Connect with us

AGRONEGÓCIO

Parceria entre Faesc, Senar e Banco do Brasil capacitará produtores na gestão rural

Publicado em

Levar informação, capacitação e treinamento são os objetivos do Circuito Agro BB – Gestão das Propriedades Rurais – que o Banco do Brasil e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), vinculado à FAESC, desenvolverão nos meses de junho a agosto em Santa Catarina.

O objetivo dessa parceria é levar informações técnicas, gerenciais e de crédito rural para produtores rurais para melhorar a gestão da atividade e, com isso, aumentar os resultados econômicos, realça o presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC José Zeferino Pedrozo. O tema dominante será a cadeia produtiva da bovinocultura de leite.

Serão realizados 15 eventos e cada edição do circuito terá duração de oito horas, com turmas entre 25 a 30 participantes. O conteúdo programático está distribuído nos  módulos técnico, gerencial e crédito rural.

A clientela-alvo do Circuito Agro BB é formada por produtores rurais em geral e por aqueles que participam ou participaram do programa de assistência técnica e gerencial (ATeG) ministrado pelo SENAR. A formatação do Circuito de Treinamento Agro obedecerá a um plano instrucional que delineará todo o conteúdo programático a ser discorrido durante o evento, assim como as cargas horárias de cada módulo, informa o superintendente do SENAR/SC, Gilmar Zanluchi.

Dessa forma, o evento será divido em três módulos distribuídos no decorrer da carga horária. O Módulo Técnico compreende as principais cadeias produtivas da região onde será realizado o evento. A Administração Regional do Senar determinará os assuntos técnicos a serem apresentados nas 4 horas de duração.

O Módulo Gerencial, com duas horas de duração, abordará as questões de gerenciamento da atividade rural, com foco em receitas, componentes do custo (custo operacional efetivo, custo operacional total e custo total), entendendo o fluxo de caixa, diferenças entre os custos de produção e o fluxo de caixa. Também entrará na pauta a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) prestada pelo SENAR em Santa Catarina.

O Módulo Crédito Rural abordará, nas duas horas finais, o que o produtor rural precisa para acessar o crédito rural e quais as principais linhas de crédito disponíveis.

Os módulos Técnico e Gerencial em Santa Catarina serão ministrados pelo prestador de serviço de instrutoria do SENAR/SC Henrique Rodrigues da Fonseca. O módulo Crédito Rural será ministrado pela equipe designada pelo Banco do Brasil.

A coordenação, na esfera do Sistema FAESC/SENAR-SC, estará a cargo da assessora técnica Paula Araújo Dias Coimbra Nunes.

CALENDÁRIO DEFINIDO

Está programada a realização do Circuito Agro BB em 15 municípios: Irineópolis (01 de junho), São Joaquim (14 de junho), Pinhalzinho (06 de julho), Tangará (14 de julho), Joaçaba (15 de julho), Araranguá (19 de julho), Meleiro (20 de julho), Anita Garibaldi (21 de julho), Major Vieira (01 de agosto), Rio do Oeste (01 de agosto), Ituporanga (02 de agosto), Seara (10 de agosto), Concórdia (11 de agosto), Itapiranga (23 de agosto) e São Miguel do Oeste (24 de agosto).

CIRCUITO AGRO BB

Cidade

Região

Supervisor

Data

Cadeia Produtiva

Irineópolis

Norte

Carine Weiss

01/jun

Bovinocultura de leite

São Joaquim

Planalto Serrano

Sthephanye Fanton

14/jun

Fruticultura

Pinhalzinho

Extremo Oeste

Grasiane Bittencourt

06/jul

Bovinocultura de leite

Tangará

Meio Oeste

Jeam Carlos Palavro

14/jul

Bovinocultura de leite

Joaçaba

Meio Oeste

Jeam Carlos Palavro

15/jul

Bovinocultura de leite

Araranguá

Sul

Sueli Silveira Rosa

19/jul

Bovinocultura de leite

Meleiro

Sul

Sueli Silveira Rosa

20/jul

Bovinocultura de leite

Anita Garibaldi

Planalto Serrano

Sthephanye Fanton

21/jul

Bovinocultura de leite

Major Vieira

Norte

Carine Weiss

01/ago

Bovinocultura de leite

Rio do Oeste

Vale do Itajaí

Darci. A. Wollmann

01/ago

Bovinocultura de leite

Ituporanga

Vale do Itajaí

Darci. A. Wollmann

02/ago

Bovinocultura de leite

Seara

Oeste

Helder Jorge Barbosa

10/ago

Bovinocultura de leite

Concórdia

Oeste

Helder Jorge Barbosa

11/ago

Bovinocultura de leite

Itapiranga

Extremo Oeste

Grasiane Bittencourt

23/ago

Bovinocultura de leite

São Miguel do Oeste

Extremo Oeste

Grasiane Bittencourt

24/ago

Bovinocultura de leite

Fonte: CNA Brasil

Comentários Facebook

AGRONEGÓCIO

Pequenos produtores em dívida ativa podem quitar débito com desconto de até 95%

Published

on

O prazo para adesão ao programa de liquidação de crédito rural vai até o dia 30 de dezembro deste ano

Os pequenos produtores rurais já podem negociar suas dívidas em condições especiais, por meio do programa de liquidação de crédito rural. A negociação vai possibilitar ao agricultor familiar pagar as dívidas referentes a operações de crédito rural com desconto de até 95%.

Essa modalidade abrange apenas os débitos referentes a operações de crédito rural vencidos até 30 de junho de 2021 e encaminhadas para inscrição na dívida ativa da União até 31 de dezembro de 2021. O produtor rural que quiser negociar a dívida deve ser agricultor familiar, conforme definido no Artigo 3° da Lei n° 11.326, de 24 de julho de 2006, e ser o devedor principal ou corresponsável da dívida.

“O aderente tem que ser agricultor familiar e declara isso à administração pública. O agricultor familiar é aquele que explora a propriedade rural com sua família e tem dela sua principal fonte de renda. E não tem propriedade superior a quatro módulos fiscais”, explicou o Coordenador-geral da Dívida Ativa da União e do FGTS, Theo Lucas Borges de Lima.

A adesão ao programa de liquidação de crédito rural pode ser feita até o dia 30 de dezembro 2022. Para participar, é preciso acessar o site da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e escolher a opção Parcelamentos. Depois, em Programa de Liquidação de Crédito Rural para a Agricultura Familiar.

De acordo com a PGFN, os descontos variam conforme a natureza jurídica e a faixa de valor da dívida. Quanto maior o débito, menor será o desconto. Quem tem dívida de até R$ 15 mil, por exemplo, recebe 95% de desconto. Já em casos em que o montante passa de R$ 1 milhão, o desconto é de 60%, mais o valor de R$ 142 mil.

O pagamento deverá ser à vista. O agricultor que fizer a adesão terá que quitar a dívida até o último dia útil do mês que aderir. Assim, para quem efetuar a adesão em julho, o vencimento da fatura será em 31 do mesmo mês.

A negociação também abrange as dívidas referentes ao Fundo de Terras e da Reforma Agrária, inscritas em dívida ativa da União até 31 de março de 2021.

Comentários Facebook
Continue Reading

AGRONEGÓCIO

Lei libera R$ 1,2 bilhão para equalizar juros de operações de financiamento do Plano Safra

Published

on

Lei libera R$ 1,2 bilhão para equalizar juros de operações de financiamento do Plano Safra

AMM – O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei 14.413, de 2022, que abre crédito suplementar de R$ 1,2 bilhão para equalizar os juros de operações de financiamento do Plano Safra. A subvenção será usada para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), custeio agropecuário, comercialização de produtos e investimento rural e agroindustrial. A norma foi publicada na última sexta-feira (15), em edição extra do Diário Oficial da União.

A nova lei é resultado de um projeto de lei (PLN 18/2022), aprovado pelo senadores e deputados no dia 12 de julho em sessão do Congresso Nacional. O dinheiro vai sair da reserva de contingência, uma dotação genérica do Orçamento usada pelo Poder Executivo para despesas imprevistas. Os recursos serão divididos entre as seguintes operações de financiamento do Plano Safra:

  • Pronaf: R$ 532 milhões
  • Custeio agropecuário: R$ 443,5 milhões
  • Investimento rural e agroindustrial: R$ 216,5 milhões
  • Comercialização de produtos agropecuários: R$ 8 milhões

 

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana