conecte-se conosco


Cuiabá

Gestão Emanuel Pinheiro demonstra bom poder de articulação e reúne em evento ministra e mais sete representantes do Governo Federal

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

*Texto atualizado às 21h40

A solenidade de lançamento da pedra fundamental para construção da Casa da Mulher Brasileira, promovida pela primeira-dama Márcia Pinheiro, demonstrou o forte poder de articulação em prol da população que a gestão Emanuel Pinheiro tem em Brasília. O evento realizado neste sábado (18), no bairro Alvorada, contou com a participação de seis importantes representantes do Governo Federal.

Entendendo a importância da iniciativa, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, enviou para Cuiabá a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que destacou que o presidente determinou que seu alto escalão viesse a Cuiabá pela magnitude da obra que será executada pela Prefeitura de Cuiabá.

Além da ministra, também estiveram presentes a secretária nacional de Gestão do Trabalho e da Educação da Saúde, Mayra Pinheiro; a secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Brito; a secretária nacional dos Direitos Humanos, Mariana Neris; a secretária nacional de Assistência Social, Maria Yvelonia; a secretária nacional da Família, Angela Granda; o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício José Silva Cunha; e o secretário de Assuntos Federativos, Mauro Benedito.

“O presidente Bolsonaro mandou para Cuiabá o alto escalão do seu governo, as mulheres mais poderosas. Para se ter uma ideia, tem secretária aqui que o orçamento de sua secretaria é 10 vezes maior que o do meu ministério. Essas mulheres comandam a República. Isso porque estamos lançando uma pedra fundamental. Então, imaginem a festa que vamos fazer para a inauguração. Brasília virá em peso. Eu até proponho a gente declarar, no dia da inauguração, Cuiabá a capital nacional do Brasil”, declarou a ministra Damares.

Leia mais:  Vereadora destaca trabalho social desenvolvido pelo Município

Para o prefeito Emanuel Pinheiro o prestígio demonstrado neste sábado reforça a importante habilidade da gestão do Município para construir parcerias em todos os âmbitos em prol da população cuiabana. Segundo o chefe do Executivo cuiabano, essa não é uma ação isolada e muitas outras obras, ações, programas e projetos serão desenvolvidos em Cuiabá em parceria com a presidência da República.

“O bom trânsito da gestão Emanuel Pinheiro e José Roberto Stopa, junto ao Governo Federal, tem trazido excelentes e grandes resultados para Cuiabá. E não paramos por aqui. Com toda certeza temos muito mais coisa para construir ainda pela frente e também a certeza que sempre teremos o governo do presidente Bolsonaro ao nosso lado nessa luta pela melhoria na qualidade de vida da população.

Emanuel citou ainda o constante apoio que tem recebido da bancada federal mato-grossense em Brasília para a chegada dos recursos necessários para os avanços. “Temos um deputado que tem honrado o compromisso com a população cuiabana, que é o deputado federal Emanuelzinho. Temos também o apoio no Senado Federal, tanto com Wellington Fagundes quanto com Jayme Campos, Carlos Fávaro. E ainda contamos com o deputado federal Carlos Bezerra que está constantemente nos ajudando, junto com o Dr. Leonardo e Neri Geller”, completou.

Leia mais:  Cultura de Cuiabá lança edital para artistas que pleiteiam recursos da Lei Aldir Blanc

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho, enfatizou que, apesar de Cuiabá viver uma realidade distinta, com boa arrecadação, existem obras que necessitam da colaboração do Governo Federal. Ele cita como exemplo dessa parceria de sucesso entre Prefeitura de Cuiabá, bancada federal e União a construção dos viadutos Murilo Domingos e Juca do Guaraná “Pai”, a própria obra da Casa da Mulher Brasileira, e também a obra da trincheira do Círculo Militar, que será lançada em 2022.

“É muito importante que as prefeituras tenham representantes tanto a nível estadual quanto federal. Busco da melhor forma possível representar o estado de Mato Grosso, especialmente a Baixada Cuiabana. Com a parceria com o prefeito Emanuel Pinheiro, tenho buscado fazer toda articulação possível junto aos ministérios e ao presidente Bolsonaro para que Cuiabá seja sempre contemplada com os recursos do Governo federal”, pontuou.

O senador Wellington Fagundes e o deputado federal José Medeiros também participaram da solenidade de lançamento da obra da Casa da Mulher Brasileira. 

Comentários Facebook

Cuiabá

Com comidas regionais e artesanatos, projeto “Festa na Praça” é lançado na Alencastro

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

“Me sinto valorizada em participar deste projeto”, afirma a artesã Helena Bastos Monge. Para ela, a ação da Prefeitura de Cuiabá, Serviço Social do Comércio- Sesc/Fecomércio e Rádio Conti, fomenta o potencial dos empreendedores. A inicitiva com a ação ‘Festa na Praça’ é uma importante estratégia de valorização do artesanato e gastronomia local. A primeira edição do evento foi lançada na tarde de quarta-feira (27) e contou com expressiva aprovação popular. 

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Oscarlino Alves, o principal objetivo é trazer o “Bulixu”, que é a feira de culinária e artesanato que acontece no Sesc Arsenal nas noites de quinta para as praças da capital. Ele destaca que este projeto foi uma iniciativa da gestão Emanuel Pinheiro que busca valorizar os artistas locais e fomentar o turismo e apresentada para a diretoria do Sesc que apoiou o projeto “Festa na Praça”.

