Connect with us

SEGURANÇA

Gefron apreende 66 kg de cocaína em Pontes e Lacerda

Published

on

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) apreendeu, nesta quarta-feira (22.06), 66 quilos de substância análoga à pasta base de cocaína, avaliada em mais de R$ 1 milhão. O caso ocorreu entre Vila Bela da Santíssima Trindade e Pontes e Lacerda, e na ocasião, um dos suspeitos reagiu à ação policial, vindo à óbito logo após ser socorrido.

O patrulhamento estava sendo realizado próximo ao quilômetro 36 da BR-174, quando os operadores de fronteira perceberam dois veículos GM/Celta de cor azul e Fiat/Uno Way de cor branca em alta velocidade trafegando no sentido Vila Bela/Pontes e Lacerda. Ao perceber a viatura policial, os dois condutores frearam bruscamente, levantando suspeita.

A guarnição iniciou o acompanhamento dos suspeitos, dando ordem de parada com sinais sonoros e luminosos, que não foi obedecida por ambos. Após alguns quilômetros de perseguição, o condutor do veículo Celta, iniciou manobras bruscas, jogando o veículo para cima da viatura e logo em seguida, os operadores conseguiram abordar o condutor.

Durante a busca veicular, foi encontrado um rádio comunicador e o suspeito confessou ganhar R$ 1.500 para realizar a função de “batedor” em apoio ao outro veículo que transportava a droga. Paralelamente, a equipe solicitou apoio para abordagem ao veículo Uno, que continuava trafegando em alta velocidade.

Leia mais:  Batalhão Rotam celebra 21 anos de fundação com entrega de medalhas e homenagens

Ao ser montada a barreira policial, o suspeito parou bruscamente na contramão, desceu do veículo, entrou em uma região de mata e iniciou disparos com arma de fogo contra os policiais, que revidaram a agressão. Em seguida, os policiais encontraram o suspeito ferido, ainda com vida, sendo socorrido e encaminhado para o hospital Vale do Guaporé, em Pontes e Lacerda. O suspeito não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital.

No veículo Uno, foi encontrado no banco traseiro um fardo de substância análoga à pasta base de cocaína, contendo 64 tabletes, totalizando os 66 quilos de entorpecentes, além de rádios comunicadores e baterias de recarga.

O suspeito que realizava a função de batedor e todo o material apreendido foram encaminhados à Delegacia Especial de Fronteira (Defron), em Cáceres. O prejuízo total ao crime é de R$ 1,2 milhão.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

SEGURANÇA

Politec alerta estudantes que irão prestar provas do IFMT sobre prazo para emissão de RG

Published

on

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) realizam campanha orientativa sobre a importância da emissão dos documentos necessários para inscrição dos Processos Seletivos do IFMT. A campanha é voltada para aqueles candidatos que ainda não possuem documento de identidade ou que necessitem de uma nova via do documento para efetuar as inscrições e o apresentar no dia da aplicação das provas para os cursos técnicos integrados ao ensino médio referente ao processo seletivo 2023/1.

Conforme o edital, é de inteira importância os estudantes apresentarem a carteira de identidade no momento da aplicação das provas do processo seletivo que está previsto para o mês de outubro.

No ato do preenchimento do formulário de inscrição, o candidato deverá ter em mãos o número do CPF, da cédula de identidade (RG) ou documento equivalente (carteira de motorista, carteira de trabalho, passaporte, entre outros), oficial, com foto de validade nacional. As inscrições para o processo seletivo do IFMT têm início nesta segunda-feira (27.06) e se encerram no dia 11 de setembro. São ofertadas 3.100 vagas para 19 campi e 2 centros de referência. Para mais informações sobre o processo seletivo, acesse aqui.

No dia da prova – prevista para acontecer no dia 09 de outubro -, o candidato precisará apresentar o documento com foto que utilizou para efetuar a inscrição. Os interessados que ainda não possuem os documentos necessários devem imediatamente procurar os postos de identificação da Politec em sua cidade. Veja aqui o endereço.

Leia mais:  Operação contra pirataria prende seis pessoas em três estados

Conforme o Coordenador de Identificação Civil da Politec, Carlos Eduardo José da Silva, atualmente, a instituição estipula um prazo de 30 a 40 dias para a emissão do RG.

“Esta campanha tem por objetivo alertar os candidatos para não deixarem para a última hora. Para que ele tenha seu documento na data da realização das provas é necessário que busque um posto de atendimento da Politec o quanto antes”, afirmou o coordenador.

