Connect with us

MEIO AMBIENTE

PF participa de operação que resultou na destruição de 60 balsas de extração ilegal de ouro

Published

on

Operação Korubo desmobiliza garimpo ilegal próximo a índios isolados no oeste do Amazonas

 A Polícia Federal, atuando em cooperação com a Fundação Nacional do Índio – Funai e com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais – Ibama, finalizou, hoje 13/09, uma grande operação para desmobilização de garimpo ilegal próximo a índios isolados na Terra Indígena (TI) Vale do Javari, no extremo oeste do estado do Amazonas, zona fronteiriça com o Peru.

Nos últimos quatro dias cerca da 60 agentes da PF, da Funai e do Ibama atuaram na inutilização de aproximadamente 60 balsas que garimpavam ilegalmente nas TI Vale do Javari, TI Katuquina do Rio Biá e na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Cujubim, no alto curso do rio Jutaí.

Trata-se de uma das áreas de mais difícil acesso da Amazônia brasileira, o que levou a equipe a inutilizar os equipamentos de garimpagem e de apoio ao ilícito no próprio local, conforme a legislação vigente. A TI Vale do Javari é o território com a maior concentração de Povos Indígenas Isolados de todo o mundo, havendo nove Referências Confirmadas, além de três Referências em Investigação. A proteção territorial desenvolvida, por meio de operações de fiscalização federal, é essencial para a garantia da autonomia e da sobrevivência desses povos indígenas.

Leia mais:  Batalhão Ambiental treina policiais militares para policiamento nos rios de Mato Grosso

Foram cinco meses de planejamento e preparação logística que contaram com imagens de satélite recentes da região, dois aviões da Polícia Federal (um para logística e transporte de equipamentos e outro que voa em alta altitude para o reconhecimento da área) e quatro helicópteros (2 do IBAMA e 2 da PF) para as abordagens das balsas de garimpo e o transporte das equipes operacionais. As ações de flagrante e destruição dos equipamentos de garimpo foram realizadas pelos integrantes do Grupo Especial de Fiscalização (GEF) do IBAMA, do Comando de Operações Táticas (COT) e Delegacia de Tabatinga, ambos da PF, e da Coordenação Geral de índios Isolados e de Recente Contato (CGIIRC) da Funai.

O Ministério Público Federal em Tabatinga-AM acompanha todo o processo auxiliando na articulação entre as instituições envolvidas na operação e expedindo recomendações aos órgãos competentes para inutilização dos equipamentos utilizados para o ilícito e nos procedimentos criminais posteriores.

Comentários Facebook

MEIO AMBIENTE

Corpo de Bombeiros abre processo seletivo para contratação de 180 brigadistas florestais

Published

on

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMTM) publicou nesta segunda-feira (27.06) o edital do processo seletivo para contratação de 180 brigadistas temporários para as ações de prevenção e combate aos incêndios florestais.

Os interessados podem realizar as inscrições de forma gratuita entre os dias 28 e 30 de junho, presencialmente, na unidade militares de 29 municípios do Estado (confira os endereços ao final da matéria), das 8h às 12h e das 14h às 18h. No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar documentos pessoais com cópia, conforme descrito no edital.

Para o trabalho de brigadista, a remuneração mensal será de R$2.100,00 para a jornada de trabalho de 44 horas semanais, em regime de escala, sendo 12 horas de trabalho por 36 horas de descanso.

Conforme o edital, o processo seletivo será realizado em duas fases: a primeira compreende uma análise curricular e aplicação do Teste de Aptidão Física (TAF); a segunda etapa é a aplicação do Teste de Habilidades e Uso de Ferramentas Agrícolas (THUFA). 

A divulgação do resultado final está prevista para ser feita até o dia 15 de julho, no Diário Oficial do Governo de Mato Grosso e site do CBMMT.

Leia mais:  Espanha luta contra incêndios florestais em meio a onda de calor

Confira o edital clicando aqui

Abaixo, veja os endereços das unidades militares:

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

AGRONEGÓCIO

Temporada proibitiva de fogo será aplicada dia 1° de julho em Mato Grosso

Published

on

A partir de 1º de julho, inicia-se um período de combate a incêndios em Mato Grosso e todas as atividades de limpeza de pastagens com uso de fogo em áreas rurais não poderão ser realizadas. O período proibitivo terá seguimento até o dia 30 de outubro em zona rural, já na zona urbana, as queimadas são proibidas durante todo o ano.

O período proibitivo está previsto no decreto nº 1.356, de 13 de abril de 2022, publicado pelo Governo de Mato Grosso. A autorização do uso do fogo será liberada entre o 1° de julho e 30 de outubro, mas somente para práticas de prevenção e combate a incêndios que serão realizadas pelas instituições públicas responsáveis pela prevenção.

Para a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), os produtores, assim como o público em geral, devem ficar atentos à proibição, já que a estação é seca e as chuvas estão diminuindo em todo o Estado.

Portanto, é importante interromper o uso do fogo, para prevenir e impedir a propagação do fogo.

Leia mais:  Sema empossa 65 novos analistas do Cadastro Ambiental Rural

“Neste período de seca, as chuvas reduzem muito e aumenta a probabilidade de ocorrência de incêndios florestais e é preciso a conscientização do cidadão sobre prevenção e combate a incêndios para evitar estragos e tragédias como já vimos ocorrer”, disse o diretor-presidente da Acrimat, Oswaldo Pereira Júnior.

No ano de 2020, a região pantaneira mato-grossense sofreu graves incêndios florestais, que afetaram o meio ambiente e destruíram parte da área rural, resultando em perdas financeiras significativas e na saúde dos produtores regionais.

O Governo Nacional anunciou neste ano a destinação de R$ 32 milhões para prevenção e resposta a incêndios neste período crítico.

Esses recursos fazem parte de um programa de investimentos em prol de combater o desmatamento e a extração ilegal de madeira, que abrange sete áreas: gestão, monitoramento, responsabilização, fiscalização, prevenção e combate, proteção da fauna, e comunicação.

Fonte: Agroplus.tv

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262