Connect with us

SEGURANÇA

Gefron apreende carga de cocaína avaliada em R$ 12,5 milhões em MT

Published

on

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) apreendeu, na noite deste domingo (22.05), uma carga de 500 tabletes de substância análoga à cloridrato de cocaína, avaliada em R$ 12,5 milhões, na MT-199, zona rural do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (522 km de Cuiabá).

Ainda durante ação policial, foram apreendidas armas, munições e uma motocicleta modelo Honda/Nxr160 Bros ESD. Três suspeitos morreram durante troca de tiro com os militares.

De acordo com boletim de ocorrência, durante patrulhamento pela rodovia, a equipe identificou um grupo carregando uma caminhonete modelo L200 Triton com os entorpecentes.

Assim que os militares se aproximaram do local foram recebidos com tiros, e por defesa, revidaram ação. O motorista da caminhonete fugiu no sentido à Bolívia.

No local, foram encontrados 17 sacos contendo os entorpecentes, dois revólveres e munições calibre 38. Diante dos fatos, os produtos apreendidos foram entregues à Delegacia Especial de Fronteira, em Cáceres, para devidas providências que o caso requer.

Leia mais:  Polícia Penal apreende celulares e roteadores na penitenciária Mata Grande
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

SEGURANÇA

Mais um suspeito do assassinato de Bruno e Dom é preso em São Paulo

Published

on

A Polícia Civil de São Paulo anunciou a prisão de mais um suspeito de envolvimento no assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Philips. Trata-se de Gabriel Pereira Dantas, que se apresentou espontaneamente a policiais no centro da capital paulista, por volta das 6h desta quinta-feira (23).

“A versão desta pessoa tem fundamento. Ele realmente é de Manaus. Relata com muita riqueza de detalhes o que fez durante o período em Atalaia do Norte. E ele relata que acompanhou esse indivíduo, chamado Pelado, e participou dos atos que culminaram na morte dessas duas pessoas”, declarou o delegado Roberto Monteiro, da Delegacia Seccional do Centro. 

Pelado é o apelido de Amarildo da Costa Oliveira, que está preso desde o dia 7 de junho por envolvimento no duplo homicídio. Ele confessou participação no caso e levou os policiais até o local onde os corpos de Bruno e Dom foram enterrados. Além de Pelado, estão presos no Amazonas Jefferson da Silva Lima e Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos.

Leia mais:  Polícia Penal apreende celulares e roteadores na penitenciária Mata Grande

Ainda segundo o delegado, o suspeito que se entregou à Polícia havia fugido do Amazonas e passado pelo estado do Pará e Mato Grosso, até finalmente chegar a São Paulo. A prisão foi informada à Polícia Federal (PF), que está à frente das investigações. O suspeito permanecerá detido e um pedido de prisão já foi formulado à Justiça. A PF ainda não atualizou novas informações sobre o caso, incluindo a detenção deste outro suspeito. Ao todo, os investigadores apuram a participação de oito pessoas no crime.

Ontem (22), a PF informou que os exames periciais realizados nos remanescentes humanos de Bruno e Dom foram concluídos, com a confirmação da identificação de ambos. O trabalho foi feito no Instituto Nacional de Criminalística, em Brasília. À tarde, os corpos foram enviados de avião da capital federal para serem entregues às famílias.

Ainda segundo a PF, o trabalhos dos peritos do Instituto Nacional de Criminalística continuarão nos próximos dias concentrados na análise de vestígios diversos do caso.

Edição: Kelly Oliveira

Leia mais:  PF prende importador que usava Correios para trazer armas
Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

SEGURANÇA

Agressor de procuradora é preso em clínica no interior paulista

Published

on

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, informou hoje (23) que o procurador Demétrius Oliveira Macedo, que espancou a procuradora-geral da prefeitura de Registro, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, foi preso pela Polícia Civil.

Garcia escreveu, em suas redes sociais, que espera “que a Justiça faça a sua parte agora e use contra ele [Demétrius] todo o peso da lei. Agressor de mulher vai pra cadeia aqui em São Paulo”, afirmou o governador.

Depois de Garcia ter comunicado a prisão em suas redes sociais, a assessoria do governo confirmou que o procurador foi preso em uma clínica em Itapecerica da Serra, no interior paulista, e postou um vídeo do momento da prisão. Macedo foi preso um dia depois de a Justiça ter expedido o mandado de prisão.

Na última segunda-feira (20), Macedo foi filmado dando socos, chutes, xingando e espancando a procuradora, sua chefe, dentro do ambiente de trabalho. Os vídeos da agressão, que caíram rapidamente na internet, também mostram Macedo empurrando outra funcionária, com força, contra a porta.

Leia mais:  Lei oficializa Dia do Policial Penal no calendário de eventos em MT

A Polícia Civil abriu boletim de ocorrência por lesão corporal contra Macedo, e o delegado responsável pelo caso, Daniel Vaz Rocha, pediu à Justiça a prisão preventiva do procurador. Rocha justificou o pedido dizendo que o acusado tinha “sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública.” Na noite de ontem (22), a Justiça expediu o mandado de prisão.

Também ontem, mais cedo, a prefeitura de Registro publicou no Diário Oficial a suspensão preventiva de Demétrius do trabalho por 30 dias, com interrupção de salário. Também foi aberto processo administrativo para apurar o episódio, o pode implicar exoneração do cargo.

O Ministério Público de São Paulo informou que designou dois promotores de Justiça, ambos com atuação em Registro, para investigar a agressão.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262