conecte-se conosco


GERAL

Frente fria deixa o Rio no sábado, mas ainda pode chover hoje à noite

Publicado


O tempo no Rio de Janeiro ainda pode ter nas próximas horas pancadas de chuva, moderada a forte em pontos isolados da cidade. Durante o dia de hoje (7) choveu em vários bairros. De acordo com o Sistema Alerta Rio, devido à passagem de uma frente fria pelo oceano, ainda há condições para pancadas de chuva moderada a forte em pontos isolados durante a noite e madrugada.

A partir da manhã deste sábado (8), após a passagem da frente fria, o transporte de umidade do oceano para o continente manterá o tempo instável na cidade do Rio. A previsão é de céu nublado a encoberto e chuva fraca a moderada, isolada, a qualquer momento do dia. Os ventos estarão fracos a moderados, entre 18,5 quilômetros por hora (km/h) e 51,9 km/h.

No domingo (9), o cenário se mantém e há previsão de chuva fraca a moderada, isolada, a qualquer momento. Entre segunda-feira (10) e terça-feira (11), o tempo volta a ficar estável no município do Rio, com predomínio de céu nublado e sem previsão de chuva.

Leia mais:  Internet foi "cupido" de casais que se formaram durante a pandemia

Niemeyer liberada

A Avenida Niemeyer, no trecho entre a Avenida Delfim Moreira, no Leblon e o hotel Sheraton, em São Conrado, foi liberada às 17h15, ao tráfego de veículos, porque não há previsão de chuva forte no trecho nas próximas horas. Mais cedo, por volta das 12h, a Avenida Niemeyer foi fechada neste mesmo trecho devido ao acumulado de chuva de 5 milímetros (mm) em uma hora, que faz parte do protocolo do Instituto de Geotécnica (GeoRio) para o fechamento da estrada.  

Ressaca

A Marinha do Brasil informa que ondas de 2,5 metros de altura podem atingir a orla do município das 9h deste sábado (8) até às 9h de domingo (9). O banho de mar deve ser evitado, devido às ondas e correntes. O mesmo acontece com os pescadores de pequenas embarcações. Pontos turísticos como mirantes ou caminhar na beira do mar devem ser evitados.

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook

GERAL

Prova de vida pode ser feita sem sair de casa

Publicado


Beneficiários do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) podem realizar a prova de vida por meio dos aplicativos Meu gov.br e Meu INSS, pelo site, em caixas eletrônicos ou até por procuração.

A medida tem o objetivo de evitar aglomerações durante a pandemia. A necessidade de fazer a prova de vida foi retomada neste mês, após interrupção em março do ano passado. Durante o período, os beneficiários não deixaram de receber seus pagamentos.

O novo sistema viabiliza a prova de vida online através de tecnologia de biometria facial, desenvolvida pelo Serpro e pela Dataprev. O procedimento vai facilitar a vida de cerca 36 milhões de aposentados, pensionistas e beneficiários de programas assistenciais. Para utilizar a funcionalidade, é necessário que o usuário tenha feito a coleta de biometria para o título de eleitor, além de possuir uma conta no gov.br, o portal de serviços de governo.

Os aplicativos Meu Gov.br e Meu INSS estão disponíveis na Google Play e App Store, ou, ainda, nos ambientes web.

Prova de vida

Realizada anualmente para comprovar a existência do beneficiário e evitar fraudes, a prova de vida é exigida de todos os que recebem benefícios de seguro social por meio de conta corrente, poupança ou cartão magnético. Para não ter o pagamento suspenso, as provas já vencidas devem ser realizadas novamente até as datas limite. Segundo estimativas da autarquia, cerca de 11 milhões de pessoas se encontram em situação de pendência, o que corresponde a um terço dos beneficiários.

Leia mais:  Mega-Sena pode pagar hoje prêmio de R$ 42 milhões

Caso não seja possível a realização da prova de vida por celular, a orientação do INSS é que o cidadão procure a agência bancária responsável pelo recebimento do benefício.

Alguns bancos permitem que a validação seja feita por biometria nos próprios aplicativos ou até mesmo em caixas eletrônicos.

Uma terceira opção, para aqueles que não puderem ir ao banco por motivo de doença ou dificuldades de locomoção, é fazer a prova de vida por meio de um procurador. Mas, para isso, é preciso que a procuração seja cadastrada no INSS. A prova de vida por procuração também é uma alternativa para beneficiários que moram no exterior.

Edição: Kelly Oliveira

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

GERAL

Caixa lança programa de preservação ambiental

Publicado


A Caixa lançou, neste sábado (12) o programa Caixa Florestas. De acordo com o presidente da empresa, Pedro Guimarães, esse será o maior programa de preservação à natureza do Brasil, com o investimento de R$ 150 milhões todos os anos. “A Caixa que é o banco da inclusão, o banco da matemática, o banco da habitação e o banco de todos os brasileiros passa ser agora, claramente, o banco da preservação da natureza que é fundamental para o Brasil”, disse.

O banco vai destinar parte do lucro para implementar projetos que apoiem as comunidades que vivem dentro e no entorno das reservas florestais, promovendo inserção social e econômica, além de educação ambiental para o manejo sustentável.

O programa também tem como objetivo o plantio de 10 milhões de árvores nos próximos 5 anos, em especial para recuperação de espécies nativas ameaçadas de extinção e de árvores frutíferas em todas as regiões do Brasil.

Caixa Mais Brasil

O lançamento do Caixa Florestas coincide com a 100ª edição do programa Caixa Mais Brasil. Criado em 2019, o programa percorreu 153 municípios do interior do Brasil. “O programa Caixa Mais Brasil significa os executivos saindo da matriz, aqui do ar-condicionado e visitando o interior do país, em especial as regiões Norte e Nordeste, em locais, onde normalmente, não existia esse contato direto e é muito importante, porque com esta conversa, clientes, os empregados, empresários, nós conseguimos entender em primeira mão, os problemas que existem e resolvê-los mais rapidamente”, disse o presidente da Caixa.

Leia mais:  Ecad tem mais de 132 mil músicas cadastradas com amor no título

Segundo ele foi a partir da percepção adquirida graças ao contato direto com o público que questões chaves foram tratadas. “Foi assim que aceleramos as questões do auxílio emergencial, de todos os pagamentos sociais, percebemos a necessidade da redução das taxas de juros, batemos o recorde de crédito em especial aqueles mais sensíveis, como os créditos para as micro e pequenas empresas, para as pessoas carentes, ou seja, é ouvir a população e responder a isto de uma maneira rápida e eficaz”, disse.

Edição: Kelly Oliveira

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262