, uma de Livramento, duas de Querência, uma de Porto Velho, três de Sinop, cinco do Maranhão, quatro do Ceará, entre outros”, afirmou.

“Então não é só Mato Grosso, é o Brasil todo que vem aqui. Mas, principalmente, o interior de Mato Grosso inteirinho corre para a saúde de Cuiabá, que é uma Saúde que avança, humaniza, que é digna, que é referência e tem grandes profissionais. Ainda temos que melhorar bastante, mas trabalhamos dia e noite e temos uma saúde muito melhor do que aquela que recebi no primeiro dia do meu mandato”, acrescentou Pinheiro.

Leia mais:  97% dos pacientes em UTIs de MT não tomaram todas as doses da vacina contra a covid-19

Por fim, o prefeito parabenizou a secretária Municipal de Saúde, Suelen Alliend, e citou a reunião realizada com os gestores dos municípios que integram o Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Vale do Rio Cuiabá- CISVARC. “Parabéns à secretária Suelen pela reunião realizada nesta terça-feira. Vários municípios da Baixada Cuiabana vieram praticamente nos pedir socorro, porque saturaram de acreditar no Estado, principalmente, com o programa Mais Cirurgias MT, que deveria chamar Menos Cirurgias pelo engodo que se transformou e que não está atendendo nenhum município do nosso Estado. Então, contem com Cuiabá que é referência e carrega a saúde do Estado inteiro nas costas, e vai continuar sendo a mãe de todos os municípios, principalmente, os nossos municípios vizinhos do Vale do Rio Cuiabá”, concluiu o gestor.

Comentários Facebook

Saúde

Ministério viabiliza reajuste de salário para agentes de saúde

Published

on

Eles passarão a ganhar R$ 2.424,00

Mais de 280 mil agentes comunitários em saúde e de combate a endemias profissionais em todo Brasil serão beneficiados com duas portarias que oficializam o aumento da remuneração desses profissionais. Elas liberam R$ 2,2 bilhões em crédito adicional para custear a medida.

Por Karine Melo – A normativa do governo atende o que determina a Emenda Constitucional nº 120, de 5 de maio de 2022, aprovada pelo Congresso Nacional. Segundo a norma, o incentivo federal para o financiamento desses profissionais não deve ser inferior a dois salários mínimos.

Segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, “os agentes comunitários de saúde e endemias são os olhos e ouvidos do Sistema Único de Saúde (SUS) na casa dos brasileiros”. Os profissionais são essenciais para a integração entre serviços de saúde da Atenção Primária e a comunidade, e devem estar vinculados às Unidades Básicas de Saúde (UBS) e credenciados pelo Ministério da Saúde.

Salário reajustado

Com a mudança, a remuneração por agente passa a ser de R$ 2.424,00. Já os agentes de combate a endemias têm outra função. Eles trabalham na prevenção de doenças como dengue, zika, chikungunya, raiva, febre amarela e leishmaniose. Também são responsáveis pelas ações de orientações da população quanto aos principais sintomas e ajudam no controle dos casos suspeitos em cada região e na vacinação de cães e gatos contra raiva.

Leia mais:  Ações dos núcleos de Avaliação de Tecnologia em Saúde de MT são destaques nacionais

Para o presidente da Federação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias (Fenasce), Luis Claudio, “esse momento é histórico, pois uma luta de 11 anos hoje se consagra com esse reajuste. Esses profissionais não medem esforços para levar o SUS até a população, principalmente, aquela vulnerável”, explicou.

Edição: Kleber Sampaio

Comentários Facebook
Continue Reading

Saúde

Conselho regulamenta biomédicos na suplementação alimentar

Published

on

Uma nova resolução do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) regulamenta as condições para que biomédicos possam assumir a responsabilidade técnica de empresas que produzem e comercializam suplementos alimentares.

Além de devidamente registrados no conselho, os profissionais deverão ter habilitação em análises clínicas ou bromatológicas ou, ainda, em fisiologia do esporte e da prática do exercício físico.

A Resolução nº 348 do CFBM também autoriza que biomédicos habilitados em acupuntura; biomedicina estética ou em fisiologia do esporte e da prática do exercício físico prescrevam suplementos alimentares, desde que estes sejam isentos de orientação e da obrigatoriedade de prescrição médica.

Definição

O texto da resolução lembra que suplementos alimentares não são considerados medicamentos e não têm finalidade de prevenir, tratar ou curar doenças, destinando-se a “suplementar a alimentação de indivíduos saudáveis com nutrientes, substâncias bioativas, enzimas ou probióticos, isolados ou combinados”.

Por definição, o biomédico é o profissional responsável por identificar, classificar e estudar os microrganismos causadores de enfermidades; realizar exames diagnósticos; desenvolver medicamentos e produzir vacinas, entre outras funções.

Leia mais:  Conselho regulamenta biomédicos na suplementação alimentar

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana