Connect with us

CIDADES

Moradores dos assentamentos Gamaliel e Conquista agradecem prefeito por realizar a primeira obra de pavimentação na região

Publicado em

Moradores dos assentamentos Gamaliel e Conquista agradeceram o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, pela  obra de pavimentação asfáltica da principal via das duas comunidades. Na noite desta quarta-feira (25), o gestor esteve na região para entregar 4km de asfalto e, durante discurso, autorizou a implantação de abrigos de ônibus, iluminação, coleta de lixo e outras melhorias naquela localidade.  O assentamento Conquista é o primeiro do país para atender a Pessoas com Deficiência (PCDs).

Conforme o prefeito, a realização desta obra contou com uma emenda parlamentar do ex-deputado federal, Victório Galli e foi articulada juntamente com o vereador Marcrean Santos e também com auxílio do ex-vereador Misael Galvão. Pinheiro também lembrou que atendeu a um antigo pedido do pastor Sebastião Rodrigues de Souza (in memoriam).  
“A entrega desta obra representa crescimento, desenvolvimento, mas, acima de tudo, humanização, respeito, qualidade de vida a esta comunidade cristã e distante do Centro de Cuiabá, formada por pessoas idosas, deficientes e que moram há muito tempo nesta região e não tinham nenhuma integração com o resto da cidade. Não são muitos moradores, talvez, seja por isso que muitos não olharam para essa região.  Porém, nós olhamos para toda a população. Fui eleito para ser prefeito de todos os cuiabanos, então, quanto mais distante a comunidade, o assentamento como é o caso do Gamaliel, mais rápido chega a gestão trazendo respeito, acolhimento e melhorias na vida das pessoas. Pense como era difícil para os deficientes vivendo aqui, os idosos, era um lamaçal. Essa obra chegou tarde, era necessário fazer isso aqui há muito tempo. Uma emenda parlamentar do ex-deputado federal, Victório Galli, um sonho do saudoso pastor Sebastião e um trabalho ativo do ex-vereador e companheiro, Misael Galvão, e do vereador Marcrean Santos e demais companheiros na Câmara Municipal ajudou a integrar o Gamaliel ao processo de desenvolvimento que vive Cuiabá, através de obras estruturantes, que traz saúde, dignidade, cidadania às pessoas.”, avaliou o prefeito. 
O presidente da Associação do Gamaliel,Valdecir Riboli, lembra que a comunidade aguarda a pavimentação há 15 anos e já estava desesperançosa. “Esse asfalto para nós, parecia impossível. A gente acreditou que poderia sair o asfalto na gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, porque a gente vê ele fazendo muitas obras nos bairros. Tivemos a ajuda do pastor Sebastião, que intermediou com o prefeito e também do Victório Galli. São 300 famílias beneficiadas no Gamaliel, além do assentamento Conquista, onde são mais de 100 famílias”, comentou ele. 

Leia mais:  Programa Caminho da Escola ganha novas regras
Vice-prefeito da Capital, José Roberto Stopa, destacou que recentemente a Prefeitura de Cuiabá começou uma força-força tarefa para realização de obras de recapeamento.  O valor previsto para ser investido é de R$ 20 milhões e só foi possível devido a uma emenda parlamentar do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho, que destinou para a Capital o valor de R$ 15 milhões para a Saúde, possibilitando o uso de recursos para obras da Fonte 100.
“Esse asfalto  trouxe qualidade de vida a todos os moradores desta região. Estamos com  R$ 20  milhões e já estamos fazendo recapeamentos em vários bairros de Cuiabá. Isso só está sendo possível graças a uma emenda do deputado federal, Emanuelzinho, no valor de R$ 15 milhões para a Saúde. E deste recurso, o prefeito economiza na Fonte 100 para investirmos em recapeamento. Já começamos os trabalhos na região do 1º de Março e bairros adjacentes.  E em quatro meses, esses bairros, a exemplo, Aroeira, 1º Março,  Altos da Glória e outros estarão transformados”, disse o vice-prefeito. 
A presidente da Associação de  Moradores do Assentamento Conquista, Aparecida Campos, popularmente conhecida por Cida, falou sobre a importância do asfalto para os moradores daquela comunidade voltada às Pessoas com Deficiência (PCDs). “A gente agradece ao prefeito, ao Victório Galli, que Deus abençõe vocês, pois, pedimos muito a Deus  que esse asfalto chegasse. Nossas lâmpadas foram arrumadas, porém, queremos mais um trecho de asfalto perto da nossa comunidade. Peço ao nosso prefeito, que já demonstrou sensibilidade por nós, deficientes. E agradecemos muito, porque  isso aqui, é uma vitória para nós todos que esperávamos por muitos anos”, concluiu ella
Participaram da solenidade de entrega da obra: o ex-deputado federal Victório Galli, o ex- deputado federal, Júlio Campos, os vereadores Marcrean Santos, Cezinha Nascimento, Adevair Cabral. Também, o deputado estadual Elizeu Nascimento, o ex-vereador Misael Galvão, os secretários de Habitação Leonardo Leão, Leovaldo Sales (Ordem Pública),  Raufrides Macedo (Obras Públicas),  Silvia  Andreato (adjunta de Obras),  secretário adjunto da Pessoa com  Deficiência, Rubinho Guia, secretário adjunto de Relações Comunitárias, Ricardo Lobo, lideranças comunitárias e moradores de ambos assentamentos contemplados com a obra. 
 

