Connect with us

MT

Cuiabá recebe o primeiro Centro de Recondicionamento de Computadores de Mato Grosso

Published

on

O Estado de Mato Grosso recebeu, nesta quarta-feira (29), seu primeiro Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), o Recytec. A ação, em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), é parte do programa Computadores para Inclusão, cujo objetivo é reciclar os equipamentos descartados e distribuí-los em escolas, telecentros e bibliotecas públicas, para propiciar o acesso à tecnologia e informação da população em situação de vulnerabilidade social.

Em 2020, o Ministério das Comunicações (MCom) lançou edital de chamamento público, buscando parcerias para que novos CRCs fossem inaugurados no país. O investimento, de aproximadamente R$ 1 milhão, garantiu a abertura do primeiro centro de recondicionamento em Mato Grosso, em parceria com a ONG Programando o Futuro.  

“Estamos otimistas, porque o CRC de Cuiabá vai facilitar a coleta, o recondicionamento e a doação de computadores para Mato Grosso e região. Outro benefício é o descarte adequado dos materiais eletrônicos que não puderem ser reaproveitados”, afirmou a coordenadora de Projetos de Infraestruturas para Telecomunicações do MCom, Daniela Schettino. “Além disso, a ONG poderá ministrar cursos para a área de Tecnologia da Informação e Comunicação e de inclusão digital”, completou.

Em Mato Grosso, a proposta é que o Recytec garanta o processamento de 500 toneladas/ano de resíduos eletrônicos. A expectativa é de que o montante garanta o recondicionamento de aproximadamente 1.200 computadores, a serem destinados à espaços de inclusão digital.

A Seciteci assinou, também com a ONG Programando o Futuro, o edital para a oferta de 200 vagas em cursos de formação profissionalizante, nas áreas de Informática Intermediária, Robótica e Assistente de Manutenção de Computadores, além do curso para Técnico em Informática.

Os cursos possuem carga horário média de 120 horas0 e turmas em turnos variados. A meta é garantir a qualificação profissional anual de aproximadamente 1.000 alunos. Os cursos serão ofertados pela Escola Técnica Estadual (ETE) de Cuiabá, com início previsto para 15 de agosto.

“Nós [parceiros], descerramos uma placa de inauguração, mas a placa é só um símbolo. Existe um propósito muito maior por trás desse símbolo. Quando o governo investe em centros para tratamento de resíduos eletrônicos, está dando uma resposta ambiental para problemas crônicos mundiais. O mesmo ocorre, quando decidimos atrelar este trabalho à oferta de qualificação profissional; é outra resposta dada à sociedade quanto aos esforços do Estado em qualificar o cidadão”, defendeu o secretário da Seciteci, Maurício Munhoz.

“Tivemos um longo trabalho para expandir o Recytec aos Estados. Vencida essa etapa, a meta agora é chegar aos municípios. Inclusive, queremos avançar nesse continente chamado Mato Grosso. Políticas públicas e projetos sociais são movidos por abnegados. A vontade e a disposição, com que fomos recebidos em Mato Grosso, nos deixou impressionados, pelo nível de parceria que o estado possui. Além da solução ambiental e da promoção da inclusão digital, o projeto muda vidas. Cada aluno qualificado tem a oportunidade de escolher o caminho que pretende seguir, de garantir dignidade e bem estar à sua família. Impactar vidas é também função do projeto”, definiu o presidente da ONG Programando o Futuro, Vilmar Simion Nascimento.

Na oportunidade, as Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) de Diamantino e Poxoréo também foram beneficiadas com a entrega de ônibus escolares, que terão a finalidade de atuar no combate à evasão escolar e no fortalecimento das atividades práticas.

Com informações do Ministério das Comunicações. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

MT

Várzea Grande realiza audiência pública para discutir LDO e LOA 2023. Previsão é de até R$ 1,5 bilhão

Published

on

Com uma previsão orçamentária que está em discussão e ainda será definida após audiência pública e apreciação por parte dos vereadores, o pacote de projetos de Leis que tratam das Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Orçamentária Anual (LOA) para o Ano de 2023 deve estabelecer valores totais entre R$ 1.350 e R$ 1.550 bilhão, dos quais os investimentos previstos devem ficar entre R$ 380 e R$ 590 milhões para obras e ações de interesse de Várzea Grande e de sua população.

Queremos que as pessoas participem mais ativamente deste processo de elaboração das leis orçamentárias para que prioridades possam ser definidas dentro da realidade econômica de Várzea Grande, sem contar que esperamos reforçar parte dos valores previsto para serem investidores em 2023, com emendas parlamentares federais de senadores e deputados federais e estaduais dos deputados estaduais e do Governo do Estado, que não nos tem faltado durante nossa gestão”, disse Kalil Baracat.

Ele lembrou que as demandas são maiores que a capacidade de atender a tudo, por isso é fundamental se discutir, definir prioridades e ver o que se pode ou não realizar.

Temos a certeza de que não poderemos atender a todos os pedidos, mas não nos vai faltar determinação, dedicação, empenho e força de vontade para transformar Várzea Grande e melhorar a qualidade de vida de todos, pois problemas são muitos, mas vontade de resolver também”, explicou.

A Audiência Pública para discutir a LDO e a LOA de 2023 acontece no dia 21 deste mês, por meio online das Redes Sociais da Prefeitura de Várzea Grande e será comandada pela Secretaria de Planejamento sob o comando de João Carlos Cardoso.

Ele lembrou que a ordem do prefeito Kalil Baracat é dar transparência total as leis orçamentárias e facilitar o entendimento da população para que ela compreenda que não existe possibilidade de atender todas as demandas, portanto, prioridades definidas facilitam o trabalho da Administração Municipal em destinar recursos públicos próprios, bem como apresentar projetos em nível estadual e federal para convênios e para emendas parlamentares, além de atender as demandas da maioria da população valorizando Várzea Grande, seus imóveis e garantindo qualidade de vida para todos

É claro que o prefeito Kalil Baracat tem a vontade política em solucionar todos os problemas existentes, mas existem limitações financeiras e por isto se faz necessário garantir prioridades como sempre foi feito desde o primeiro dia da atual gestão em relação a questão do abastecimento da água, da pavimentação de ruas e avenidas, das obras educacionais, das obras esportivas, sociais e dos investimentos em saúde em plena pandemia, pois os recursos destinados a saúde superaram os 30% das Receitas Liquidas, quando a lei determina 15% para os Municípios investirem em saúde”, disse João Carlos Cardoso.

Kalil sinalizou que sua gestão prioriza ações que representam uma melhora na qualidade de vida da população, como as obras de abastecimento de água e esgoto sanitário que consumiram R$ 100 milhões em 2021, estão consumindo outros R$ 100 milhões em 2022 e queremos manter o mesmo índice de investimentos nos demais anos para acabar com este problema que tem repercussão em outras áreas, pois água e esgoto representam, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) órgão da ONU para a saúde que para cada R$ 1,00 (um real), investido em saneamento básico (esgoto) e abastecimento de água, há uma economia de R$ 4,0 (quatro reais) em saúde pública

Estamos investindo em qualidade de vida para as pessoas e valorização da cidade e seus imóveis, pois isto atrai novos investidores, novos negócios e impõe desenvolvimento como um todo que é o que desejamos, Várzea Grande cresce e com este crescimento as coisas melhoram para todos, mas não podemos desconhecer que este crescimento traz problemas que precisam ser combatidos e prevenidos”, disse Kalil Baracat.

O prefeito lembrou que a região do Chapéu do Sol é um exemplo do crescimento de Várzea Grande e da prosperidade que pode ser presenciada por todos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários Facebook
Continue Reading

MT

Governo de MT suspende publicações nos sites e perfis de redes sociais institucionais

Published

on

O Governo de Mato Grosso irá suspender a publicação de notícias, fotos, áudios e vídeos, a partir deste sábado (02.07), em todos os sites e perfis de redes sociais institucionais. A medida se dá em respeito ao período eleitoral, conforme a Lei de n° 9.504/1997, Art. 73, VI, b.

Durante o período, as páginas de atendimento à população, como serviços da Sefaz, Detran, Sema, Seduc, assim como o aplicativo MT Cidadão, permanecerão em funcionamento normalmente.

As notícias nos sites institucionais do Governo de Mato Grosso estarão interrompidas durante o período eleitoral, salvo exceções previstas em lei.

Após esse período, todas as atividades nos sites e perfis oficiais retornam normalmente.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana