conecte-se conosco


SEGURANÇA

PM recupera armas e R$ 43 mil com suspeitos de roubo a cooperativas em Nova Bandeirantes

Publicado


A Polícia Militar (PM-MT) recuperou mais R$ 43.451,75 do dinheiro roubado de duas cooperativas de crédito de Nova Bandeirantes (980 km de Cuiabá) nesta segunda-feira (21.06). Na ocasião, dois suspeitos do crime entraram em confronto com a Força Tática do 9º Comando Regional e morreram.

A ocorrência foi registrada na madrugada desta segunda-feira, quando os suspeitos se depararam com uma barreira da Polícia Militar, próximo ao município de Nova Monte Verde (920 km de Cuiabá). Após atirar contra os policiais, os suspeitos entraram em uma região de mata, momento em que a PM pediu reforço.

Durante buscas na região, policiais da Força Tática encontraram os suspeitos no interior de uma residência, onde foram recebidos a tiros. Os policiais revidaram a agressão, resultando no óbito dos dois suspeitos.

Além do dinheiro, os policiais apreenderam junto com eles um revólver .38, uma espingarda calibre 12, roupas camufladas, coturnos, luvas, celulares e bateria externa de celular.

Este já é o 17º dia de operação que envolve aproximadamente 120 servidores das forças de Segurança Pública, entre elas a Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Polícia Militar, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Leia mais:  PM encontra garimpo ilegal e encaminha sete homens à Delegacia em Novo Mundo

O caso está sendo investigado pela PJC, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), que ainda está colhendo mais detalhes sobre a qualificação dos suspeitos e a participação deles nos roubos. A Sesp-MT aguarda ainda a identificação dos suspeitos, que será feita pela Politec.

A força-tarefa continua trabalhando fortemente na região com objetivo de identificar e localizar todos que participaram de forma direta ou indireta dos crimes.

As diligências para apurar a ação e esclarecer todos os fatos dos assaltos devem ser realizadas por prazo indeterminado, pois será necessário aguardar a conclusão do inquérito policial, identificação da autoria e prisão dos envolvidos.

*Com informações das assessorias da PJC e PMMT

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

SEGURANÇA

PM celebra 104 anos do 1º Batalhão de Polícia Militar de Cuiabá nesta quarta-feira (28)

Publicado


Na quarta-feira (28.07), às 19h, o 1º Batalhão de Polícia Militar de Cuiabá realizará solenidade alusiva aos 104 anos de fundação da unidade, comemorados no dia 03 de junho. O evento será realizado na sede do 1º BPM, na Avenida XV de Novembro, bairro do Porto, na capital. 

Além da tradicional formatura, autoridades militares e civis serão homenageadas com a medalha ‘Batalhão Daniel de Queiroz’- mérito centenário da PMMT. A solenidade de aniversário teve que ser adiada no dia 03 de junho, data de fundação da unidade, por causa da pandemia da Covid-19. 

A unidade faz parte da história mato-grossense. Patrimônio histórico estadual, o 1º BPM, pertence ao 1º Comando Regional da PM, e é considerada fundamental à Segurança Pública.  

Atualmente sob o comando do tenente-coronel Marco Antônio Guimarães, o batalhão atende mais de 30 bairros por meio de três Companhias da Polícia Militar instaladas na Lixeira, Beira Rio e Boa Esperança. O “Batalhão Daniel de Queiroz” é uma homenagem ao policial Daniel Queiroz, um carioca nascido em 1891 que atuou por mais de 40 anos na Polícia Militar de Mato Grosso, inclusive no 1º BPM, onde chegou ao posto de comandante da unidade. 

Leia mais:  Com 92 testes de alcoolemia realizados, Lei Seca prende 13 pessoas por embriaguez ao volante

Serviço 

PM celebra 104 anos do 1º Batalhão de Polícia Militar de Cuiabá 

Local: sede do 1º BPM, localizada na Av. XV de novembro, Porto, em Cuiabá 

Data: 28/07/2021 

Horário: 19h

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

SEGURANÇA

Polícia Federal faz operação para combater contrabando de ouro

Publicado


Agentes da Polícia Federal (PF) e da Receita Federal realizaram hoje (27) uma operação contra o contrabando de ouro, garimpado ilegalmente na região Norte do país. Batizada de Ruta 79, a operação cumpre quatro mandados de prisão preventiva e 21 mandados de busca e apreensão em cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.
 
A PF estima que, no período de 2017 a 2019, a quadrilha tenha contrabandeado mais de uma tonelada de ouro para a Itália.
 
As investigações começaram com a prisão de um policial federal. De acordo com a PF, este policial fazia parte da organização criminosa e era o responsável pela passagem ilegal do ouro contrabandeado da área pública para a restrita dos aeroportos. Durante as investigações, mais de 17kg de ouro e joias foram apreendidos, tudo avaliado em mais de US$ 1 milhão.
 
Segundo a PF, os investigados usavam pessoas como “mulas” para transportar o ouro até a Itália. A carga tinha documentação falsa de empresas sediadas no Paraguai. Na sequência, a organização criminosa trazia joias compradas na Ásia e nos Estados Unidos utilizando novamente “mulas” para introduzi-las de maneira clandestina no Brasil.
 
A ação contou com 120 policiais federais no Rio de Janeiro, em Angra dos Reis, São Paulo, São José do Rio Preto, Piracicaba, Mirassol e Belo Horizonte.
 
A operação foi batizada Ruta 79 porque ruta significa rota em italiano, destino do contrabando, e o número 79 é a posição do ouro na tabela periódica de química.

 

*Estagiário sob a supervisão de Mario Toledo

Edição: Lílian Beraldo

Leia mais:  Polícia Federal faz operação para combater contrabando de ouro
Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262