“Pensamos em um projeto popular para atrair a população para os espaços públicos, com dois conceitos. A praça Alencastro que é um local de transição, onde passam diariamente os trabalhadores, estudantes e no Jardim das Américas, englobando os moradores dos bairros. O turismo foi um dos setores mais afetados pela pandemia e a gestão tem pensado muito em todos os trabalhadores”, pontua.

Leia mais:  Vereadora destaca trabalho social desenvolvido pelo Município

Para o secretário municipal de Governo, Luís Cláudio Sodré, essa parceria em trazer a cuiabania para as praças é um trabalhado de valorização desde o inicio da gestão Emanuel Pinheiro. “O projeto será levado para outras praças da cidade, dando a oportunidade de fomentar em todas as regiões de Cuiabá a cultura Cuiabana, exposto no artesanato, na música, na gastronomia”, explica.

Segundo o diretor Regional do Sesc/Senac, Carlos Rissoto, este projeto vem sendo desenhando como uma forma de agregar a população e levar esta cultura cuiabana para o centro da cidade e para os bairros.

“Um projeto que vai movimentar a sociedade, vai atrair as pessoas para as praças, mostrando a gastronomia cuiabana e o acolhimento popular que é típico da nossa sociedade. Este é um projeto piloto em parceria com a Prefeitura de Cuiabá que tem tudo pra dar certo”, ressalta.

A artesã Malu Jara esta iniciativa em realizar um projeto que valoriza os microempreendedores é de grande valor. “Isso nos motiva ainda mais a continuar desenvolvendo nosso trabalho, pois sabemos que teremos outros lugares onde nós iremos expor nosso trabalho, isso é um reconhecimento gigantesco”, finaliza.

Leia mais:  Aprovado Projeto de Lei que dispõe transparência na execução de emendas impositivas

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Motoristas de ônibus vivem ‘dia de ciclista’ em treinamento de qualificação realizado pela Semob

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Motoristas de ônibus de Cuiabá sentiram na pele qual a sensação de um ônibus passando ao seu lado. Na manhã desta quarta-feira (27), a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) realizou um treinamento para os condutores do transporte coletivo com simulações realizadas na garagem de uma das empresas do transporte coletivo que atua na Capital. Enquanto motoristas pedalavam nas bicicletas, um ônibus passava ao lado deles em alta velocidade. “Quando for dirigir  o ônibus, vou pensar de forma diferente. Mas,  o mal que eu não quero,  eu não desejo para o próximo.  No trânsito temos  o problema da falta de educação e precisamos ter consciência e saber que a bicicleta também é um meio de transporte. Quero dizer que a  sensação foi ruim, não é fácil, mas é preciso ver os dois lados, do ciclista e do motorista. Precisamos compartilhar conhecimento e ajudar um ao outro. A gente tenta fazer o possível para não machucar ninguém no nosso dia a dia e esse treinamento nos dará noção da sensação ruim que é pedalar ao lado de um veículo grande”, comentou o motorista, Luiz Antonio Leite de Arruda. 

Devido ao aumento do número de adeptos  ao meio de transporte sustentável, a bicicleta,  a Semob  percebeu a necessidade da realização do curso para os motoristas. O agente de trânsito e coordenador do Pedal Semob, Raimundo Alves Ribeiro, explica que ao não respeitar a distância e a velocidade, o motorista pode receber uma multa gravíssima no valor de R$293.47 e  menos 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação – CNH . A  distância  lateral permitida é de 1,50m ao passar ou ultrapassar bicicleta.
“Cita a lei a diminuição de velocidade sem estipular o KM da velocidade. E hoje, os motoristas de ônibus estiveram no lugar dos ciclistas e  eles sentiram na pele o  que eles sentem no momento em que um ônibus passa ao seu lado. A ideia é manter o respeito a todos, porque os veículos leves e pesados têm o direito de transitar na vias e as bicicletas também. A Semob é um órgão regulamentador e o grande aumento de ciclistas e a falta de treinamento específico para os motoristas fez com que a pasta realizasse esse curso. As pessoas estão usando mais a bicicleta como um meio de transporte, seja por causa da alta dos  combustíveis ou porque as pessoas estão mais preocupadas em  manter uma vida saudável com uma modalidade de transporte sustentável.  Vamos fazer também uma aula teórica de legislação e vamos  a campo fazer a parte prática” –   explicou Raimundo. 
Conforme Raimundo, além do bom senso para ambos, a educação no trânsito deve imperar.  Ele cita que os ciclistas têm prioridade sobre veículos maiores, mas eles têm deveres, como o uso de equipamentos de segurança que são obrigatórios, por exemplo, a campainha, sinalização noturna e espelho retrovisor do lado esquerdo. Quando não existir faixa exclusiva ou ciclovia, a circulação precisa ser feita no sentido dos carros, pelas laterais das ruas, não usar fone de ouvido para que  esteja atento aos movimentos ao seu redor e outros.
Esse foi o primeiro treinamento realizado em Cuiabá. Inicialmente,  o curso foi aplicado aos motoristas da empresa Caribus e vai ser estendido para as demais concessionárias que exploram a atividade de transporte coletivo na Capital. 

Leia mais:  Auxiliar administrativo relembra 32 anos de atuação dedicados ao serviço público

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262