A Politec orienta que os candidatos que solicitarem o RG sem a devida antecedência podem correr o risco de não conseguir a carteira de identidade a tempo, levando em consideração os prazos necessários para o processo de análise e confronto dos dados, e de envio do documento de São Paulo, onde o documento é produzido, até Cuiabá.

“Aqueles estudantes que deixarem para solicitar o documento com menos de 20 dias dias para a prova, nós orientamos os pais para procurarem a ouvidoria da Politec através do telefone 0800 647 8987 para que a gente possa selecionar estes processos e fazer a análise deles com maior rapidez”.

Segundo a diretora de política de ingresso e seleções do IFMT, Elisangela Maria, a campanha conjunta com a Politec é uma prática contínua, e tem contribuído com a maior efetivação de inscrições e diminuição de indeferimentos devido à ausência do documento de identidade. “Esta ação possibilita que os candidatos possam participar do processo seletivo do IFMT, promove o acesso à informação dos diretos do cidadão quanto a sua identificação civil”, pontuou a diretora.

Leia mais:  Polícia Militar lança Operação Impactus para intensificar policiamento em bairros de Cuiabá

Como solicitar a carteira de identidade

A Carteira de Identidade é o principal documento de identificação no Brasil e válido em todo território nacional. Os menores de 16 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou de seu representante legal para as solicitações de entrada no Processo de Identificação Civil, sendo o acompanhante responsável por todas as informações prestadas ao identificador.

Em Cuiabá, a solicitação do RG pode ser feita nas unidades dos Ganha Tempos, no cartório do 3º ofício da capital, e no Espaço Cidadania, da Assembleia Legislativa. Em Várzea Grande, o serviço é ofertado no Ganha Tempo do bairro Cristo Rei.

Os documentos necessários para solicitar a emissão da carteira de identidade (RG) são:

  • Certidão de Nascimento ou Casamento originais ou cópias autenticadas

  • Naturalizados: Deverão apresentar Certificado de Naturalização Brasileira original e legível ou cópia autenticada por tabelionato (autenticação deve ser original);

  • Português: Deverá apresentar Certificado de Igualdade de Direitos e Deveres original e legível ou cópia autenticada por tabelionato (autenticação deve ser original);

A primeira via em Mato Grosso é isenta. A pessoa que possui RG em outro Estado e irá emitir pela primeira vez em Mato Grosso deverá solicitar a 1ª via, que é gratuita em todos os casos. A segunda via é isenta para menores de 18 anos. Para maiores informações sobre a solicitação do RG acesse aqui o site da Politec.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

SEGURANÇA

Coordenador da PRF fala sobre segurança no trânsito

Published

on

A Operação Corpus Christi, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), fiscalizou 104 mil pessoas com abordagem, fez 58 mil testes de etilômetro e 1.221 pessoas foram autuadas por terem sido flagradas com alguma quantidade de álcool ou por ter se recusado a fazer o teste. Os números foram dados nesta sexta-feira (24) pelo coordenador-geral de Segurança Viária da PRF, André Luiz de Azevedo, entrevistado do programa A Voz do Brasil.

Segundo Azedevo, a PRF está direcionando as operações de forma a cumprir as metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década de Ação para Segurança no Trânsito, que tem como objetivo reduzir em 50% o número de mortes e lesões graves até 2030. “A PRF já está alinhada com esses compromissos e está alinhando suas operações para atingir essa meta.”

De acordo com Azevedo, o Brasil ainda tem muitas vias de pista simples, o que faz com que a ultrapassagem em local indevido ainda seja uma das infrações mais cometidas. “Ultrapassagem indevida não é só aquela ultrapassagem onde a sinalização não permite. É aquela ultrapassagem onde a sinalização ou as condições naquele momento não permitem. Às vezes, a sinalização permite, mas o fluxo não permite que se faça a ultrapassagem com segurança”. Essa é a maior preocupação do órgão por conta da possibilidade de colisão frontal, que, quase sempre, é fatal, disse o coordenador.

Leia mais:  Receita e Anatel apreendem celulares do comércio irregular no Rio

O coordenador-geral da PRF também falou sobre a Lei Seca e a cultura de segurança viária. Para ele, o problema no Brasil é que o brasileiro, em geral, não consegue desenvolver uma cultura de segurança viária. “Por mais que a gente faça campanhas, que a gente faça conscientização, esse é um desafio muito grande”. Segundo Azevedo, depois de 14 anos, o Brasil hoje é um dos países referência em termos de legislação em relação ao consumo de álcool. “Isso para nós é motivo de muito orgulho”, disse.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262