Connect with us

GERAL

Maratona da Rádio MEC homenageia 140 anos de Igor Stravinsky

Published

on

Na próxima sexta-feira (17), a Rádio MEC celebra a obra de Igor Stravinsky, considerado um dos compositores mais importantes e influentes do século XX. Além de conteúdos temáticos ao longo da programação, a Maratona Igor Stravinsky 140 anos inclui o lançamento da playlist Stravinsky Essencial no perfil da emissora no Spotify.

Das 8h às 22h, a MEC apresenta as principais obras do compositor, com a transmissão de uma música a cada hora. Também vão ao ar programas especiais de uma hora de duração, ao meio-dia e às 20h.

Entre as composições de destaque de Stravinsky a serem exibidas na emissora pública está A Sagração da Primavera, que transformou o pensamento musical da época acerca da estrutura rítmica. O Pássaro de Fogo e Pulcinella, outras obras icônicas de autoria do compositor, também estão na lista da programação temática da MEC.

Compositor, pianista e maestro russo, Igor Stravinsky foi escolhido pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do século XX. Além do reconhecimento que obteve pelas suas composições, conquistou notabilidade pela sua diversidade estilística.

Leia mais:  Avião com corpos de Dom e Bruno deixa Brasília

Sobre a emissora

Reconhecida pelos amantes da música, a Rádio MEC é consagrada pelo público por sua vocação direcionada à música erudita. A tradicional estação dedica 80% de sua programação à música clássica e leva ao ar compositores brasileiros e internacionais de todos os tempos.

A Rádio MEC oferece aos ouvintes a experiência de acompanhar repertórios segmentados, composições originais e produções qualificadas. Ainda há espaço também para faixas de jazz e música popular brasileira, combinação que garante a conquista de novos públicos e agrada a audiência cativa.

Os ouvintes têm participação garantida e podem colaborar com sugestões para a programação da Rádio MEC. O público pode interagir pelas redes sociais e pelo WhatsApp. Para isso, basta que os interessados enviem mensagens de texto para o número (21) 99710-0537.

Serviço: Maratona Igor Stravinsky 140 anos na Rádio MEC

Programação especial – sexta-feira, dia 17/06, das 8h às 20h, na Rádio MEC

» Nova playlist Stravinsky Essencial no Spotify (disponível a partir de sexta-feira, 17 de junho)

Edição: Maria Claudia

Leia mais:  Presidente dos Correios fala sobre medidas de recuperação da empresa
Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook

GERAL

Funai utilizou R$ 691 milhões em ações de fiscalização em 2021

Published

on

A Fundação Nacional do Índio (Funai) empregou R$ 691 milhões em ações de fiscalização e coibição de crimes, tais como extração ilegal de madeira, atividade de garimpo, caça e pesca predatórias, e para garantir a segurança das comunidades indígenas. 

Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, a execução orçamentária, que demonstra eficiência na aplicação dos recursos públicos, alcançou uma média de 97,7% nos últimos três anos da gestão atual. Em 2021, quase 99,5% do orçamento do Governo Federal para o órgão foi  efetivamente aplicado em políticas e ações de proteção aos indígenas. 

Mais de 30 grandes ações de fiscalização para proteção de terras indígenas foram realizadas, nos últimos três anos, em conjunto com diferentes parceiros, como Exército, Polícia Federal, Força Nacional, Ibama e ICMBio.

Vale do Javari

O governo federal também tem investido em ação de fiscalização para proteção dos indígenas e do meio ambiente na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas. Essas ações foram ampliadas em mais de 100% desde 2019 em comparação com o período de 2016 a 2018.

Leia mais:  SP: mais de 110 mil pessoas devem passar por rodoviárias no feriado

Nos últimos três anos, foram investidos pelo Governo Federal R$ 10 milhões no combate à extração ilegal de madeira, atividade de garimpo, e caça e pesca predatórias.

O Governo Federal ampliou também as ações para promover a saúde dos indígenas por todo o país. Os atendimentos feitos pela Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena (EMSI) também foram ampliados em mais de 100%, nos últimos três anos. 

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

GERAL

PF descarta envolvimento de suspeito em mortes de Bruno e Dom

Published

on

A Polícia Federal informou nesta sexta-feira (24) que não há indícios de que Gabriel Pereira Dantas, que se entregou voluntariamente à Polícia Civil de São Paulo ontem, tenha envolvimento nos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Philips, ocorridos no Vale do Javari, oeste do Amazonas. Dantas afirmou ter participado das mortes e teve sua prisão temporária requerida pela Polícia Civil, mas a Justiça de Atalaia do Norte (AM), que está à frente do caso, indeferiu o pedido.

“Ainda na data de ontem [23], referida pessoa [Gabriel Dantas] foi encaminhada à sede da Polícia Federal em São Paulo para ser formalmente ouvida e prestar esclarecimentos sobre os fatos, mas optou por exercer seu direito constitucional de permanecer calado. Ele permanece em liberdade, tendo em vista que não há indícios de ter participado dos crimes ora em apuração, já que apresentou versão pouco crível e desconexa com os fatos até o momento apurados”, detalhou a PF, em nota à imprensa. 

Leia mais:  Coração de D. Pedro vem para o Brasil no Bicentenário da Independência

A prisão do suspeito foi anunciada pela Polícia Civil paulista, que informou que Gabriel se apresentou espontaneamente a policiais no centro da capital paulista, por volta das 6h dessa quinta-feira (23). O delegado Roberto Monteiro, da Delegacia Seccional do Centro, chegou a dizer que a versão do rapaz tinha fundamento e que por isso requereu a prisão temporária do mesmo. Ainda segundo o delegado, o suspeito que se entregou à Polícia havia fugido do Amazonas e passado pelo estado do Pará e Mato Grosso, até finalmente chegar a São Paulo.

A PF enfatizou que as investigações do caso prosseguem. Durante todo o dia, o corpo de Bruno Pereira foi velado em cerimônia aberta na cidade de Paulista, que fica na região metropolitana do Recife. No final da tarde, houve a cerimônia de cremação dos restos mortais, restrita a familiares e amigos. O corpo do jornalista Dom Philips, que foi entregue à família no Rio de Janeiro, tem e cremação previstos para este domingo (26), no Cemitério Parque da Colina, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Leia mais:  Poupatempo será ampliado para todas as cidades de São Paulo

Edição: Kelly Oliveira

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262