conecte-se conosco


MT

Polícia Civil indicia 25 criminosos por roubos de veículos, estelionato e lavagem de dinheiro na Região Metropolitana

Publicado


Investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERFVA), que culminaram em duas fases da Operação Imperial, identificaram em 30 procedimentos instaurados na unidade a autoria de diversos crimes que envolvem, especialmente, roubos e adulterações de veículos praticados na região metropolitana de Cuiabá, além de estelionatos conexos aos roubos. 

Nas duas fases da operação, o objetivo do trabalho da DERFVA foi atuar na descapitalização e desmantelamento da organização criminosa. Para chegar aos autores e na responsabilização criminal de cada integrante, a delegacia reuniu uma farta documentação durante a investigação e também nas fases da Operação Imperial, quando foram cumpridas 84 ordens judiciais decretadas pela 7a Vara de Cuiabá, entre mandados de prisões, buscas e apreensões e medidas cautelares diversas contra a organização criminosa, além do sequestro de valores de contas bancárias e investimentos dos investigados. 

A investigação identificou que o grupo criminoso foi estruturado para atuar em três frentes diferentes. Uma era responsável por executar os roubos e providenciar a estrutura para que os roubos fossem efetivados, como locação de residências, emprego de veículos locados e roubados para apoiar outras ações criminosas. Outra frente criminosa era responsável pela adulteração dos veículos roubados, que depois eram colocados à venda em sites de comércio eletrônico, e estelionatos praticados pela organização. A terceira frente executava a lavagem de dinheiro. 

Leia mais:  Curta-metragem "Olhos da Alma" estreia no Cine Floresta nesta quarta-feira (1º)

“Isso tudo estruturado em uma organização, com divisões de funções para cada integrante, cujo único objetivo era obter lucro com as ações criminosas”, apontou o delegado Gustavo Garcia, titular da DERFVA. 

Investigados e apreensões 

Ao longo das investigações que vem desde 2018, o trabalho das equipes da unidade especializada conseguiu apurar o envolvimento de 25 integrantes do grupo em diversos crimes, entre eles em 22 roubos, cinco estelionatos, três usos de documentos falsos, três crimes de falsidade ideológica e ainda lavagem de dinheiro e organização criminosa. 

Durante as fases da Operação Imperial foram apreendidos 36 veículos, sendo 30 carros, cinco motocicletas e uma motoaquática (jet ski). Vinte e seis aparelhos eletrônicos, entre celulares, notebooks e Ipad, e sete armas de fogo foram recolhidos durante cumprimento de mandados judiciais. 

Parte dos integrantes, 13 criminosos, foi presa durante as fases da Operação Imperial, e três deles estão foragidos. Três mulheres envolvidas com o grupo criminoso estão em cumprimento de medida cautelar de monitoramento eletrônico. 

Leia mais:  Sine Estadual disponibiliza mais de 2,7 mil vagas de emprego nesta semana

Além dos crimes diretamente ligados ao roubo de veículos, os criminosos agiam ainda no tráfico de drogas na modalidade escambo  (troca de veículos, objetos de roubo/furto por entorpecentes) e receptação. 

Além da desarticulação do grupo criminoso, a investigação atuou na apreensão de veículos e valores movimentados pela organização criminosa, atingindo o esquema financeiro do grupo, que foi o foco da primeira fase da operação. 

O resultado das operações de crimes de roubos e furtos de veículos se reflete também nos índices criminais. A região metropolitana da Capital registrou neste ano queda nas ocorrências, sendo 63% nos roubos e 31% nos furtos de veículos em Cuiabá. Em Várzea Grande, os índices de roubo diminuíram 39% e os de furto 25%, respectivamente.

“Buscamos realizar uma investigação para identificar terceiros ligados à organização criminosa, que tinham a função de ocultar bens e valores dos roubos, estelionatos e crimes conexos. Desta forma, damos uma resposta à sociedade, reduzindo a sensação de insegurança e promovendo uma repressão qualificada, que colabora na redução dos índices criminais”, pontuou o delegado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

MT

Governo de MT já pactuou 89% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicado


O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (30.11), 6.318.957 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já distribuiu 5.630.840 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 89% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses ou doses únicas (5.598.859), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (36.583) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

É importante destacar que o ranking de aplicação não considera as doses destinadas aos povos indígenas para evitar qualquer disparidade nos dados. Alguns municípios contabilizavam doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassavam o limite de 100% da aplicação.
 
Das 5.630.840 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 4.559.701 (81%), sendo 2.484.802 como primeira dose ou dose única e 1.835.662 como segunda dose. O percentual da semana retrasada era de 81,6%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Nova Brasilândia (99,2%), Campos de Júlio (97%), Diamantino (97%), São José do Povo (96,8%), Primavera do Leste (96,7%), Lucas do Rio Verde (96,4%), Glória D’Oeste (96,3%), Ipiranga do Norte (96,2%), Nortelândia (96,1%) e Guiratinga (96%).

Leia mais:  Mais de 200 mil tartarugas já foram soltas no Araguaia pelo projeto "Amigos da Natureza"

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 632 ou no Painel de Distribuição de vacinas Covid-19.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais. A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível à necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

Leia mais:  Documentário sobre misticismo na Serra do Roncador estreia em Barra do Garças, Cáceres e Cuiabá

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MT

Empaer promove encontro para fomentar o turismo rural em Mirassol D´Oeste e região

Publicado


A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) promove no dia 07 de dezembro, em Mirassol D´Oeste (a 300 km de Cuiabá), o 1º Encontro Regional de Turismo. O evento será no auditório do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), a partir das 8h.

A iniciativa é desenvolvida em parceria com o Consórcio Complexo Nascentes do Pantanal e a Prefeitura Municipal e tem o objetivo de capacitar os interlocutores municipais e conselheiros de turismo. O Encontro é uma ação prevista no Plano de Desenvolvimento do Turismo Regional.

Na abertura do evento, o turismólogo da Empaer Robson Junior Hartmann irá falar sobre o Plano de Desenvolvimento do Turismo Regional. Logo em seguida, o agente técnico e turismólogo da Secretaria Estadual Adjunta de Turismo (Seadtur), Diego Augusto Orsini Beserra irá explanar sobre o Programa de Regionalização e atualização do mapa do turismo brasileiro.

O especialista em turismo rural, o técnico da Empaer, Geraldo Lúcio Donizete falará sobre a História da evolução das políticas públicas do turismo rural.

As 10h30, a servidora da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Luciana Viegas vai abordar sobre o Papel do Conselho Municipal do Turismo (Comtur) no desenvolvimento turístico municipal.

Leia mais:  Mais de 200 mil tartarugas já foram soltas no Araguaia pelo projeto "Amigos da Natureza"

No período da tarde os temas serão: Oportunidades de negócios no turismo rural e a Criação do Conselho Regional de Turismo, com Geraldo Lucio.  Já Luciana Viegas, falará sobre Como fazer e pra que serve o inventário turístico municipal. O encerramento está previsto para as 16h30. Interessados em participar inscrição pelo link

Serviço:

1º Encontro Regional de Turismo
Quando: 7 de Dezembro (terça-feira)
Onde: Auditório do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) – Rua Bento de Alexandre dos Santos, nº 867


 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262