Connect with us

SEGURANÇA

PF combate criminosos que lavavam dinheiro do tráfico internacional

Published

on

Grupos criminosos dedicados à lavagem de dinheiro do narcotráfico internacional são alvos da Operação Corona deflagrada hoje (15) pela Polícia Federal nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e do Amazonas.

As investigações que resultaram na operação desta quarta-feira foram iniciadas em 2020 após a apreensão de cerca de 650 quilos de cocaína no Aeródromo da Coroa do Avião em Igarassu, cidade localizada na região metropolitana do Recife.

Segundo a PF, naquela ocasião, o piloto, copiloto e outros criminosos foram presos em flagrante quando descarregavam a droga. “O plano do grupo criminoso visava ocultar a cocaína numa exportação de sucata destinada à Europa pelo Porto de Suape”.

Com o aprofundamento das investigações, foi descoberta uma estrutura criminosa de empresas de fachada criadas com a finalidade de movimentar dinheiro para o crime organizado transnacional. As empresas estão espalhadas pelo país, mas a maior parte concentrada em municípios do estado de São Paulo. Só nos primeiros quatro meses de 2020, elas movimentaram mais de R$ 116 milhões.

Leia mais:  Caso Gabriel Monteiro: delegado diz que vereador cometeu crime

Os policiais federais cumprem 16 mandados de busca e apreensão e 9 de prisão preventiva, expedidos pela Justiça Federal em Pernambuco, em endereços ligados aos investigados, em cidades dos quatro estados.

O nome da operação, Corona, é uma palavra espanhola que significa coroa em português e se refere ao nome do aeródromo, onde a cocaína foi apreendida no início de 2020.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook

SEGURANÇA

Operação prende quatro motoristas por embriaguez ao volante em Cuiabá

Published

on

A 59ª Edição da Operação Lei Seca prendeu quatro pessoas por embriaguez ao volante e autuou 11 por conduzir veículo sob efeito de álcool. As abordagens ocorreram na noite de domingo (26.06), na Avenida Beira Rio, bairro Grande Terceiro, em Cuiabá.

Conforme relatório final do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), foram abordadas 109 pessoas, que tiveram seus veículos fiscalizados e gerou 47 Autos de Infração de Trânsito (AIT), sendo, 10 pessoas dirigindo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e 18 com licenciamento atrasado e tiveram seus veículos removidos.

Do total, 40 pessoas tiveram seus veículos removidos, sendo 37 autuados por apresentarem alguma irregularidade perante o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Também foram recolhidos 16 CNHs, das quais, os condutores apresentaram porcentagem de álcool durante o teste de alcoolemia.

A operação é realizada pelo GGI, vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), que dessa vez, contou com o apoio do Batalhão de Trânsito da PM, Delegacia de Delitos de Trânsito, Departamento Estadual de Trânsito (Detram) e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

Leia mais:  Imóveis apreendidos em operações policiais em São Paulo e Cuiabá serão leiloados pela metade do valor de avaliação
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

SEGURANÇA

Ministério faz a segunda edição da Operação Narco Brasil

Published

on

Em alusão ao Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, comemorado em 26 de junho, teve início nesta segunda-feira (27) a segunda edição da Operação Narco Brasil de combate ao tráfico de drogas e incineração de entorpecentes.

Coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), o trabalho tem parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

A fiscalização, repressão e monitoramento ocorrem em todos os estados e no Distrito Federal com a integração da Polícia Rodoviária Federal, Secretarias de Segurança Pública e polícias civis e militar. “A Narco Brasil é uma das estratégias deste ministério para fechar o cerco ao crime organizado por meio da união das forças policiais da União e dos estados, pois sabemos do efeito devastador que o consumo de drogas causa não só para quem usa como também para as famílias”, afirmou o ministro da Justiça, Anderson Torres.

Drogas

O Relatório Mundial sobre Drogas de 2021 aponta que 275 milhões de pessoas passaram a usar drogas no mundo. Além disso, 36 milhões sofreram transtornos associados ao uso de drogas no mesmo ano. Sem contar no aumento dos mercados de drogas, na dark web [teia escura], chegando a uma estimativa anual de US$ 315 milhões, segundo o relatório.

Leia mais:  Caso Gabriel Monteiro: delegado diz que vereador cometeu crime

De acordo com o ministro Anderson Torres, é para intensificar a repressão ao consumo e tráfico de drogas que a Narco Brasil entrou no calendário de operações da Seopi como parte das estratégias do Ministério da Justiça visando reduzir a oferta de entorpecentes, desarticular quadrilhas, prender infratores e contribuir para a pacificação das cidades e proteção de seus cidadãos.

Balanço

Na edição de 2021, a Narco Brasil alcançou em torno de 3,7 mil municípios com um efetivo de 74,7 mil policiais e apreensão de 133 mil quilos de drogas: cocaína (12,1 mil kg), crack (7 mil kg), haxixe (75 kg), maconha (88,2 mil kg), skank (3 mil kg) e drogas sintéticas (22,5 mil kg). Quanto a insumos para a fabricação de drogas foram apreendidos 495 kg. O total de drogas incineradas foi de 272.895 kg.

Segundo o Ministério da Justiça, a operação também resultou na prisão de 9.152 pessoas e na apreensão de armas (3.052), munições (22.021), veículos (3.296) R$ 115,7 mil em moeda estrangeira, R$ 4,4 milhões e 876 menores apreendidos.

Leia mais:  Sesp já aplicou 92% dos recursos em emendas parlamentares para as Forças de Segurança

Também foram cumpridos 3.375 mandados de busca e apreensão domiciliar, 110 mandados de busca e apreensão de menor infrator e 2.249 mandados de prisão.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262