Leia mais:  Auxílio-taxista: prazo para que os municípios enviem os dados cadastrais dos motoristas é ampliado

Comentários Facebook

CIDADES

Programa Caminho da Escola ganha novas regras

Published

on

Iniciativa visa renovar e ampliar frota de veículos escolares

O Diário Oficial da União de hoje (5) publica o Decreto 11.162 que traz novas regras para o Programa Caminho da Escola. O projeto visa renovar, padronizar e ampliar a frota de veículos escolares das redes municipal, do Distrito Federal e estadual de educação básica pública.

Por Karine Melo – Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o Caminho da Escola é voltado a estudantes da rede pública de educação básica residentes, prioritariamente, em áreas rurais.

O programa oferece diversos tipos de ônibus, lanchas e bicicletas fabricados especialmente para o tráfego nestas regiões. Os veículos devem atender a critérios de segurança e qualidade para garantir o acesso diário e a permanência dos estudantes tanto nas salas de aula como em atividades pedagógicas, esportivas, culturais ou de lazer previstas no plano pedagógico e realizadas fora do ambiente escolar.

Acesso

Os gestores educacionais são os responsáveis pela aquisição dos veículos. A compra da frota pode ser feita de três maneiras: assistência financeira do FNDE no âmbito do Plano de Ações Articuladas (PAR), conforme disponibilidade orçamentária consignada na Lei Orçamentária Anual; recursos próprios; e linha de crédito do junto a instituições financeiras, exceto para bicicletas. Os gestores devem aderir à ata respectiva no Sistema de Gerenciamento de Adesão a Registro de Preços – Sigarp.

Leia mais:  Portaria define critérios para repasse de recursos às escolas públicas de educação básica

Edição: Kleber Sampaio

Comentários Facebook
Continue Reading

CIDADES

Auxílio-taxista: prazo para que os municípios enviem os dados cadastrais dos motoristas é ampliado

Published

on

Os gestores municipais têm até às 19 horas desta terça-feira, 2 de agosto, para enviar as informações dos motoristas de táxi para que o pagamento do Benefício Emergencial – auxílio-taxista – seja realizado ainda no dia 16 de agosto. A relação dos taxistas de cada Município deverá ser encaminhada por meio do portal do Ministério do Trabalho e Previdência.
AMM – O prazo terminaria dia 31 de julho. No fim da semana, a Agência CNM de Notícias havia alertado sobre o curto prazo concedido aos Municípios pelo governo federal para o envio das informações de cadastro dos taxistas. Em nota, a entidade ressaltou que as prefeituras estão sobrecarregadas para fazer o envio dos dados com celeridade. Além disso, lembrou que há relatos de dificuldades no acesso à plataforma.

A CNM destaca, ainda, que caso a prefeitura não consiga realizar o envio dos dados nesta primeira etapa, o Ministério do Trabalho e Previdência disponibilizará novos períodos para o cadastramento entre os dias 5 de agosto e 11 de setembro. Além disso, os Municípios e o Distrito Federal serão os responsáveis pelo registro e fornecimento dos dados, ou seja, nenhuma ação será realizada pelo motorista de táxi para seu cadastramento.

Leia mais:  Auxílio-taxista: prazo para que os municípios enviem os dados cadastrais dos motoristas é ampliado

Sobre o benefício
O auxílio-taxista faz parte dos benefícios previstos pela Emenda Constitucional 123/2022, para enfrentamento do estado de emergência decorrente da elevação extraordinária e imprevisível dos preços do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles decorrentes e tem validade até dezembro de 2022. A medida também ampliou temporariamente os valores do Auxílio Brasil, entre outras ações, mas cabe destacar que o auxílio aos taxistas é pontual e não é considerado um benefício da política de assistência social.

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana